Animais em extinção no mundo

Muitas espécies de animais estão desaparecendo da natureza

Animais em extinção no mundo fazem parte de uma realidade cada vez mais comum. Uma prática ilegal como o desmatamento, por exemplo, afeta – podendo chegar até a destruir – um ecossistema inteiro. Com os habitats naturais dos animais em decadência, a extinção fica mais real e preocupante.

É calculado que, em média, cem espécies desaparecem todos os dias, principalmente por causa do desequilíbrio desenfreado que o ser humano provoca.

Outros fatores como a caça ilegal para alimentação ou extração de pele dos animais, poluição da natureza, mudanças climáticas e construções imobiliárias em locais que originalmente pertenciam aos bichos obrigam a migração deles para outros lugares, mas muitos não sobrevivem porque não se adaptam.

Existem muitas consequências relacionadas aos animais em extinção no mundo, inclusive para os humanos.

Onça pintada na natureza.
A onça pintada é um dos animais em extinção no mundo. (Foto: Pexels)

Animais em extinção no mundo

Existe um grande número de animais em extinção no mundo. No Brasil, país com a maior biodiversidade existente, também não é diferente. Confira uma lista com os animais mais conhecidos que correm risco de se extinguirem: 

  • Onça pintada
  • Arara azul
  • Urso panda
  • Gato maracajá
  • Jaguatirica
  • Lobo-guará
  • Mico-leão-dourado
  • Tamanduá-bandeira
  • Macaco aranha
  • Cervo-do-pantanal
  • Baleia-franco-azul
  • Ariranha
  • Coala
  • Pinguim-africano
  • Tatu-bola
  • Tartaruga-oliva
A Arara azul  é um dos animais em extinção no mundo.
A arara azul é um dos lindos animais em extinção no mundo. (Foto: Wikipédia)

Causas da extinção de animais no mundo

Caça predatória: A caça predatória e ilegal, ou até mesmo a pesca, são ações que muitas vezes ocorrem de forma tão veloz que a reprodução natural dos animais caçados não consegue acompanhar. Dessa forma, a quantidade de seres perdidos não pode ser recuperada a tempo, o que facilita o processo da extinção.

Mudanças do clima: A realidade climática no planeta passa por mudanças significativas, principalmente devido ao aquecimento global e efeito estufa. Animais que vivem em ambientes frios como os ursos polares são os primeiros prejudicados por não conseguirem viver em seu habitat natural.

Desmatamento/diminuição de habitats naturais: Quando o habitat de um animal é destruído, ele precisa migrar para outro e desenvolver toda a adaptação que detinha em seu ambiente natural. Na maioria das vezes, os animais não conseguem se adaptar a outros meios de vida, pois não encontram os recursos necessários para sobreviver.

Poluição: A poluição causada pelo homem prejudica o ambiente que os animais vivem, extinguindo as condições ideais que as espécies conseguem tolerar.

Desastres ambientais: quando alguma catástrofe ambiental acontece, como terremotos e tsunamis, alguns biomas e espécies podem ser totalmente extintos, a depender do estrago.

O Lobo-guará também é um dos animais em extinção no mundo.
O lobo- guará é nativo da América do Sul. (Foto: Pixabay)

Categorias de extinção

Existe uma lista que separa em categorias os animais que correm perigo de extinção feita pela União Internacional para Conservação da Natureza ( IUCN). Essa lista é chamada de red list ou Lista Vermelha em tradução livre, que consiste em dividir as espécies para facilitar o estudo de sua conservação.

Um animal está extinto quando não existe mais nenhum outro de sua espécie. Nem na natureza, nem em cativeiro. Quando o último animal de uma espécie morre, ela é considera extinta. (EX é a sigla utilizada para referência).

Um animal está extinto em natureza quando não existe mais nenhum animal de sua determinada espécie no ambiente natural, somente em cativeiro. (EW é a sigla utilizada para referência).

Um animal está criticamente ameaçado quando sua espécie corre um risco iminente e elevado de entrar em extinção em um período de tempo muito curto. (CR é a sigla utilizada para referência).

Um animal está em perigo quando estudos e experiências mostram que sua espécie pode entrar em extinção a qualquer momento. (EN é a sigla utilizada para referência).

Um animal está vulnerável quando seu habitat natural está destruído e ele corre sérios riscos por não ter lugar para retirar recursos para sobreviver. (VU é a sigla utilizada para referência).

Um animal está quase ameaçado quando sua espécie corre risco de ser extinta no futuro próximo. (NT é a sigla utilizada para referência).

Um animal tem extinção pouco preocupante quando sua espécie existe ainda em grande número no mundo. (LC é a sigla utilizada para referência).

Urso panda na natureza.
O urso panda é natural da China e antes estava em perigo. Hoje é classificado como vulnerável. (Foto: Pixinio)
Tamanduá-bandeira na natureza.
O tamanduá-bandeira é nativo das Américas do Sul e Central. (Foto: Wikipédia)

Consequências da extinção

Quando o processo de extinção de um animal está acelerado, algumas mudanças e consequências provenientes do fim de uma espécie são notadas. O desequilíbrio ecológico que repercute e resulta em um desequilíbrio na cadeia alimentar é uma consequência grave para a natureza, pois o ecossistema pode parar de funcionar como deveria.

Por exemplo, insetos e anfíbios podem ter sua população saturada e espalhada em lugares não propícios se suas presas forem dizimadas, como acontece em biomas desmatados por ação de construções.

Esses animais podem espalhar doenças e migrarem para outros locais, o que prejudica os humanos. Portanto, a realidade dos animais em extinção no mundo é ruim não só para a fauna, é também para o próprio homem que contribui para este fato.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Magalhães, Alissa. Animais em extinção no mundo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/animais-em-extincao-no-mundo >. Acesso em 20 de setembro de 2019 às 15:36.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

O câncer poder matar.

Câncer

O Câncer é a denominação atribuída a um grupo que […]

Camuflagem é um mecanismo de defesa e proteção.

Camuflagem

A Camuflagem é uma maneira de defesa eficiente onde o […]

Biomoléculas

Biomoléculas

As principais biomoléculas são os carboidratos, as proteínas e os […]

Moléculas que fazem parte dos estudos da biologia molecular.

Biologia molecular

Biologia molecular é um área que abrange o mundo das […]