Abstracionismo

Movimento artístico que tinha como foco a arte subjetiva, abstrata e não representacional

Abstracionismo foi uma forma de arte que surgiu no século XX por meio das vanguardas europeias – movimento artístico que provocou uma ruptura com a tradição cultural do século 19, tradicionalista e academicista, que tinha o “belo” como principal atributo.

Também chamada de Arte Abstrata, tinha como peculiaridade a criação de formas e imagens abstratas, diferentemente da representação de objetos ou figuras da realidade. Tratava-se, portanto, de uma de uma arte subjetiva e não representacional, que ia de encontro ao que existia até então.

História

O abstracionismo foi criado em 1910 pelo artista russo radicado na Alemanha, Wassily Kandinsky, com a obra “Primeira Aquarela Abstrata”. A ideia principal desse estilo artístico era a realização de uma arte que não dependia do mundo externo para ser representado e sim, composta apenas por elementos puros, como linhas, cores e formas.

Os movimentos artísticos anteriores ao abstracionismo já expressavam essa busca por novas formas de representação. O impressionismo, por exemplo, desenvolveu obras de arte que tinham a luminosidade como foco principal, e não pessoas ou coisas, e tentavam expressar por meio das tintas as impressões sensoriais de movimento, luz e cor.

Já o pós-impressionismo e o expressionismo deram liberdade à cor, com exagero proposital nas formas de maneira a expressar a emoção do artista em relação ao mundo real, enquanto o cubismo acaba com a ideia de imitar a natureza, utilizando-se de forma geométricas para retratar os objetos de diferentes pontos de vista.

Na sequência, a arte abstrata chega e rompe de maneira radical com qualquer maneira de representação da realidade, não apenas mostrando os objetos com novos olhos, mas criando um jeito completamente diferenciado, como uma realidade própria do artista.

Essa ruptura não foi vista de maneira positiva pela elite da época, que estava presa ao tradicionalismo e desejavam a continuidade dos ideias clássicos e da perfeição artística nas pinturas e esculturas.

Características

As principais características do abstracionismo eram:

  • Subjetividade
  • Arte abstrata e não representacional
  • As abras causavam diversas interpretações
  • Simplicidade nas cores e linha
  • Os artistas expressavam de maneira abstrata suas intuições e sentimentos.

Vertentes do abstracionismo

O abstracionismo teve duas tendências principais: lírico e geométrico. Conheça mais sobre cada uma delas.

Lírico

Também chamado de expressivo ou informal, essa vertente tinha como inspiração o instinto, a intuição e o inconsciente para a criação das obras de arte por meio da composição formada por cores vibrantes e formas orgânicas, com destaque para as linhas de contorno. O principal objetivo do abstracionismo lírico era a expressão da arte imaginária a partir de uma necessidade interior. Teve como maior representante o artista Wassily Kandinsky.

Geométrico

O abstracionismo geométrico teve como principais influências o cubismo e o futurismo, com foco na racionalização, que depende da análise intelectual, e na geometria das formas por meio da organização das cores e composições geométricas. Um dos principais nomes dessa vertente foi o pintor holandês Mondrian.

Abstracionismo no Brasil

Em 1922, Vicente do Rego Monteiro criou a primeira obra brasileira com características abstracionistas. No ano seguinte, “A Negra”, de Tarsila do Amaral, com seu fundo abstrato causou ainda mais impacto. Mas o marco principal desse estilo artístico no Brasil foi a I Bienal de São Paulo em 1951. Nomes como Lygia Clarck, Alfredo Volpi, Waldemar Cordeiro, Ivan Serpa, Hélio Oiticica foram os principais expoentes do abstracionismo brasileiro.

Principais artistas abstracionistas

Conheça um pouco mais sobre alguns dos principais nomes do abstracionismo no Brasil e no mundo.

Wassily Kandinsky

Pintor russo radicado na Alemanha, Wassily Kandinsky (1866-1944) é considerado o criador desse estilo artístico e o primeiro pintor a conseguir romper radicalmente com a obrigatoriedade da pintura representacional. A obra de sua autoria “Primeira Aquarela Abstrata” (1910) é considerada um divisor de água por ser a primeira a apresentar as características abstratas.

