Amplitude térmica

Diferença entre a temperatura mínima e a máxima

Amplitude térmica é o termo usado para indicar a diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima registrando em um local durante um período.

Esse registro pode ser feito diariamente, semanalmente, mensalmente ou anualmente. A amplitude térmica é usada para fazer comparações com diferentes tipos de clima.

Calculando a amplitude térmica

O cálculo da amplitude é feito em um determinado período de tempo. Como foi visto anteriormente, esse cálculo pode ser feito durante o ano (amplitude térmica anual), um mês (amplitude térmica mensal), ou mesmo durante um dia (amplitude térmica diária).

O cálculo da amplitude anual é feito pela diferença entre a temperatura média do mês mais quente e a temperatura média do mês mais frio.

Da mesma forma ocorre com a amplitude térmica mensal, o cálculo é feito pela diferença entre a média do dia mais quente e a temperatura média do dia mais frio.

Dessa forma, para saber a amplitude térmica basta calcular a diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima, por exemplo:

Se ao longo do dia a temperatura máxima é de 30 °C e a mínima é de 21 °C, a diferença entre as temperaturas é de 9 °C. Nesse caso, dizemos que a amplitude térmica diária é baixa.

AT = 30 °C – 21 °C = 9 °C

Entretanto, caso a temperatura máxima seja de 30 °C e mínima é de 5 °C, a diferença entre elas será de 25 °C. Então a amplitude térmica será alta.

AT = 30 °C – 5 °C = 25 °C

Aqui no Brasil, os estados da região Norte e região Nordeste possuem uma amplitude térmica baixa. Isso acontece porque o clima tropical e o clima equatorial, que atuam na região, são marcados por temperaturas elevadas o ano inteiro.

Nos estados da região Sudeste, região Sul e região Centro-Oeste algumas estações do ano possuem uma amplitude térmica alta, principalmente no inverno.

Nos desertos a amplitude térmica diária é muito alta. Em alguns desertos, a temperatura durante o dia pode ultrapassar 45 °C, e à noite a temperatura despenca, em alguns locais podem chegar próximo do 0 °C.

Isso ocorre devido ao relevo e a vegetação do local, além do clima e das massas de ar que estão presentes na região. No deserto, por exemplo, a vegetação é escassa e rasteira, o que permite que as massas de ar não tenham uma “barreira” natural.

Termômetro amplitude térmica
O cálculo da amplitude é feito em um determinado período. (Foto: Pixabay)

Causas que influenciam

A amplitude térmica de um determinado local é influenciada pelos diferentes tipos climáticos do planeta Terra. O clima mediterrâneo, característico da cidade de Atenas, possui uma amplitude térmica anual superior a 30 °C. Isso ocorre porque nessa região o verão é quente e o inverno frio.

No clima equatorial as temperaturas são elevadas o ano inteiro e a variação é pequena, pois a amplitude térmica não costuma passar dos 5°C.

Muitos fatores podem influenciar na amplitude térmica de um lugar. Veja alguns deles:

Atitude

Atitude corresponde à distância vertical registrada entre um local e o nível do mar. A altitude e a temperatura do ponto em que ela é classificada são medidas inversamente proporcionais, pois quando a altitude se eleva, a temperatura ambiente diminui.

Latitude

Latitude corresponde ao ângulo entre o plano do equador à superfície de referência. A latitude é medida para norte e para sul do equador, entre 90° sul, no Polo Sul e 90° norte, no Polo Norte.

Latitude é a distância ao Equador registrada no decorrer do meridiano de Greenwich, essa distância é medida em graus e pode variar de 0º (no equador) e 90º para Norte ou para Sul.

Relevo

Relevo é a porção superficial da litosfera (camada sólida da Terra). É nessa camada que as modificações geológicas podem ser vistas nitidamente, sendo também o local onde os humanos e grande parte dos animais terrestres habitam.

Assim sendo, podemos dizer que relevo é um conjunto de formas físicas que fazem parte da superfície terrestre.

Correntes marítimas

Correntes marítimas é a movimentação de extensas massas de água no oceano ou mar. Assim como a circulação dos ventos, as correntes marítimas influenciam no clima das regiões onde atuam, possuem direções e constâncias bem definidas.

As correntes marítimas são originadas pela circulação dos ventos na superfície e pelo movimento de rotação do planeta Terra. Os ventos carregam muita umidade e calor, interferindo no ambiente marinho e consequentemente influenciando nos mares e oceanos.

Umidade do ar

Umidade é a quantidade de vapor de água presente na atmosfera. Uma quantidade elevada de vapor de água na atmosfera ajuda na ocorrência de chuvas. Com a umidade baixa, é difícil chover. A baixa umidade também pode provocar doenças aos seres humanos.

A umidade relativa do ar pode variar de 0% (falta de vapor de água no ar) a 100% (nível máximo de vapor de água que o ar pode dissolver).

Em locais onde a umidade relativa do ar é muito baixa por longos períodos, chove pouco. Essa condição caracteriza uma região de clima seco.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Filipe. Amplitude térmica; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/amplitude-termica >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 17:50.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]