Aminoácidos

Peça fundamental para o funcionamento do organismo

A alimentação saudável é essencial para a qualidade de vida. E os aminoácidos contribuem para uma boa saúde, pois eles são moléculas que formam as proteínas, essenciais para o bom funcionamento do organismo. 

Existem 20 tipos de aminoácidos, que podem ser divididos em aminoácidos essenciais e não essenciais. Os essenciais para a espécie humana são oito: fenilalanina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, treonina, triptofano e valina. Já os não essenciais são: ácido aspártico, ácido glutâmico, alanina, arginina, asparagina, cisteína, cistina, glicina, glutamina, ornitina, prolina, serina, histidina, taurina e tirosina.

A estrutura molecular dos aminoácidos é constituída de átomos de carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O) e nitrogênio (N).

Importância 

Os aminoácidos representam 20% do corpo humano e são unidades fundamentais para constituição de proteínas, que são moléculas essenciais para manter o funcionamento de qualquer organismo vivo, além de executar importantes funções como neurotransmissores, na formação de hormônios, medicamentos, metilação, etc.

Informações sobre alguns tipos de aminoácidos

Aminoácidos essenciais

Fenilalanina

É um composto natural que está presente em todas as proteínas (vegetais ou animais). O corpo humano necessita da fenilalanina, pois é uma parte integral de todas as proteínas do nosso corpo.

Os humanos não conseguem sintetizar a fenilalanina, logo é um componente essencial da nossa dieta diária. Sem ela o corpo não consegue funcionar. Ela é encontrada no adoçante, por exemplo, que é substituto do açúcar e muito utilizado em bebidas, principalmente refrigerantes.

Valina

A valina tem papel fundamental na formação dos músculos e no metabolismo do sistema nervoso. Algumas das principais fontes naturais de valina incluem as carnes, laticínios, leguminosas, cereais integrais e cogumelos.

Acompanhado da leucina e da isoleucina, ela compõe cerca de 70% das proteínas musculares no corpo humano. Por isso, ele é fundamental para o metabolismo e para o crescimento da musculatura, além de contribuir para a manutenção dos níveis de nitrogênio no corpo.

Triptofano

Aliado a vitamina B3, a niacina e o magnésio, o triptofano é um aminoácido essencial utilizado pelo cérebro. Ele é capaz de produzir a serotonina, que é um neurotransmissor importante para o processo do sono e do humor. Como o corpo humano não é capaz de produzi-lo, ele precisa ser adquirido através da alimentação.

Alguns alimentos fontes de triptofano são: peixes, peru, ovo, nozes, castanhas, leguminosas (feijão azuki, lentilha, soja), semente de abóbora, levedo de cerveja, linhaça, aveia, arroz integral, chocolate amargo e queijo tofu.

Treonina

A treonina é responsável pela formação de colágeno e elastina no corpo humano. A ausência dele pode causar desde problemas digestivos até o acúmulo de gordura no fígado.

Além disso, ele serve como auxiliar nas funções do sistema imunológico, além de ser capaz de melhorar na cicatrização, na recuperação de lesões e no fortalecimento dos ossos. Ela pode ser encontrada em carnes, laticínios, derivados de soja, leguminosas e sementes.

Como foi citado anteriormente, os outros tipos de aminoácidos essenciais são:

  • Lisina
  • Leucina
  • Isoleucina
  • Metionina
Leguminosas e sementes possuem aminoácidos
Nas sementes e leguminosas pode ser encontrado os aminoácidos. (Imagem: Pexels)

Aminoácidos não essenciais

Glicina

A glicina não é considerada um aminoácido essencial pois o organismo pode obtê-lo a partir de outros produtos químicos. Ela é utilizada em tratamentos de esquizofrenia, acidente vascular cerebral, problemas do sono, e alguns problemas do metabolismo que são hereditários.

Além disso, também é usado para proteger os rins dos efeitos colaterais prejudiciais de certas drogas usadas após o transplante de órgãos, bem como o fígado de efeitos nocivos do álcool. As fontes primárias são alimentos ricos em proteínas, incluindo carne, peixe, laticínios e legumes.

Alanina

A alanina é um aminoácido não essencial, porém de muita importância para o corpo humano. É o segundo aminoácido mais pequeno, ficando atrás apenas da glicina.

Existe duas formas diferentes de alanina: L-alanina e D-alanina. A L-alanina é um dos 20 aminoácidos proteicos e o segundo mais importante depois da leucina, enquanto a D-alanina é encontrada nas paredes celulares bacterianas.

Serina

A serina é um dos vinte aminoácidos que formam parte das proteínas. Ela atua nas vagens da mielina que cobrem os nervos do cérebro. Sem ela em uma quantidade suficiente as vagens perdem a densidade ou desaparecem, provocando assim incapacidade aos nervos de transmitir os impulsos nervosos a outras partes do corpo.

Alguns dos alimentos ricos em serina são: carnes, pescada, laticínios, ovos, legumes, sementes, vegetais e cereais integrais.

Cisteína

A cisteína é um dos poucos aminoácidos que possuem enxofre em sua composição. Ela pode ser obtida a partir da alimentação, estando presente em ovos, carnes, produtos lácteos e cereais integrais.

O consumo como suplemento alimentar também tem aumentado à medida que os benefícios da cisteína ficam mais conhecidos.

Os outros tipos de aminoácidos não essenciais são:

  • Tirosina;
  • Ácido Aspártico;
  • Ácido Glutâmico;
  • Arginina;
  • Histidina;
  • Asparagina;
  • Glutamina;
  • Prolina.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

BARBOSA, Elson. Aminoácidos; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/aminoacidos >. Acesso em 18 de outubro de 2019 às 15:00.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

A carta da Terra tem o objetivo de socorrer e salvar o planeta Terra.

Carta da Terra

A Carta da Terra é um documento de declaração dos […]

Pseudoceros Dimidiatus é um dos platelmintos.

Platelmintos

Os Platelmintos são animais invertebrados, que possuem o corpo achatado […]

O canibalismo acontecia com mais frequência na antiguidade.

Canibalismo

O Canibalismo é um tipo de relação ecológica que são […]

Brucella ssp.

Brucelose

A brucelose é uma doença que pode ser transmitida para […]