11 de Setembro

Atentado terrorista

Em 11 de setembro de 2001 ocorreram uma série de atentados terroristas contra os Estados Unidos da América. Os ataques suicidas foram planejados pela organização fundamentalista islâmica internacional Al-Qaeda.

Um total de 19 terroristas sequestraram quatro aviões comerciais de passageiros, para realizar aquele que foi considerado o maior ataque terrorista da história mundial, com terríveis consequências.

11 de Setembro Torres Gêmeas Pegando Fogo
A infraestrutura de aço à prova de fogo das torres foi arrancada com o impacto dos aviões. (Foto: Wikipédia)

11 de Setembro

O atentado terrorista de 11 de setembro de 2001 foi planejado pelo saudita Osama bin Mohammed bin Awad bin Laden, mais conhecido como Osama bin Laden ou apenas Bin Laden. Ele foi um dos integrantes sauditas da rica família Bin Laden, além de fundador e líder da organização Al-Qaeda.

Os ataques realizados nos Estados Unidos deixaram um total de 2.996 mortos de 62 países diferentes, incluindo os 19 terroristas, e mais de 6.000 pessoas feridas. Os tipos do atentado se enquadram em: assassinato em massa, ataque suicida, sequestro aéreo e terrorismo.

Na manhã do dia 11 de setembro, os terroristas sequestraram quatro aviões comerciais. Eles colidiram de forma intencional dois aviões contra as Torres Gêmeas do complexo empresarial do World Trade Center (WTC), na região de Lower Manhattan, em Nova Iorque – cidade mais populosa dos EUA.

Com o ataque, todos passageiros que estavam a bordo das aeronaves e muitas pessoas que trabalhavam nas torres morreram. Duas horas após o impacto, as duas torres desabaram, destruindo os edifícios vizinhos e provocando muitos outros males.

Um terceiro avião, também de passageiros, atingiu propositadamente o Pentágono – sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, no Condado de Arlington um dos 96 condados do estado americano da Virgínia que fica localizado nos arredores de Washington D.C. – capital dos EUA.

O quarto avião caiu em um descampado perto de Shanksville – Condado de Somerset, no estado da Pensilvânia. Não foi provado se o avião caiu ou se foi derrubado, mas há  informação de que alguns passageiros e tripulantes tentaram retomar o controle da aeronave das mãos dos sequestradores. Em nenhum dos voos tiveram sobreviventes.

Em reposta aos atentados, os Estados Unidos lançaram a campanha militar contra o terrorismo.  O então presidente dos EUA na época, George Walker Bush, declarou “guerra ao terror” como parte da estratégia global de embate.

Os Estados Unidos invadiram o Afeganistão, com intuito de destruir o Taliban – movimento fundamentalista islâmico nacionalista – por estarem abrigando os terroristas da Al-Qaeda. O país  também aprovou o Usa Patriot Act. (Lei Patriótica).

As quedas na bolsa de valores estadunidenses, principalmente nas indústrias aéreas e de seguros, e os incontáveis danos à economia de Lower Manhattan – centro financeiro e do governo de Nova Iorque – foram alguns dos prejuízos. Depois dos atentados, vários outros países fortaleceram as próprias legislações antiterrorismo e aumentaram seus poderes de aplicação de leis específicas.

11 de Setembro Ataque Terrorista ao Pentágono
O voo 77 da American Airlines em rota para Los Angeles, com 53 passageiros e seis tripulantes, se chocou contra o Pentágono à 09h37. (Foto: Wikipédia)

Al-Qaeda

Alcaida” (ortografia aportuguesada que significa “A base” ou “O alicerce”), trata-se de uma organização fundamentalista islâmica fundada em agosto de 1988 por Osama bin Laden.

A Al-Qaeda é formada por células colaborativas e independentes cujo intuito é disputar o poder da geopolítica no Oriente Médio. Ela é considerada uma organização terrorista pelos Estados Unidos, Reino Unido, União Europeia, Índia, Nato, entre outros países.

