Animais Invertebrados

Animais que não possuem coluna vertebral e crânio

Os animais invertebrados são caracterizados, principalmente, pela ausência da coluna vertebral e crânio. Fazem parte desse grande grupo as formigas, as abelhas, as águas vivas, as esponjas, as tênias (vermes), as minhocas, entre outros.

Animais invertebrados insetos
Os insetos fazem parte do grupo dos invertebrados. (Foto: Wikipédia)

Diferente dos animais invertebrados, os animais vertebrados possuem coluna vertebral e crânio. Eles ainda dividem-se em cinco classes: peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

Essa divisão artificial do Reino Animal (vertebrados e invertebrados) foi criada para facilitar os estudos sobre os animais, especialmente na área da zoologia.

Sabe-se que todos os seres vivos que compõem esse reino possuem duas características celulares em comum:

Eucariontes: o núcleo celular desses animais é envolvido por um membrana;

Pluricelulares: o corpo é formado por várias células que possuem funções específicas.

Características gerais dos animais invertebrados

A maioria dos invertebrados possui o corpo mole, contudo os artrópode são uma exceção pois têm um exoesqueleto de calcário – que auxilia na sustentação e locomoção. Mas além dessa característica outras podem ser mencionadas:

  • Aeróbicos: os invertebrados precisam do oxigênio para sobreviverem. Para isso, eles capturam a substância do ar ou da água, conforme o seu habitat natural. Contudo, a presença de um sistema respiratório não é comum em todas as espécies.
  • Heterótrofos: os animais invertebrados não têm condição de produzir o próprio alimento. Por esse motivo, eles precisam se alimentar de outros seres vivos para garantirem a sua sobrevivência.
  • Reprodução sexuada: em raros casos, como as esponjas e anêmonas, a reprodução acontece de maneira assexuada. Mas a maioria dos invertebrados se reproduz de maneira sexuada, isto é, através de gametas masculino e feminino.
  • Simetria: a maioria desses animais possui as duas partes do corpo simétricas, ou seja, as metades são idênticas. Há também um pequeno grupo com simetria radial, que são eixos iguais com ponto de partida no centro do corpo.
Os insetos são tipos de animais invertebrados
A libélula é um dos animais invertebrados

Filos dos animais invertebrados

Cerca de 94% dos animais são invertebrados. Eles estão divididos em vários filos, os principais são: poríferos, cnidários, platelmintos, nematelmintos, moluscos, anelídeos, equinodermos e artrópodes. Veja abaixo a características de cada um deles:

Cnidários

Também denominados de celenterados, esses invertebrados também vivem no ambiente aquático, sendo representados principalmente pelas águas vivas, corais, caravelas, anêmonas-do-mar e hidras,  e podem viver em colônias ou isolados.

Os cnidários possuem um sistema digestório incompleto, o sistema respiratório é ausente e o sistema nervoso é bastante simples.  Já a reprodução pode ser assexuada (brotamento) ou sexuada. 

Animais invertebrados água
A água viva é um dos animais invertebrados que vivem na água, pertencente ao filo dos Cnidários. (Foto: Wikipédia)

Poríferos

Popularmente identificados como esponjas ou espongiários, esses animais aquáticos possuem uma estrutura bem simples. Não possuem órgãos e seus corpos são cheios de poros.

Possuem diversos formatos, tamanhos e cores. Na fase adulta, esses animais ficam fixados em rochas ou outras estruturas submersas em água.

Platelmintos

Esse filo engloba os vermes, os quais em sua maioria são parasitas. Esses animais invertebrados possuem o corpo achatado e de pouca espessura, com presença de órgão e sistemas diferenciados.

Entre seus representantes pode-se mencionar: esquistossomos, parasita causador da doença esquistossomose ou barriga d’água; tênia, também conhecida como solitária e as planárias.

Nematelmintos

Também chamados de nematódeos, esse filo abriga os vermes de formato cilíndrico e não segmentados. Esses animais podem viver no ambiente aquático ou terrestre e, ainda, como parasitas em plantas e outros animais.

Em humanos, esses parasitas podem causar doenças como ascaridíase (Ascaris lumbricoides), amarelão (Ancylostoma duodenale e Necator americanus) e o bicho-geográfico (Ancylostoma brasiliense).

Moluscos

A principal característica desses animais invertebrados é o corpo mole, geralmente envolto por uma concha, como é o caso das ostras, mariscos, caracóis e caramujos.

Esse é o segundo maior filo dos invertebrados, com aproximadamente 50 mil, perdendo em quantidade apenas para os artrópodes, que representa cerca de 84% de todas as espécies de animais até então conhecidas pelo homem. 

Animais invertebrados caramujos
O caramujo pertence ao segundo maior filo dos invertebrados, os moluscos. (Foto: Wikipédia)

Equinodermos

Esse grupo de invertebrados é formado por animais exclusivamente marinhos, que podem viver isoladamente e fixos em um substrato. Os principais representantes desse filo são a estrela do mar, o lírio do mar e o ouriço.

Anelídeos

Esse filo abriga os vermes que têm o corpo dividido em anéis (metâmeros). Esses animais invertebrados possuem sistema digestório completo, sistema circulatório fechado, respiração cutânea e reprodução sexuada ou assexuada.

Os anelídeos ainda podem são divididos em três classes: oligoquetas (minhocas, tubifex e minhocuçu), hirudíneos (sanguessugas) e poliquetas (nereis e tubícolas.)

Artrópodes

Esse é o maior filo do Reino Animal e agrupa a maior quantidade de espécies no mundo. As principais características desses animais invertebrados são as patas articuladas, o exoesqueleto (esqueleto externo) e corpo segmentado.

O exoesqueleto é composto por quitina, um polissacarídeo estrutural que confere rigidez a essa estrutura e auxilia na locomoção. O corpo desses animais é dividido em: cefalotórax e abdome (crustáceos) ou cabeça, tórax e abdome (insetos e miriápodes).

Esse filo é muito grande. Por esse motivo, ele é subdividido em outras categorias, levando em consideração o número de patas, a presença de antenas e as divisões do corpo. Conheça abaixo os principais representantes dos subfilos:

  • Aracnídeos: aranhas, escorpiões, ácaros, carrapatos, etc.
  • Crustáceos: caranguejos, lagostas, camarões, siris, etc.
  • Insetos: borboletas, besouros, formigas, abelhas, baratas, moscas, etc.  
  • Miriápodes: lacraias, piolhos-de-cobra, centopeias, etc.

Animais invertebrados na Pré-história

O primeiro animal a existir na terra foi um invertebrado. Segundo estudos, o Urmetazoan foi um animal marinho, a partir do qual todos os outros animais se desenvolveram.

A forma exata do ser ainda é difícil de definir, assim como o filo mais próximo (levando em conta as divisões atuais) ele pertence. Sabe- se que o Urmetazon derivou dos coanoflagelos, uma espécie de protista aquático.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Animais Invertebrados; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/animais-invertebrados >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 21:55.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]