Animais da Mata Atlântica

Animais que habitam um dos maiores biomas do Brasil

Os animais da Mata Atlântica fazem parte de um dos maiores biomas brasileiros, ocupando cerca de 15% do território nacional. Podemos classifica-los em: aves; anfíbios; mamíferos e répteis.

Por conta da destruição do bioma, em consequência do desmatamento e queimadas, restam somente 7% da cobertura original do ecossistema, o que afeta também na fauna e na flora que nele habita. Outro sério problema é o tráfico de animais, deixando a maioria das espécies de animais em extinção no Brasil.

Animais da Mata Atlântica: aves

O bioma possui uma rica fauna e diversas espécies conhecidas de aves têm este bioma como seu habitat natural. Entre eles:

Gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus)

Também conhecido como apacapim, é considerado uma espécie ameaçada de extinção. Contudo, não entra na lista das ameaças de extinção quando a relação é feita com todos os animais do território brasileiro.

O Gavião-de-penacho pode chegar a 65 centímetros e pesar um quilo e meio, sendo considerado ave de grande porte. Sua característica de maior destaque é um conjunto de penas que ficam na cabeça e podem medir até 10 centímetros, formando o penacho preto.

Spizaetus ornatos vem do grego e significa falcão águia com adorno.

Jandaia-de-testa-vermelha (Aratinga auricapillus)

Assim como o Pica-pau-da-cabeça-amarela, a Jandaia-de-testa-vermelha é um dos animais que se destaca pela coloração da pena em sua cabeça, característica inserida no nome do animal.

Seu nome científico vem do tupi-guarani e tem pássaro com cabelo de ouro como significado. Esta ave pode medir até 30 centímetros e pesar até 130 gramas. Costumam viver em bando, geralmente com mais de 40 indivíduos por bando, e se alimentam de castanhas e frutas.

Outros pássaros que habitam a Mata Atlântica são:

  • Beija-flor
  • Tucano
  • Bicudo
  • Arara-azul
  • Mutum-do-nordeste
  • Falcão-de-peito-amarelo
  • Mutum-do-sudeste
  • Garça
  • Codorna Mineira
  • Tiê-sangue
  • Araponga-do-nordeste
  • Periquito

Animais da Mata Atlântica: anfíbios

Além das aves, os anfíbios, animais vertebrados que vivem entre o meio aquático e o ambiente terrestre, também mantêm forte presença no bioma. Pode-se listar alguns com grande importância, como:

Rã-escavadeira (Leptodactylus plaumanni)

A rã-escavadeira possui este nome popular por ter a habilidade de construir câmaras subterrâneas em locais de grande umidade, onde fazem a desova e acompanham os primeiros dias de vida dos girinos.

Quando chega a época das chuvas, os filhotes são carregados pela enxurrada para locais com mais água, completando seu desenvolvimento. Este processo pode levar até duas semanas.

As rãs-escavadeiras são animais que vivem geralmente na região Sul do país.

Sapo-martelo (Hypsiboas faber)

O sapo-martelo é considerado um anfíbio de pequeno porte, medindo entre 7 e 10 centímetros. Além disso, é um animal arborícola, pois seu ciclo de vida acontece nas árvores, quase sempre próximos a porções de água.

Seu nome popular faz referência ao seu coaxar, que se assemelha a batida de um martelo. Esta espécie de sapo se alimenta de animais vertebrados e animais invertebrados.

Pode-se citar também duas outras espécies de anfíbios predominantes entre os animais da Mata Atlântica, sendo eles:

  • Sapo-cururu
  • Perereca-verde

Animais da Mata Atlântica: mamíferos

Os mamíferos são animais de grande predominância na maioria dos biomas brasileiros, inclusive na Mata Atlântica. Alguns deles são:

Mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia)

O Mico-leão-dourado é um dos mamíferos mais conhecidos e vive exclusivamente em regiões de Mata Atlântica.

