Arte Contemporânea

Tendência artística da segunda metade do século XX

Arte Contemporânea é uma tendência artística que surgiu na segunda metade do século XX, após a Segunda Guerra Mundial. Também chamada de Arte Pós-Moderna, essa tendência artística apresentou expressões e técnicas inovadoras, que incentivam a reflexão subjetiva sobre a obra.

Trazendo uma ruptura com alguns aspectos da Arte Moderna, a  tendência contemporânea ajudou a configurar uma nova mentalidade no mundo artístico. Entretanto, muitos dos valores artísticos pregados na Arte Moderna permaneceram na Arte Contemporânea, entre eles, o desejo pelas invenções e experimentações artísticas.

Pintura em serigrafia do artista contemporâneo Andy Warhol, representando Marilyn Monroe. (Foto: Pixabay)

Na Arte Contemporânea o conceito, a atitude e a ideia da obra são mais valorizados do que necessariamente o objeto final. Mais do que contemplar a natureza estética, a Arte Contemporânea busca refletir de modo subjetivo sobre a peça artística.

A Arte Contemporânea é constituída por uma série de estilos, perspectivas e técnicas, que pode ser manifestada através da pintura, da dança, música, teatro, escultura, literatura, moda, instalações, etc.

Em outras palavras, é possível afirmar que, na Arte Contemporânea, a obra já não é o objeto em si, pois funde-se com o processo criativo, de modo que nas intervenções artísticas o ambiente é trabalhado pelo artista de forma que ele venha a integrar-se à obra.

Propondo expressões artísticas originais a partir de técnicas inovadoras, a Arte Contemporânea perdura até os dias atuais, período esse denominado de pós-modernismo.

Atualmente, as maiores vitrines internacionais para a Arte Contemporânea são as bienais.  Tomando seu lugar a cada dois anos, as grandes exposições reúnem artistas de todo mundo, ajudando a colocar em destaque o que está sendo produzido nesse âmbito. Hoje estima-se, que há cerca de 100 bienais em cidades como São Paulo, Istambul, Moscou e Sydney.

Contexto da Arte Contemporânea

O termo contemporânea vem do latim contemporanĕu, que corresponde a união das palavras “com” (junto) e “tempus” (tempo). Portanto, o termo significa que ou quem do mesmo tempo ou época, sendo utilizado como adjetivo para indicar o tempo presente, atual.

Considerada uma ação de ruptura moderna, a Arte Contemporânea, em seus estilos, escolas e movimentos, surgiu por volta da segunda metade do século XX, mais precisamente após a Segunda Guerra Mundial.

Após a guerra o sentimento que predominava era de reconstrução da sociedade. Os artistas estavam voltados para a verdade do inconsciente. Apoiados no avanço da globalização, das novas tecnologias e mídias, eles passaram a enxergar novos meios de se expressar artisticamente.

Arte Contemporânea: Romero Britto
Obra do artista contemporâneo brasileiro, Romero Britto, na arena O2 World em Berlim. (Foto: Wikipédia)

O apogeu da Arte Contemporânea ocorreu nos anos de 1950, quando a efervescência cultural da década começou a questionar a sociedade do pós-guerra, voltando-se contra o estilo de vida difundido no cinema, na moda, na televisão e na literatura.

A ciência e a tecnologia possibilitaram a percepção das pessoas, de que a arte feita por outros, poderia ser a tradução de suas próprias vidas. A consciência ecológica e o reaproveitamento de materiais são temas recorrentes, que predominaram no final do século XX.

Os avanços tecnológicos, impulsionados pela corrida espacial, também influenciaram a Arte Contemporânea. Essa influência pode ser percebida ao observar os objetos construídos com formatos aerodinâmicas e alusivos ao espaço, com forte recorrência ao brilho do vinil.

Em um contexto caracterizado pelo avanço da globalização, cultura de massa e o desenvolvimento das novas tecnologias e mídias, a arte ofereceu novas experiências baseadas nos processos artísticos em detrimento do objeto.

