Amonitas

Rivais dos israelitas

Os amonitas eram descendentes de Bem Ami (Amon), herdeiro de Ló e de sua filha mais nova, e também um povo inimigo, de acordo com o Gênesis, primeiro livro da Bíblia (cristã e hebraica).

Na época que antecedeu Cristo, os pais que não tivessem filhos homens morriam e levavam “junto” tudo o que possuíam em bens.

Mesmo tendo filhas mulheres, a herança não ia para elas. Por isso, segundo relatos da Bíblia, a filha mais nova de Ló o embebedou e dormiu com ele, para assim engravidar e criar um novo herdeiro, daí começa a origem do povo amonita.

Assim, os descendentes de Ló e filhos de Amon continuaram sua peregrinação pelas terras da civilização mesopotâmica.

Origem dos amonitas

O parentesco entre amonitas e israelitas advém da realidade de Ló ser sobrinho de Abraão, patriarca do povo israelense.

Mapa do Reino Unido de Israel
Mapa da região que os amonitas dominavam. (Foto: Wikipedia)

Os amonitas têm sua origem relatada no livro Gênesis 19:30 a 38 com a seguinte passagem: “Subiu Ló de Zoar e habitou no monte, ele e suas duas filhas, porque receavam permanecer em Zoar; e habitou numa caverna, e com ele as duas filhas. Então, a primogênita disse à mais moça: Nosso pai está velho, e não há homem na terra que venha unir-se conosco, segundo o costume de toda terra. Vem, façamo-lo beber vinho, deitemo-nos com ele e conservemos a descendência de nosso pai. Naquela noite, pois, deram a beber vinho a seu pai e, entrando a primogênita, se deitou com ele, sem que ele o notasse, nem quando ela se deitou, nem quando se levantou.

No dia seguinte, disse a primogênita à mais nova: Deitei-me, ontem, à noite, com o meu pai. Demos-lhe a beber vinho também esta noite; entra e deita-te com ele, para que preservemos a descendência de nosso pai. De novo, pois, deram, aquela noite, a beber vinho a seu pai, e, entrando a mais nova, se deitou com ele, sem que ele o notasse, nem quando ela se deitou, nem quando se levantou. E assim as duas filhas de Ló conceberam do próprio pai. A primogênita deu à luz um filho e lhe chamou Moabe: é o pai dos moabitas, até ao dia de hoje. A mais nova também deu à luz um filho e lhe chamou Ben-Ami: é o pai dos filhos de Amom, até ao dia de hoje.”

Ló e suas filhas habitavam um país em que muitas ações de libertinagem consideradas imorais eram normais. Por consequência, eles não tinham a noção do que era certo e errado e não tinham consciência de seus atos. De acordo com estudos da Bíblia, as irmãs apresentavam uma má influência que repercutia em suas ações quando moravam em Sodoma. Noções de justiça não eram presentes na época.

Estudiosos da Bíblia afirmam que se deve ter mais pena do que vontade de acusar as filhas de Ló porque, afinal, o próprio pai também participou do ato incestuoso, mesmo sob efeito do álcool.

Ló passou alguns poucos anos em Sodoma e perdeu a maior parte de sua família, como sua esposa e genros. Sua posteridade foi formada pelos amonitas e moabitas, povo guerreiro e considerado mau caráter.

Com a filha mais nova, Ló teve como filho Moab. Provavelmente, o nome Moab significa “do meu pai”, que foi assim o pai dos Moabitas. Mesmo primos dos israelitas, os amonitas os consideravam inimigos e vice-versa.

No início, eles habitavam o país na região entre o rio Arnon e o Zered, à leste do Mar Morto. Depois aumentaram seu reino para a região do norte.

O nome Ben Ami, que foi o pai dos Amonitas, significa, segundo antigos relatos, como “filho do meu povo”. Por meio deste nome, sua mãe apresentou o fato de que sua mãe e seu pai eram de núcleo familiar igual. Ou seja, tinha como filho seu próprio meio-irmão. O incesto é crime hoje, mas naquela época não era considerado assim. As pessoas buscavam e ambicionavam heranças e posteridade, que só eram conseguidas dessa forma, devido ao grande número de mortos e guerras que dizimavam famílias na época.

Os Amonitas eram povos nômades que viviam na parte leste da região compreendida entre o rio Arnon e o rio Jabbok antes de Jesus Cristo.

A história de Ló e sua família é considerada uma tragédia, por causa da má fama dos amonitas. É como se nada de positivo tivesse sido herdado da história de Ló e sua família.

Segundo a Bíblia, Ló foi perdoado de seu pecado, mas sua vida que foi cheia de lucros e prazeres, trouxe consequências pesadas para sua descendência.

Rivalidade com israelitas e parceria com os moabitas

Segundo os estudos e relatos bíblicos, os amonitas não aceitaram as terras da atual Jordânia como um presente de Deus. Eram um povo ambicioso, pautado pelo orgulho e que buscava sempre mais. Por isso começaram um processo de rivalidade, ao afirmar que a população de Israel havia tomado suas terras.

Junto aos moabitas e filisteus, os amonitas fizeram muitas pessoas sofrerem, pois usavam violência para conquistar terras que achavam que eram por direito suas e estavam sempre à procura de conflitos.

Tinham Moloch como um deus que acreditavam e cultuavam.

Moabe, região liderada pelos moabitas, hoje é uma faixa montanhosa cercada pelo Mar Morto na Jordânia.

No tempo dos juízes, os amonitas e moabitas demonstravam desprezo, dominavam, usavam da força bruta e ameaçavam o povo israelense. A opressão durou quase duas décadas e só teve fim com a morte do rei de Moabe, Eglom, que foi morto por Eúde.

Outros povos mesopotâmicos

A região da Mesopotâmia é conhecida pelo início das civilizações humanas. Além dos amonitas que habitaram essas terras, os acádios e sumérios foram povos de extrema importância para a história desse lugar. Foram povos que trouxeram a escrita e a primeira língua falada a que se tem conhecimento no mundo, e também a existência do famoso Código de Hamurabi se deve a esses povos.

Responsáveis por artes, arquitetura e pelas primeiras noções de tecnologia que o planeta passou, esses povos mesopotâmicos também participavam de guerras e conflitos por causa de disputa de terras, mas em contrapartida contribuíram para o desenvolvimento da civilidade entre os homens.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Magalhães, Alissa. Amonitas; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/amonitas >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 20:15.

Copiar referência

Outros Artigos de História

Ciclo do Pau-Brasil

O Ciclo do Pau-Brasil foi um período histórico da nação […]

Ciclo do ouro, um dos ciclos importantes do Brasil.

Ciclo do Ouro

O Ciclo do Ouro também era chamado de “ciclo da […]

Um dos ciclos econômicos do Brasil, foi o ciclo do café.

Ciclo do Café

O Ciclo do Café foi a atividade econômica mais importante […]

Ciclo do Algodão no Brasil

O Ciclo do Algodão no Brasil aconteceu entre a segunda […]