Arquitetura contemporânea

Estilo arquitetônico que surgiu após o Modernismo

A arquitetura contemporânea é um estilo de arquitetura pós-modernista, que surgiu no final dos anos 80 e início dos anos 90, mas que vigora até os dias atuais.

Esse novo estilo busca reinterpretar os elementos da arquitetura moderna à sua maneira, sem estabelecer uma linguagem única.

Dessa forma, os arquitetos contemporâneos são livres para usar de diferentes interpretações (pluralismo) em suas obras, seja incorporando novas tecnologias ou aprimorando velhas tradições.

Entre as características mais notáveis desse modelo de arquitetura estão aquelas que valorizam ideias voltadas para a funcionalidade, design dinâmico, conforto térmico e ambiental, aliados aos processos de racionalização da construção.

Museu de arte contemporânea.
O museu da arte contemporânea do arquiteto Oscar Niemeyer, localizado no Rio de Janeiro, é um exemplo de arquitetura contemporânea. (Foto: SputinickBrasil)

Características da arquitetura contemporânea

Existem diversas características que ajudam a fixar o conceito de arquitetura contemporânea. Uma delas é a preferência pelo uso de materiais reutilizáveis, como uma forma de promover a sustentabilidade.

Dessa forma, é possível encontrar como elementos de decoração: bancadas feita em granito, pisos de bambu, artefatos em madeira, entre outros. Materiais que, embora sejam sustentáveis, apresentam uma boa durabilidade, o que evita a troca e o descarte compulsivo.

Outra característica presente nesse modelo de arquitetura é a valorização de luzes naturais no ambiente, com destaque para o uso de janelas maiores, organizadas em fileiras, ou telhados sustentáveis que captam a luz solar, a exemplo do uso de claraboias.

A tecnologia também é uma característica marcante da arquitetura contemporânea, pois com o passar do tempo, os arquitetos puderam incorporar esse recurso às criações, com a utilização de materiais que contribuem para a economia e flexibilização do trabalho, a exemplo das fibras sintéticas e estruturas em metais.

Portanto, conclui-se que os detalhes da arquitetura contemporânea são notados em casas e edifícios que possuem formato irregular, com design arrojado, e que utilizam de novas tecnologias e materiais sustentáveis em sua projeção.

Artistas

Um dos grandes nomes da arquitetura moderna foi o americano Frank Lloyd Wright (1867-1959). Apesar de não alcançar a contemporaneidade, ele foi um grande incentivo para esse novo estilo, visto que em suas obras já era possível ver a apreciação da natureza e o uso de formas orgânicas que valorizavam o meio ambiente.

Os métodos e formas que utilizou em suas obras permitiram-lhes criar mais de mil projeções em todo o mundo. Os projetos desenvolveram igrejas, bibliotecas e museus, além de casas e escritórios, que mascararam, sobretudo, a arquitetura americana.

Dentre os artistas de destaque na arquitetura contemporânea está o arquiteto canadense Frank Gehry, inclusive, ele é considerado um dos mais importantes dessa nova era.

Conhecido por apresentar formas desconstruídas e uma grande habilidade de manipulação de espaços e superfícies, o arquiteto já conquistou diversos prêmios de arquitetura internacional, entre ele o Priktzer, um dos mais importantes.

Arquitetura contemporânea X Arquitetura moderna

A arquitetura moderna e contemporânea não são sinônimas, como muita gente acredita. O mais correto seria dizer que alguns elementos da antiga arquitetura ganharam uma nova interpretação com o modelo atual, visto que alguns artistas gostam de misturar os dois conceitos em um único projeto.

A arquitetura da arte moderna surgiu no início do século XX, vigorando até meados da década de 50. Entre as características mais marcantes, é possível listar o uso de linhas simples, quase sempre retilíneas, além da utilização de materiais como concreto, vidro e metal, em seu aspecto mais puro.

No final da década de 50, por sua vez, começaram a surgir várias tendências artísticas divergentes. Enquanto uma pequena parte dos artistas ainda desejava seguir com os preceitos do Modernismo, a outra parte maior reagia em relação às suas ideias.

As maiores negativas aconteciam em relação ao excesso de dogmatização pregado pelos artistas modernistas, que agiam sob um princípio rigoroso e sistêmico da classe. Por outro lado, a arte contemporânea se baseia na mistura de elementos, formas, tendências e técnicas da atualidade.

Embora ela também utilize elementos que têm relação com a arquitetura moderna, a arquitetura contemporânea não precisa estar vinculada a isso a todo momento. Diferente da moderna, ela leva em consideração o cotidiano das pessoas, considerando suas rotinas e necessidades.

Arquitetura contemporânea no Brasil

A arquitetura contemporânea chegou ao Brasil na mesma época em que se difundiu pelo mundo e, assim como no exterior, o propósito era unir os diferentes estilos, aproveitando também do uso de materiais recicláveis e novas tecnologias.

Um momento que marcou o começo da arquitetura contemporânea na América Latina e no Brasil foi quando dois jovens arquitetos modernistas brasileiros, Lúcio Costa e Oscar Niemeyer receberam o apoio de Le Corbusier, um importante arquiteto modernista francês.

Assim como em outras partes do mundo, os arquitetos brasileiros contemporâneos investiram na construção de estruturas com o formato irregular, desconstruído e desfragmentado, além da valorização de detalhes minimalistas.

Artistas

Entre os artistas brasileiros que mais se destacaram na arquitetura moderna e contemporânea está o arquiteto Oscar Niemeyer (1907-2012). Através do seu trabalho, ele mostrou para o mundo a possibilidade de união entre os dois estilos.

Durante o projeto da capital do Brasil, Brasília, Niemeyer explorou formas arredondadas em suas obras, provando que é possível fugir da exatidão de linhas retas (influência modernista), sem perder a sofisticação.

As obras mais conhecidas do arquiteto são:

  • O edifício do Congresso Nacional, inaugurado em 1960, sendo um dos mais importantes da sua carreira profissional;
  • Palácio Itamaraty;
  • Museu de arte contemporânea, localizado em Niterói-RJ;
  • Catedral Metropolitana, localizado em Brasília;
  • Museu Oscar Niemeyer;
  • Complexo arquitetônico da Pampulha;
  • Edifício Copan;
  • Edifício Triângulo;
  • Pestana Casino Park, em Portugal.

Além dessas projeções, Niemeyer projetou diversas outras obras no Brasil e no mundo. Assim como ele, outros artistas contribuíram para a arte contemporânea brasileira, como o arquiteto Marcio Kogan.

Nascido na cidade de São Paulo e graduado em arquitetura e urbanismo pela Universidade Mackenzie, Kogan valoriza o uso de linhas retas (influência modernista) aliado à decoração minimalista e uso de tons neutros em seus projetos.

Além disso, o arquiteto privilegia o emprego de materiais brutos como madeira, concreto e pedras em suas criações. Atualmente, é um dos nomes de maior destaque na arquitetura brasileira devido ao seu estilo próprio e sofisticado de projetar. 

Entre suas obras, é possível listar: Casa Osler (DF); Casa do Quinta (SP); Casa Gama Issa (SP); Edifício Ijis (SP) e Edifício Metrópolis(SP).

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

MENDONÇA, Camila. Arquitetura contemporânea; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/arquitetura-contemporanea >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 21:26.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]