A importância da atividade física para a saúde

A prática de exercícios é fundamental para melhoria da qualidade de vida

A importância da atividade física para a saúde está diretamente relacionada à melhoria da qualidade de vida,  reduz consideravelmente os riscos de morte por doenças cardiovasculares, além de atenuar os casos de infarto, alguns tipos de câncer, diabetes,  pressão arterial, dentre outras enfermidades relacionadas ao sedentarismo.

Pessoas em qualquer fase da vida, desde a infância até os idosos, ao se exercitarem melhoram de forma significativa a qualidade da saúde física e emocional.

Pode-se também considerar a importância da atividade física para a saúde em aspectos associados a uso de medicações regulares no controle de doenças crônicas.

A atividade física, por ajudar no equilíbrio de peso, ainda contribui com a regulação  dos altos níveis de açúcar no sangue, pressão arterial e índices de gordura no intestino. Todas essas ações ajudam a diminuir a necessidade de ingestão de medicamentos.

A importância da atividade física para a saúde
A atividade física contribui para o melhor condicionamento do corpo. (Foto: Pixnio)

Saúde e melhoria da qualidade de vida

A importância da atividade física para a saúde pode ser percebida em muitos aspectos na vida dos praticantes.

Seja por meio de esportes coletivos ou práticas mais solitárias, as mudanças de uma vida sedentária para o início de hábitos saudáveis são refletidas tanto na disposição, melhoria do condicionamento corporal até em aspectos clínicos.

Dentre tantos, os maiores benefícios da realização de exercícios físicos englobam:

  • Ameniza os riscos de desenvolver problemas cardiovasculares;
  • Reduz os riscos de infartos, acidente vascular cerebral (AVC), dentre outras enfermidades coronárias; 
  • Pessoas acometidas com problemas cardíacos têm menos chances de reincidência no quadro clínico ao praticarem exercícios físicos regularmente;
  • Diminuição das taxas de colesterol LDL, evitando o entupimento das veias;
  • Aumento das taxas de colesterol HDL (considerado bom colesterol):
  • Menores chances de desenvolver hipertensão arterial. Em casos de pessoas já vitimadas, a atividade física ajuda a controlar seus níveis;
  • Além da hipertensão, o risco de desenvolver diabetes também é menor
  • Redução na incidência de câncer de cólon;
  • A importância da atividade física para a saúde reflete na manutenção do peso adequado; 
  • Os riscos de depressão, ansiedade e outros problemas psicológicos também são menores, devido a liberação de endorfina (hormônio que causa sensação de prazer);
  • Contribui para melhoria e qualidade dos ossos e articulações
  • A importância da atividade física para a saúde também está correlacionada com as crianças. Isto ocorre porque estimula a socialização e construção de relações interpessoais; 
  • Contribui para manter pessoas idosas mais ativas e fortes, evitando quedas.

Benefícios da atividade física

Aliado a uma boa alimentação, a prática regular de exercícios físicos melhora, significativamente, a qualidade de vida, reduzindo os riscos de enfermidades coronárias, hipertensão arterial, diabetes, além de estabilizar os quadros clínicos relacionados aos níveis de colesterol e triglicerídeos presentes na corrente sanguínea.

Portanto, a importância da atividade física para a saúde também favorece os aspectos emocionais, resultando em bem-estar, aumento da autoestima, fornecendo energia para atividades do dia a dia. 

Em relação à estética, os exercícios colaboram para o emagrecimento, mantendo o peso dos praticantes em valores ideais.

Nas academias de musculação, por exemplo, boa parte dos frequentadores focam no ganho de massa magra, o que ajuda a modelar o corpo e definir a musculatura. 

Para pessoas idosas, a prática regular  melhora, dentre outros aspectos, a flexibilidade, postura e conservação dos ossos, importante atributos para a realização de pequenas tarefas do cotidiano.

Realizar pequenos trabalhos domésticos já ajudam a evitar o sedentarismo, como varrer a casa, lavar a louça, limpar o jardim, etc. Entretanto, são insuficientes quando o objetivo é resistência física e fortalecimento muscular.

Com o intuito de realizar atividades que estejam mais adequadas para o objetivo de cada pessoa, de acordo com a força e as metas a serem alcançadas, os exercícios podem ser classificados de duas maneiras:

Exercícios aeróbicos: são aqueles que submetem o praticante a uma atividade de maior duração e intensidade leve ou moderada.

Eles contribuem para o desenvolvimento da resistência, melhor eficiência respiratória e condicionamento físico. Exemplos: caminhada, corrida, natação, dança, e outros esportes com o mesmo nível de exigência física. 

Exercícios anaeróbicos: são aqueles que submetem o praticante a movimentos de curta duração e intensidade elevada. Neste caso, ajudam no desenvolvimento da força e a potência. Exemplos: musculação, ioga e pilates.

Todos os esportes, sejam eles realizados de forma coletiva ou isolada, que mantêm o corpo em forma e resistente são considerados atividades físicas que geram benefícios, desde que sua prática seja responsável e bem orientada por um profissional. 

O esporte coletivo e a importância da atividade física para a saúde
O esporte coletivo é um dos meios prazerosos de praticar atividade física. (Foto:Pixabay)

Depois dos benefícios citados através da prática de atividades regulares, é importante destacar que o sedentarismo acumula e gera muitos prejuízos para pessoas de vida inativa, ou seja, aquelas que não se dedicam a nenhum tipo de esporte.

Dentre os riscos mais graves que acometem os sedentários são:

  • Desenvolvimento de doenças, principalmente as enfermidades cardiovasculares;
  • Aumento do índice de gordura corporal, contribuindo para o aumento de peso;
  • Maior facilidade para adquirir doenças por causa da baixa imunidade;
  • Vulnerabilidade diante das doenças psicológicas, como é o caso do transtorno de ansiedade; 
  • Problemas nas articulações.

Os primeiros passos para iniciar a atividade física 

Apesar da rotina atribulada e a série de atividades que a comprometem, é fundamental ter prioridade e reservar um tempo para iniciar um exercício físico compatível.

Mesmo com a dificuldade de adequação e a falta de tempo, é possível garantir um exercício que movimente boa parte do corpo. Como a natação, por exemplo.

A princípio, a atividade pode ser equivalente a trinta minutos, o que fará o corpo reconhecer um esforço maior e adquirir condicionamento.

Além disso, é bom optar por caminhadas curtas, sem muita intensidade e com um um ritmo confortável para o iniciante.

Há também outras maneiras de iniciar hábitos saudáveis e perceber a importância da atividade física para a saúde:uso de escadas convencionais ao invés de escadas rolantes e elevadores, passear com cachorro na rua, fazer ciclismo, procurar companhia motivadoras para evitar a desistência.

Apesar de não serem suficientes, se realizadas  de maneira regular, todas essas práticas já contribuem para melhoria da qualidade de vida.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Neves, Juliete. A importância da atividade física para a saúde; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/a-importancia-da-atividade-fisica-para-a-saude >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 22:53.

Copiar referência

Outros Artigos de Educação Física

esportes-paralimpicos-atletismo-pista

Esportes Paralímpicos

Os Esportes Paralímpicos melhoram a condição cardiovascular dos praticantes, aprimora […]

beisebol

Beisebol

Em uma partida de beisebol o objetivo  é pontuar batendo […]

ginástica laboral

Ginástica laboral

A ginástica laboral é o alongamento de várias partes do […]

Badminton

Badminton

Badminton é um esporte semelhante ao tênis e ao vôlei […]