Assim, a mudança da era moderna para a era contemporânea, proporcionou mudanças significativas no campo da cultura e das artes, dando início a um tendência artística que priorizava a ideia, o conceito e a atitude acima do objeto artístico final.

Foi nesse contexto que surgiu a Arte Contemporânea, uma tendência que tem por objetivo a produção da arte e, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre ela.

Características da Arte Contemporânea

Uma das características da Arte Contemporânea é a ruptura com alguns aspectos da Arte Moderna. Ela abandonou diversos paradigmas, trazendo valores para a constituição de uma nova mentalidade.

Apesar de abrigar alguns valores da Arte Moderna como inovações, experimentações e diluição de fronteiras entre as formas artísticas, a Arte Contemporânea amplia o leque abrindo espaço para uma diversidade de estilos, perspectivas e técnicas.

Além disso, em relação à Arte Moderna, a Arte Contemporânea ampliou a abrangência de linguagens artísticas com a presença de dança, música, moda, fotografia, pintura, teatro, escultura, literatura, performances, happenings, instalações, videoarte, entre outras.

Na Arte Contemporânea a liberdade de criação é tamanha a ponto de o artista poder transitar entre os diferentes períodos, pois ele possui liberdade total para se expressar tanto tecnicamente como conceitualmente.

Algumas das principais características da Arte Contemporânea são:

  • Afastamento das bases tradicionais;
  • Junção de arte e vida;
  • Utilização de novas tecnologias e mídias;
  • Combinação de estilos artísticos;
  • Criação de obras interativas;
  • Produção de obras que questionam a definição de arte;
  • Aproximação com a cultura popular;
  • Utilização de materiais diferentes para a produção das obras;
  • Liberdade e efemeridade artística.
Arte Contemporânea: grafitte de Eduardo Kobra
“Povos nativos dos 5 continentes”, mural do grafiteiro Eduardo Kobra. (Foto: Wikipédia)

Principais movimentos e artistas da Arte Contemporânea

Assim como acontecia na Arte Moderna, os principais movimentos e escolas vanguardistas que surgiram com base na Arte Contemporânea estão associados à ideia da comunicação e do não do consumo.

Geralmente, quando surgiam os movimentos na Arte Contemporânea, eles se revelavam através das variadas linguagens e por meio da constante experimentação de novas técnicas.

Entre os principais movimentos, destacam-se: Pop Art, Arte Conceitual, Arte Digital, Fotografia, Instalação, Arte Urbana, Body Art, Arte povera, Arte de Novas Mídias, Hiperrealismo, Fotorrealismo, Op art e Arte cinética.

No cenário mundial, alguns artistas merecem destaque pelos seus trabalhos na Arte Contemporânea. Os mais conhecidos são: Andy Warhol, Bansky, Damien Hirst, Jean-Michel Basquiat, Anselm Kiefer, Richard Serra, Bill Viola, Jeff Koons, Marina Abramović, Gerhard Richter, Takashi Murakami, Lucian Freud, Keith Haring.

Arte Contemporânea no Brasil

A Arte Contemporânea começou a se desenvolver no Brasil, a partir da década de 1950, com o movimento vanguardista conhecido por Neoconcretismo. Nesse processo, alguns artistas se consagraram mundialmente com uma arte inovadora, viva e autoral.

Entre os principais artistas brasileiros que fomentaram a Arte Contemporânea no país, destacam-se: Hélio Oiticica (1937 – 1980); Romero Britto (1963); Ferreira Gullar (1930 – 2016); Amilcar de Castro (1920 – 2002); Lygia Clark (1920 – 1988); Lygia Pape (1927 – 2004); Aluísio Carvão (1920-2001; Franz Weissmann (1911-2005); Hércules Barsotti (1914-2010); Willys de Castro (1926 – 1988); Cildo Meireles (1948-); Eduardo Kobra (1975); entre outros.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. Arte Contemporânea; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/arte-contemporanea >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:01.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]