Aposto

É um termo acessório da oração

Aposto é um termo da oração que explica ou justifica um elemento anterior a ele. Pode, em algumas circunstâncias, ser percebido entre vírgulas, dois pontos ou travessão. A pontuação do aposto é variada e  sua utilização na oração não é obrigatória, apenas possui a função de estabelecer mais sentido ao texto.

O aposto é um dos termos acessórios da oração estudado na gramática, apenas auxilia na construção sintática. Também possui cárter nominal, sendo representado por nomes ou substantivos e não  por verbos ou advérbios.  

De uma forma geral pode-se dizer que o aposto é o termo, que acrescentado a outro termo da oração, tem a função de ampliar, explicar ou desenvolver mais o conteúdo

Tipos de Aposto

O aposto pode ser classificado em: enumerativo, explicativo, resumitivo, especificativo, distributivo, comparativo e aposto de oração.

Aposto Explicativo

Toda vez que há informações entre vírgulas e que explicam o termo anterior, chama-se de aposto explicativo.

Exemplos:

  • Ivana, professora de língua portuguesa, deu várias aula esta semana.
  • O senhor Manuel, dono da farmácia, morreu de desgosto.
  • Assisti a um documentário sobre Chernobyl, acidente nuclear ocorrido em 1986, na TV a cabo.
  • O aluno, mais bagunceiro da sala, obteve um bom desempenho.
  • Rafaela, funcionária muito dedicada, conseguiu uma promoção no trabalho.
  • João, meu amigo de infância, ganhou uma bicicleta dos pais.
  • Júlia, a melhor aluna da turma, passou de ano com notas altíssimas.
  • D. Alice, a vizinha do terceiro andar, está vendendo seu apartamento.

Aposto Enumerativo (Enumerador)

Sempre que a informação esclarecida estiver depois de dois pontos, há o aposto enumerativo.

Exemplos:

  • Dois países não assinaram o acordo: Brasil e Chile.
  • Para atingir o sucesso, são necessárias três qualidades: coragem, determinação e paciência.
  • Já viajei por vários países: Brasil, Argentina, Colômbia, Equador e México.
  • Em nossos funcionários, valorizamos principalmente três características: dedicação, honestidade e
  • persistência.
  • Ricardo já viajou por vários países: Argentina, México, Bolívia, Peru e Chile.
  • Comprei tudo que vi em promoção na loja: um par de sapatos, uma jaqueta, uma bolsa e uma calça jeans.
  • A Revolução Francesa defendia três ideais: liberdade, igualdade e fraternidade.

Aposto Resumitivo (Recapitulativo)

Como o próprio nome sugere, este tipo de aposto é utilizado para resumir em uma só palavra todos os termos apresentados na oração.

Exemplos:

  • Matemática, Química e Física, todas essas matérias caíram na prova.
  • Amigos, parentes e penetras, todos irão a minha festa.
  • Prosperidade, segurança e alegria, isso é o que eu quero para minha família.
  • Doces, salgados, bebidas e enfeites, tudo preparado para a festa.
  • Comprei um par de sapatos, uma bolsa e uma calça jeans, tudo em promoção.
  • Nem distância, nem tempo, nem circunstâncias adversas, nada separa aquele casal.

Aposto Especificativo (Especificador)

Utiliza-se este tipo de aposto quando tem-se o objetivo de especificar termos genéricos da oração ou que não se encontram em destaque por sinais de pontuação, por exemplo. Geralmente o aposto especificativo aparece na frase ligado diretamente ao termo ou associado por meio de uma preposição.

Exemplos:

  • Visitei a cidade de João Pessoa.
  • A rua 7 de setembro é a próxima à esquerda.
  • Gosto do escritor Júlio Cortázar.
  • A rua Nossa Senhora de Copacabana é a próxima.
  • O escritor Carlos Drummond de Andrade foi homenageado em nossa escola.
  • O romance Senhora é do escritor cearense José de Alencar.

