Animais Peçonhentos

Possuem aparelho inoculador que injeta o veneno na vítima

Animais peçonhentos são aqueles que constituem veneno e têm conjunturas naturais para injetar em presas ou predadores. Essa condição é feita naturalmente através de dentes modificados, aguilhão, ferrão, quelíceras, cerdas urticantes, nematocistos, entre outros tipos.

No Brasil se constitui um grave problema de saúde pública devido às picadas de animais, como: serpentes, escorpiões e abelhas. Principalmente em locais que ocorrem enchentes ou com muita vegetação e entulhos.

Tipos de animais peçonhentos

No Brasil os animais que mais causam acidentes são algumas espécies de serpentes, aranhas, escorpiões, mariposas e suas larvas, abelhas, formigas e vespas, besouros, lacraias, peixes, águas-vivas e caravelas.

Eles possuem ferrões, presas, cerdas, espinhos, entre outras formas capazes de envenenar as vítimas. Gostam de ambientes úmidos e quentes, e facilmente podem ser encontrados em matas fechadas, trilhas, ou até mesmo próximo a casas com lixo acumulado. Por isso é preciso manter a higiene local e evitar o acúmulo de coisas.

um escorpião e uma aranha exemplos de animais peçonhentos.
Escorpiões e aranhas são exemplos de animais peçonhentos. (Foto: Pixabay)

Animais venenosos e animais peçonhentos  

Animais venenosos são os que produzem veneno mas não têm aparelho inoculador (dentes e ferrões). Eles provocam o envenenamento por contato (ex: taturana), por compressão (ex: sapo) ou por ingestão (ex: peixes).

Então se diferem dos animais peçonhentos pela falta de infiltração de veneno por aparelho inoculador.

Acidentes causados por peçonha

Esses acidentes causados por animais peçonhentos, especialmente os ofídicos, foram incluídos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na lista das doenças tropicais negligenciadas e que acontecem, na maioria das vezes, em populações pobres que moram em áreas rurais.

Devido ao grande número de notificações, esse agravante foi incluído na Lista de Notificação Compulsória do Brasil. Sendo assim, todos os casos devem ser notificados ao Governo Federal logo após a confirmação. Essa medida ajuda a criar estratégias para prevenção desse tipo de acidente.

Acidentes ofídicos

Ou ofidismo é um quadro de envenenamento ocasionado por picada de serpentes em seres vivos. Esse tipo de acidente é dividido em quatro tipos:

  • Acidentes crotálicos: são acidentes com serpentes cascavéis;
  • Acidentes botrópicos: são os acidentes com serpentes, por exemplo: jararaca, jararacuçu, urutu, caiçaca, comboia;
  • Acidentes laquéticos: acidentes ocasionados por serpentes surucucu-pico-de-jaca;
  • Acidente elapídico: são ocasionados com serpentes coral-verdadeira.
animais peçonhentos uma cobra coral pronta para atacar
A cobra coral é uma espécie de animal peçonhento. (Foto: Pixabay)

Prevenção de acidentes com animais peçonhentos

Alguns cuidados simples podem auxiliar na prevenção desses acidentes. Eles podem ser feitos individualmente, porém é preciso que toda a população tenha consciência da importância dos cuidados com seu lixo e com o acúmulo de vegetação em casa e outros materiais inutilizados.

  • Manter sempre limpos os locais próximos às casas, quintais, jardins, celeiros, etc.
  • Evitar plantas como trepadeiras e bananeiras junto às casas, além de manter a grama cortada;
  • Limpar sempre os terrenos baldios, ao menos cerca de um a dois metros junto a muros ou cercas residenciais;
  • Vedar buracos ou frestas em paredes, forros, assoalhos;
  • Utilizar telas também auxiliam para a não entrada dos animais peçonhentos nas casas;
  • Não acumular entulhos ou materiais de construção;
  • Afastar as camas das paredes e evitar pendurar roupas fora dos armários;
  • Antes de usar calçados, roupas de corpo,cama e banho, é preciso examinar;
  • Nas atividades rurais e de jardinagem é importante o uso de calçados fechados e luvas;
  • Limpar com regularidade as cortinas, quadros, móveis, etc;
  • Ao amanhecer e entardecer, evitar aproximação da vegetação muito próxima ao chão como gramados e jardins, pois nesses horários as serpentes estão em maior atividade;
  • Não mexer em colmeias e vespeiros, e se por acaso estiver nesses áreas, é preciso entrar em contato com a autoridade local competente para que sejam removidos;
  • Fazer o controle de roedores e insetos, principalmente baratas, porque são alimentos para animais peçonhentos;
  • Caso encontre um animal peçonhento, se afaste cuidadosamente e evite assustá-lo ou tocá-lo, mesmo que aparente estar morto. Procure imediatamente a autoridade de saúde.

Em caso de acidentes

É preciso tomar alguns cuidados caso ocorra um acidente com animais peçonhentos. Em hipótese alguma, não deve-se fazer torniquete, não fure, não esprema ou faça sucção no local da picada. Não coloque folhas, pó de café, pomadas, urina ou fumo. E ainda, não tome e nem aplique bebidas alcóolicas no local. E nessa ordem:

  • Procurar um atendimento médico imediatamente;
  • Informar o máximo possível as características do animal, como: o tipo, a cor, o tamanho, entre outras informações;
  • Se for possível, não atrasando a ida do paciente ao médico, lave o local da picada com água e sabão (exceto nos acidentes com água-viva ou caravelas), e mantenha a vítima em repouso com o membro atingido elevado até a chegada ao pronto socorro;
  • No caso de acidentes nas extremidades do corpo como os braços e as mãos, retire acessórios que possam piorar o quadro clínico como os anéis, sapatos apertados, etc;
  • Especialmente nos casos de acidentes com águas-vivas e caravelas, pode ser feito compressas geladas com a água do mar, pois auxilia no alívio da dor, ou mesmo utilizar pacotes fechados de gelo envoltos em panos.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Letícia Reis, Ana. Animais Peçonhentos; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/animais-peconhentos >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 21:49.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]