Impressionismo
Obra “Composição IV”, de Wassily Kandinsky. (Foto: Wikipedia)

Kazimir Malevich

Outro destaque do abstracionismo foi o pintor russo Kazimir Malevich (1878-1935). Também foi um dos precursores do Suprematismo (arte que tinha como foco a utilização de formas geométricas básicas). Suas obras tinham como características a valorização das cores e suas composições, proximidade com o movimento cubista, negação da arte figurativa e rejeição à arte convencional.

Kazimir Malevich Abstracionismo
“O Moedor de Facas” (1913), de Kazimir Malevich. (Foto: Wikipedia)

Piet Mondrian

O pintor holandês (1872-1974) de destacou pelas cores puras, vivas e linhas retas de suas obras. Buscava refletir as leis matemáticas do universo de maneira abstrata, porém precisa, regular e estável. Teve também grande influência mística da Teosofia.

Robert Delaunay

O francês Robert Delaunay (1885-1941) usava características do impressionismo e do abstracionismo em suas obras. A convite de Wassily Kandinsky, juntou-se ao grupo chamado “O Cavaleiro Azul” formado por artistas abstratos de Munique, em 1911, quando suas obras passaram a voltar-se ao abstrato, mas recebeu muitas influências neo-impressionistas de Georges Seurat e Paul Signat.

Robert Delaunay Abstracionismo
“La Grande Portugaise” (1916), de Robert Delaunay. (Foto: Flickr)

Paul Klee

O suíço de nacionalidade alemã Paul Klee atuou, além do abstracionismo, no surrealismo, cubismo e expressionismo. Suas obras se destacavam pelo uso de padrões gráficos em forma de mosaicos, além da mistura de formas artísticas abstratas e figurativas, simetria da superfície da tela e a técnica chamada pontilhismo.

Paul Klee Abstracionismo
“Arco Íris” (1917), de Paul Klee. (Foto: Wikimedia)

Lygia Clark

A pintora, escultora, desenhista e professora de belas artes brasileira Lygia Clark (1920-1988) que fez parte do abstracionismo brasileiro, bem como do neoconcretismo. Uma das obras de maior sucesso foi a série tridimensional “Bichos”, esculturas feitas com material de revestimento de avião e que permitiam combinações variadas a partir do desejo do espectador.

Ivan Serpa

O pintor, gravador, desenhista e professor carioca Ivan Serpa (1923-1973) realizou sua primeira pintura abstrata em 1947, e a partir de então passa a se dedicar a esse estilo artístico. Recompôs temas tradicionais da pintura, porém com as características abstratas, utilizando cores puras e formas orgânicas.

Alfredo Volpi

O pintor brasileiro Alfredo Volpi (1896-1988) é considerado um dos mais importantes pintores da Segunda Geração da Arte Moderna Brasileira. Passou por várias fases, da representação de cenas da natureza ao abstracionismo abstrato e geométrico a partir dos anos 50, quando passou a pintar casarios e bandeirinhas em suas telas.

Curiosidades sobre Kandinsky: pai do abstracionismo

  • Apesar de ter passado boa parte da infância em Odessa, foi na cidade de Munique que começou a estudar sobre pintura;
  • Era formado em direito e economia na Universidade de Moscou;
  • Chegou a pedir nacionalidade alemã, mas mudou-se para a França após o nazismo tomar o poder;
  • Decidiu seguir o caminho artístico após se apaixonar por uma obra de Monet;
  • Para dar ar de textura granulada, misturava areia em algumas de suas obras;
  • Depois de passar alguns anos morando na Russia, retornou para a Alemanha para dar aula na escola de Bauhaus;
  • Alguns críticos consideravam as obras abstracionistas de Kandinsky como ‘obra de doido‘ e ‘obra criada por alguém sob efeito de drogas‘.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

LOPES, Adriana. Abstracionismo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/abstracionismo >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:15.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]