O foco de atuação dessa rede terrorista era a expulsão das tropas russas do território do Afeganistão. Nessa época, os EUA ajudavam financeiramente a organização na compra de armas e realização de treinamentos.

Bin Laden começou sua campanha contra os  EUA na ocasião da Guerra do Golfo, em que houve a instalação de bases militares estadunidenses na península arábica, onde ficava a sede dos mais importantes santuários do Islã.

Osama bin Laden é o fundador, ex-líder e principal colaborador da rede terrorista. O atual líder é Ayman al-Zawahiri. Outras regiões que sofreram atentados, tanto a alvos civis quanto militares, e que foram atribuídos à Al-Qaeda são:

  • Estados Unidos – América do Norte: em 26 de fevereiro de 1993 ocorreu o primeiro ataque terrorista ligado à Al-Qaeda, a detonação de uma van cheia de explosivos no estacionamento do World Trade Center, em Nova Iorque. Esse ataque repercutiu no mundo inteiro, matou seis pessoas e mais de 1.000 ficaram feridas.
  • Quênia e TanzâniaÁfrica: em 07 de agosto de 1998 ocorreram os ataques terroristas que atingiram, quase que ao mesmo tempo, as embaixadas americanas em Nairóbi – capital do Quênia e Dar es Salaam – maior e mais populosa cidade da Tanzânia. No Quênia, a explosão de um carro bomba matou 213 pessoas e feriu mais de 4.500. Na Tanzânia, o atentado foi realizado no dia de um feriado nacional, que provocou a morte de 11 pessoas e feriu 83. Investigações afirmaram que existia o planejamento da Al-Qaeda atacar também a representação americana em Uganda.
  • IêmenÁsia (Oriente Médio): em 12 de outubro de 2000 ocorreu a explosão de uma bomba no navio de guerra americano USS Cole, no porto de Áden – cidade do Iêmen – provocando a morte de 17 soldados e deixando 30 feridos. O atentado foi praticado por militantes Hassan al-Khamri e Ibrahim al-Thawar. A CIA fez uma investigação e constatou que se o atentado fosse realizado com um pouco mais de técnica acabaria afundando a embarcação e teria matado todos os tripulantes.
  • Estados Unidos – América do Norte: ocorreu em 11 de setembro de 2001 o mais famoso atentado da Al-Qaeda contra às Torres Gêmeas do World Trade Center, o Pentágono e na Pensilvânia. Um mês mais tarde, os EUA começaram uma caçada por Bin Laden na guerra do Afeganistão.
  • Espanha – Europa: em 11 de março de 2004 aconteceram explosões em quatro trens de Madri – capital da Espanha. Esses atentados provocaram a morte de 191 pessoas e deixaram uma média de 1.800 feridos. Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo atentado, mas existe a suspeita de que a Al-Qaeda esteja envolvida.
  • Paquistão – Ásia: em 02 de junho de 2008 a embaixada dinamarquesa em Islamabade – capital do Paquistão – foi atingida pela explosão de um carro-bomba. O atentado deixou oito pessoas mortas e dezenas de feridos. A Al-Qaeda assumiu a autoria do atentado, que teria sido uma retaliação à publicação de charges retratando o profeta Maomé pelos jornais dinamarqueses em 2005.
  • Estados Unidos – América do Norte: em 25 de dezembro de 2009 foi abortado o que parecia ser o último plano de ataque da Al-Qaeda. O nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab foi preso, em um voo entre Amsterdã – capital da Holanda e Detroit – Michigan, Estados Unidos. Umar estava carregando explosivos junto ao corpo quando foi controlado. De acordo com as autoridades americanas, ele seria um integrante da Al-Qaeda e planejava realizar ataque suicida.
  • França – Europa: No dia 07 de janeiro de 2015 ocorreu um massacre na sede do jornal satírico francês Charlie Hebdo, em Paris – capital da França. O ataque resultou em 12 pessoas mortas e cinco feridos gravemente.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. 11 de Setembro; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/11-de-setembro >. Acesso em 19 de novembro de 2019 às 09:34.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]