Aposto Distributivo

Tipo de aposto cuja finalidade é distribuir informações do termo da oração.

Exemplos:

  • Drummond e Guimarães Rosa são dois grandes escritores, aquele na poesia e este na prova.
  • O pai e a mãe trabalham fora de casa, aquele como caixa de banco e esta como professora de Língua Portuguesa.
  • Ambos são bons alunos, um no português e o outro na matemática.
  • Meus filhos são diferentes: este é louro, aquele é moreno.
  • Andréa e Jéssica são minhas alunas. Esta gosta de Literatura, aquela, de Biologia.

Aposto Comparativo

Serve para estabelecer uma comparação entre um determinado termo da oração com alguma outra coisa, sendo geralmente destacado por vírgulas.

Exemplos:

  • Seus olhos, misteriosos oceanos, fazem-me acreditar na vida.
  • A sua risada, harmonia de uma orquestra, ecoava pela casa inteira.
  • Os olhos do gato, faróis na escuridão, percorriam a mata à procura de alimento.
  • A criança, um pequeno general, mandava na mãe e no pai.
  • Os seus olhos, oceanos profundos, fitavam-me sem piscar.
  • O menino, um pequeno gênio, tirava as melhores notas.

Aposto de Oração

Também conhecido como oracional ou oração subordinada substantiva apositiva. Ele é empregado na oração com o objetivo de representar valor apositivo e é sintaticamente dependente de outra oração.

Exemplos:

  • Gabriel disse que não consegue mais trabalhar, fato que me deixou bastante preocupada.
  • Ana não conseguiu responder nem a metade das perguntas da prova, sinalizando que não estudou.
  • Os pais têm um único desejo: que os seus filhos sejam sempre felizes.
  • Érika calou-se durante muito tempo, sinal de tristeza.
Aposto
O aposto é um termo acessório da oração. (Foto: Freepik)

Diferença entre aposto e vocativo

O aposto e o vocativo são termos da Língua Portuguesa que muitas vezes confundem os alunos. Segue a diferença entre os dois:

O aposto é usado para justificar, especificar, caracterizar, esclarecer, explicar, discriminar algo que o antecede na oração. A informação por si só tem sentido completo.

O vocativo é um termo isolado da oração, ou seja, não faz parte do sujeito, nem do predicado. É uma palavra ou expressão usada para “chamar” (evocar) o interlocutor. O vocativo apresenta-se sempre entre vírgulas. Ele pode aparecer no início, meio ou fim da oração.

Exemplos de frases com vocativo:

  • Filho, um dia isso tudo será seu.
  • Não sei, minha terra, se um dia voltarei a te ver.
  • Posso ajudar, senhor?
  • Cíntia, preste atenção.
  • Menino, não pegue a mochila!
  • Ó minha amada, volte aos braços meus.
  • Meu Deus, por que me abandonaste?
  • Newton, sua formatura será amanhã!
  • Meu caro amigo, me perdoe, por favor.
  • Vem cá, Luíza, me dá tua mão.
  • Filipe, ligaram para você.
  • Passe-me o doce, Ana!
  • As vítimas só querem justiça, senhor prefeito.
  • Brenda, você me permite uma pergunta?

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Mendes, Elaine. Aposto; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/aposto >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 18:23.

Copiar referência

Outros Artigos de Língua Portuguesa

Trovadores apresentando em forma de cantiga o que foi escrito em seus textos com seus instrumentos.

Características do Trovadorismo

As características do Trovadorismo estão relacionadas com todas as particularidades […]

Chegada dos portugueses.

Características do Quinhentismo

As características do Quinhentismo, primeira manifestação literária do Brasil, estão […]

Características do Classicismo

As características do Classicismo eram baseadas na representação de elementos […]

Características do Arcadismo

As características do Arcadismo surgiram em meio ao período que […]