Um ponto interessante desta espécie é que, mesmo sendo considerado um animal de pequeno porte, eles ocupam um grande espaço da floresta. Um bando de mico-leão-dourado com quatro a oito indivíduos precisa de aproximadamente 110 hectares de terra para conseguir sobreviver.

Por conta do desmatamento, é um dos animais da Mata Atlântica que também correm risco de extinção.

Gato-maracajá (Leopardus wiedii)

O Gato-maracajá é uma espécie de onça que possui grandes olhos, cauda longa, patas grandes e manchas com formatos de roseta.

São considerados animais solitários, com hábitos noturnos e arborícola. Também está na lista dos animais quase ameaçados de extinção.

Onça-pintada (Panthera onca)

A Onça-pintada também é um dos mamíferos mais conhecidos entre os animais da Mata Atlântica e é famosa por ser considerada a maior espécie de felino das Américas.

É um animal predador e ocupa o topo da cadeia alimentar. Sua expectativa de vida é de cerca de 15 anos, desde que viva em seu habitat natural.

Elas dormem durante o dia e caçam à noite. Também estão na lista de animais do bioma que estão ameaçados de extinção.

Onça-pintada deitada
Onça-pintada é um dos animais da Mata Atlântica mais famosos. (Pixabay)

Outros mamíferos também fazem da Mata Atlântica o seu habitat natural. São eles:

  • Lontra
  • Bicho-preguiça
  • Capivara
  • Tatu-peludo
  • Tatu-canastra
  • Cachorro-do-mato
  • Mico-leão-de-cara-preta
  • Bugio
  • Gato-do-mato
  • Veado-campeiro
  • Sagui-da-serra
  • Tamanduá-bandeira
  • Jaguatirica

Animais da Mata Atlântica: répteis

Por último, a Mata Atlântica também é o habitat de diversas espécies de repteis, de cágados até cobras. Pode-se citar:

Caninana (Spilotes pullatus)

A Caninana é uma espécie de cobra conhecida por ser extremamente ágil e rápida, mesmo chegando aos 2,5 metros.

Apesar da fama de ser uma cobra violenta, geralmente é mansa e foge quando avistada por algum outro animal.

Ela também não é peçonhenta e se alimenta de roedores e outras cobras menores.

Cágado-pescoço-de-cobra (Hydromedusa tectifera)

Esse cágado possui este nome por conta do longo pescoço, que se assemelha a uma cobra. Sua alimentação consiste de pequenos animais, como anfíbios e peixes.

Por ter um grande pescoço, raramente precisa sair da água, colocando apenas a ponta do nariz para fora quando precisa respirar. Pode medir até 28 centímetros.

Falsa-coral (Apostolepis assimilis)

Mesmo conhecida em outras regiões, principalmente urbanas, a Falsa-coral é uma das espécies de animais da Mata Atlântica.

Diferente da cobra Coral verdadeira, ela não é venenosa e não apresenta perigo aos seres humanos.

Ganhou o nome popular por se assemelhar a coloração de uma Coral. Alimenta-se geralmente de pequenos répteis e alguns invertebrados.

Outras espécies de repteis são bastante conhecidas e habitam a Mata Atlântica:

  • Iguana
  • Jabuti
  • Jibóia
  • Jacaré-de-papo-amarelo
  • Calango
  • Cobra-coral
  • Jararaca

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Luiz, Victor. Animais da Mata Atlântica; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/animais-da-mata-atlantica >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 22:19.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

O corpo humano possui muitos pontos com cartilagem.

Cartilagem

A Cartilagem também chamada de tecido cartilaginoso, é um tecido […]

A carta da Terra tem o objetivo de socorrer e salvar o planeta Terra.

Carta da Terra

A Carta da Terra é um documento de declaração dos […]

Pseudoceros Dimidiatus é um dos platelmintos.

Platelmintos

Os Platelmintos são animais invertebrados, que possuem o corpo achatado […]

O canibalismo acontecia com mais frequência na antiguidade.

Canibalismo

O Canibalismo é um tipo de relação ecológica que são […]