América do Norte

É um subcontinente

A América do Norte é um subcontinente formado por Canadá, Estados Unidos e México. Também faz parte a Groenlândia, o departamento francês de ultramar de Saint Pierre e Miquelon e a colônia britânica de Bermudas.

A América do Norte tem cerca de 579 milhões de habitantes (segundo levantamento realizado em 2016). Junto com a América Central, as Antilhas e a América do Sul, forma o continente americano.

Mapa da América do Norte
Mapa da América do Norte. (Foto: Wikipédia)

Contexto histórico da América do Norte

Os primeiros povos que viveram na América do Norte são provenientes da Ásia, entre 60 e 20 mil anos atrás. Eles se tornariam os indígenas americanos. Com o passar dos anos, foram em direção ao sul. Os esquimós chegaram tempos depois e permaneceram ao no norte do subcontinente.

A agricultura já era uma atividade realizada desde 3500 a.C. Os olmecas, no local que hoje é o México, foram os primeiros a construir uma civilização, a partir de 1200 a.C. Esses povos montavam vilarejos nos quais se praticava o comércio e criaram uma forma de escrita. Tempos depois, os maias e os astecas montaram cidades, pirâmides e monumentos.

Acredita-se que Leif Erikssom, um viking, foi o primeiro a desembarcar em terras da América do Norte. Ele atracou no atual Canadá por volta do ano 1000 d.C. No entanto, os vikings não fizeram assentamentos duráveis no local.

No fim do século XV, os europeus começaram a desbravar o continente americano e fundar colônias. De forma geral, os espanhóis dominaram o sul; os franceses, o norte e os ingleses, a parte do meio. Em 1760, os ingleses dominaram grande parte do subcontinente.

Os Estados Unidos se constituíram em 1776, após as treze colônias britânicas instaladas em seu território declararem independência. Em 1821, o México não era mais dependente da Espanha. O Canadá criou um governo separado, dentro do Império Britânico, em 1867, e se tornou oficialmente uma nação autônoma em 1931.

Os Estados Unidos e Canadá cresceram em um ritmo forte até a metade do século XIX, porém essa evolução saiu cara para os índios. Grande parte da população indígena, que tinha resistido aos combates e às doenças transmitidas pelos europeus, perdeu suas terras. Eles ficaram somente com as áreas confinadas nos Estados Unidos e no Canadá, batizadas de “reservas”.

O México ficou ligado ás origens ameríndias, porém sua evolução econômica foi pequena. Os Estados Unidos receberam vários imigrantes do México. Em 1992, o Canadá, os Estados Unidos e o México firmaram o Acordo de Livre Comércio da América do NorteNAFTA, com a finalidade de possibilitar negócios entre os três países.

Economia

A agricultura no México tem grande importância, o mesmo não acontece em outros países da América Central. No território mexicano, a agricultura emprega aproximadamente 25% da população ativa. A agricultura de subsistência ainda é presente, sobretudo na parte sul. A agricultura comercial cresceu, principalmente, na planície central e no norte do país.

Nos Estados Unidos e Canadá, a atividade agrícola é mecanizada, essa tecnologia faz com que essas nações produzam grandes quantidades de produtos vegetais e animais. As grandes Planícies do Centro dos Estados Unidos e as províncias da pradaria canadense são grandes produtores mundiais de cereais, sementes oleaginosas e gado.

A agricultura da Califórnia possui diferentes técnicas de irrigação. A silvicultura é uma atividade básica para economia do Canadá. Grandes fábricas de produtos florestais ficam instaladas nos estados do oeste e do sudeste dos Estados Unidos. A pesca é a principal atividade da economia groenlandesa. A indústria também é um importante setor da economia dos Estados Unidos.

A maior concentração de fábricas americana fica no cinturão industrial que vai de Boston a Chicago. Essa atividade econômica também é importante no Canadá e localiza-se nas cidades de Ontário, Quebec, Colúmbia Britânica e Alberta e atualmente é uma atividade em desenvolvimento na economia mexicana.

Como foi visto anteriormente, os Estados Unidos, o Canadá e o México são parceiros comerciais devido ao bloco econômico NAFTA, em vigor desde 1994.

Indústrias da América do Norte
A indústria é um dos maiores setores da economia dos Estados Unidos. (Foto: Pxhere)

Flora, clima e fauna

Na flora da América do Norte podemos destacar a tundra na região do Canadá, a taiga e a floresta de coníferas ao sul e as estepes e pradarias na parte central do continente. Na parte norte do México é possível perceber uma vegetação característica de deserto.

Em locais mais ao norte do Canadá e no Alasca o clima é muito frio, isso faz com que o solo fique coberto por gelo o ano inteiro. Na parte sul, no México e nos EUA, ficam situados desertos como o Deserto de Sonora no sudoeste da América do Norte e o Deserto do Vale da Morte nos EUA.

A fauna da América do Norte é muito diversificada e habitat de diversas espécies de animais como renas, alces, ursos polares, focas e raposas, animais estes que habitam as regiões meridionais.

Em outros locais como a pradaria central americana localizamos o cervo, o puma e o bisão. Nos desertos podemos encontrar roedores, répteis e coiotes, e nas florestas é possível achar uma grande diversidade de aves, esquilos e cobras.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Filipe. América do Norte; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/america-do-norte >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 20:51.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]