Arte Barroca

Movimento artístico originado na Itália

A arte barroca é um movimento artístico que surgiu na Itália e foi difundido para vários países da Europa e da América, inicialmente os de predominâncias católicas. Surgido no final do século XVI, o estilo durou até o começo do século XVIII.

A estética barroca tem como uma das características o culto do contraste, uma forma de misturar os extremos. Nas obras fortes e vivas, é possível ver o sagrado e o profano, por exemplo. A junção do divino com o humano é outra característica forte do movimento.

Além da arte, o estilo teve influência na escrita e na arquitetura. Existem várias estruturas espalhadas pelo mundo que foram construídas com detalhes do barroco. No Brasil, a cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, foi uma das grandes representantes do movimento.

O barroco foi considerado como sucessor do renascimento. Ambos os movimentos valorizavam e incluíam nas suas obras elementos da antiguidade. Na arte barroca, as obras tendiam a mexer com o emocional dos espectadores.

Surgimento da arte barroca

Arte barroca em Salvador
Teto da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, em Salvador , é um exemplo de arte barroca (Foto: Wikipédia)

O movimento barroco surgiu na Itália, país que, por conta do renascimento, era considerado o maior palco de atrações artísticas da Europa na época. Sendo originada mais precisamente em Roma, a arte barroca foi impulsionada pelo catolicismo.

A cidade, sede do Papado, foi considerada como um dos maiores mecenas, termo dado a quem ou o que influencia e patrocina artistas, escritores e a cultura. Por conta disso, o movimento se expandiu para países sob o domínio do catolicismo, tanto em países da Europa quando no continente americano.

A chegada da arte barroca em cada país acontece em diferentes épocas, assim como o tempo em que perde força nesses locais.

As características dela também diferem em cada região. Vale ressaltar ainda que a arte barroca surge após dois movimentos: o renascimento e o maneirismo.

Em virtude disso, ele consegue utilizar elementos desses dois estilos e ainda trazer novos. Surgido em um período de conflitos entre fé e ciências, a arte barroca continha elementos que uniam céu e terra, bem e mal, deus e o diabo, entre outros opostos.

Nas obras da arte barroca é possível ver a mistura de homens e seres celestiais. Esses últimos, inclusive, são representados com características humanas, de homens e mulheres. As obras continham elementos de luz, como faziam os renascentistas, somado a muitas sombras, dando novas leituras as obras.

Pode-se dizer que o surgimento do barroco foi reflexo de um movimento político, pois ele surgiu em meio a contrarreforma. Esse momento foi marcado por um período de tensão entre os ideais humanistas e religiosos causados pelo renascimento.

O renascimento, teve como uma das principais características o humanismo, movimento que coloca o homem como centro do mundo. Ele defendia ainda que as pessoas tivessem mais conhecimentos e individualidades, diferente do que pretendia a igreja católica.

É importante ressaltar que essa instituição era, até pouco antes dos movimentos, a única detentora dos conhecimentos e aprendizados da Europa. Além disso, possuía muito dinheiro e tinha poder político. Porém, com o surgimento de alguns movimentos, a instituição se sentiu ameaçada.

Isso se deu através da união do renascimento com o protestantismo, outro movimento, dessa vez religioso, formado por pessoas que eram contra alguns ensinamentos da igreja católica. Isso levou os maiores nomes da igreja a se reunirem para tentar soluções contra essa ameaça.

A reunião que ficou conhecida como Concílio de Trento aconteceu em 1546, e foi convocada pelo próprio Papa da época, Paulo III. A reunião durou 18 anos, tendo finalizado em 1563, com o nascimento da contrarreforma, considerada como uma resposta à Reforma Protestante, iniciada por Matinho Lutero.

Com a contrarreforma, a arte sacra, produções com o objetivo de cultuar o sagrado, passa a ser controlada por essa instituição. Além da arte, a igreja passa a controlar também a arquitetura, a pintura, a escrita, a escultura e todo tipo de trabalho cultural.

É nesse cenário que o barroco surge e ganha força. Impulsionado pelo poder da igreja católica, o movimento é considerado o estilo da contrarreforma. Porém, o estilo não ficou limitado ao catolicismo, mas foi mais forte nos países onde a religião era dominante.

Arte barroca no Brasil

No Brasil, a arte barroca foi predominante em todo o período da colonização do país. Introduzida no país pelos jesuítas no século XVII, o barroco encontrou no país um grande porto para seu desenvolvimento. Ele é considerado, inclusive, o primeiro movimento artístico e cultural a habitar o país.

Nesse período, era introduzida no país a religião e a cultura da igreja católica. Esse movimento acontece logo após a contrarreforma, período em que o barroco, impulsionado pela própria igreja, tinha mais força. A arte barroca chega no Brasil trazida pelos missionários, que tinham a missão de catequizar os índios.

Diferente do que acontecia em outros países, o Brasil ainda não tinha uma grande família ou personagens em quem as pessoas iriam se inspirar. Por conta disso, a arte barroca não teve como objetivo a arte profana ou a arquitetura, pelo menos até o final do período. Nessa época, o barroco no país se concentrou na arte sacra.

No Brasil, a arte barroca era mais presente nas pinturas, nas estátuas e nas decorações. Na arquitetura da época da sua chegada, o barroco é visto nas igrejas e conventos construídos pela igreja católica.

A arte barroca facilitava a absorção da mensagem católica, principalmente entre os iniciantes na religião. Com a forte catequização dos índios e, posteriormente, dos escravos, a arte barroca ganhou novas roupagens.

Os habitantes do país, já bastante influenciados pela igreja católica, começam a produzir as suas próprias obras barrocas. Esses artesãos passam a dar novas faces a arte barroca. Esse movimento é considerado a primeira formação de cultura própria do Brasil.

Anos depois, o Brasil se torna um dos grandes expoentes da arte barroca no mundo. Um dos maiores representantes desse movimento no país, é o escultor, arquiteto e entalhador Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido com Aleijadinho.

Dono de um enorme acervo, Aleijadinho viveu no estado de Minas Gerais, onde estão espalhadas as suas obras. Mas além do estado, várias cidades do Brasil foram influenciadas pelo estilo barroco.

Na arquitetura, é possível ver o a arte barroca na Igreja de São Francisco, em Salvador, na Bahia, na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, na Matriz de Santo Antônio, em Recife, Pernambuco e em várias outras obras.

Além de Aleijadinho, outro grande nome da arquitetura barroca brasileira foi Mestre Ataíde. Ambos artistas chegaram a trabalharam juntos. Na literatura, o marco principal é o poema Prosopopeia de Bento Teixeira, de 1601.

Mas o ponto alto do movimento na escrita é alcançado com os poemas de Gregório de Matos e do orador sacro Padre Antônio Vieira. Na música o movimento teve influência, mas pouco restou sobre essa parte da história.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Fernandes, Ruan. Arte Barroca; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/arte-barroca >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 16:44.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]