Arte Figurativa

São expressões artísticas que representam as artes visuais

A arte figurativa, também conhecida como figurativismo, é reconhecida como um estilo das artes visuais e utiliza de pinturas, esculturas, gravuras e outros.

Ela é utilizada para representar artisticamente a forma humana, os elementos que compõem a natureza e tudo o que foi criado pelas mãos do homem.

A arte figurativa pode ser realista ou estilizada, mas independente do modo escolhido pelo artista é necessário que as pessoas consigam compreender exatamente do que se trata.

Para isso, os autores devem criar suas obras sendo fiéis à realidade da sociedade, fazendo com que o observador consiga identificar, no dia a dia, o objeto que está representado.

Criança com seu brinquedo num momento de lazer foi representada através da arte figurativa.
Criança num momento de lazer sendo retratada através da arte figurativa. (Foto: Flickr)

História da arte figurativa

O início da arte figurativa se deu séculos atrás. A arte rupestre já mostrava a necessidade de uma arte que apresentasse os hábitos da época, emoções, sentimentos e que conseguisse representar elementos da natureza.

Alguns movimentos artísticos, como Renascimento, Barroco e Realismo já se utilizavam da figuração de elementos, pois os artistas buscavam se aproximar da realidade que estavam observando.

Já o Impressionismo e o Expressionismo, que surgiram no final do século XIX, também eram figurativos, mas não se preocupavam tanto com a credibilidade.

A arte figurativa começou a ser utilizada antes da fotografia ser descoberta. Os nobres, principalmente, faziam uso dela para poder enaltecer e individualizar a pessoa que estava sendo desenhada.

Pode-se perceber, portanto, que o figurativismo ficou em alta durante muitos séculos e serviu para que os artistas conseguissem retratar suas obras com bastante verossimilhança.

No início do século XX, com a chegada das vanguardas europeias, da arte moderna e arte contemporânea, o figurativismo começou a declinar.

A partir de então, a arte abstrata passou a se apresentar de forma mais sólida, com obras sem uma representação fiel da realidade.

Características da arte figurativa

A arte figurativa possui características que são próprias e que mostram a diferença desse estilo de arte para os outros.

Confira algumas particularidades dessa representação artística:

  • Arte representativa: essa arte faz representação da sociedade, do que é perceptível e de algo que foi criado pelas mãos dos homens.
  • Arte realista:  essa característica tem a ver com a representação da realidade, do que o artista está vendo e a sua representação através da obra de arte.
  • Arte estilizada: são as artes produzidas através de símbolos ou convenções estéticas.
  • Utilização de elementos da natureza: um dos atributos que a arte figurativa possui é o da reprodução de objetos e seres que estão presentes na natureza.
  • Credibilidade: a verossimilhança é algo inerente a esse estilo de arte, visto que existe a necessidade de apresentar uma obra realista e correta do que está sendo visto pelo artista.

Existem muitos movimentos artísticos que possuem o estilo figurativo e eles podem aparecer tanto com as artes realistas, quanto com as artes estilizadas.

Gêneros

A arte figurativa se enquadra em vários tipos de gêneros e através de cada um deles consegue se desenvolver de forma diferente.

Segue abaixo alguns tipos e suas particularidades:

  • Marinha: esse gênero tem como atributo retratar a arte figurativa que possui ligação com o mar, como barcos, pescadores e paisagens marítimas. Ela iniciou-se nos países baixos, no século XVI. O desenho do navio insígnia Christianus Qvintus, feito por Christian Molsted é uma das representações dessa especificidade.
  • Natureza-morta: sua principal finalidade é fazer a retratação de objetos que não tenha vida, algo “morto”, como um vaso de flores, um animal sem vida e uma fruteira com frutas dentro. Desde seu surgimento, no século XVI, foi bastante utilizado por alguns artistas. Existe uma obra feita por Cèzanne que possui apenas maçãs com laranjas, e esse é um exemplo da natureza-morta.
  • Paisagem: nesse gênero, a principal finalidade é retratar algum local, seja no campo ou na cidade. Seu surgimento se deu a partir do século XV, com a chegada da Arte Renascentista. É tida como uma das artes mais conhecidas, assim como o retrato. Uma pintura que é um dos referenciais é The Ostra, criada por Friedrich.
  • Retrato: ele é um dos principais gêneros na arte figurativa e sua função, desde a Antiguidade, é individualizar uma pessoa ou um grupo, como amigos, familiares, etc. O artista Andy Warhol foi um dos que conseguiram desenvolver esse gênero.
  • Pintura mitológica: sua participação dentro da arte figurativa está relacionada com a representação de seres ou de acontecimentos mitológicos. O “Nascimento de Vênus” é uma representações desse gênero, que foi feita por Sandro Botticelli.
  • Pintura histórica: surgiu no século XVII e tem como intuito retratar temas e acontecimentos que marcaram a história. Eugène Delacroix deu vida a arte “A Liberdade Guiando o Povo”, que é um dos exemplos para a arte figurativa.
  • Pintura de gênero: eclodiu no século XVI junto com a Arte Barroca e possui a finalidade fazer a representação das cenas do dia a dia, tanto de mulheres com os seus afazeres domésticos, no cuidado com a casa e dos filhos, como também dos homens na realização de seus serviços diários. Um dos exemplos de produções já produzidos, utilizando esse gênero foi “Os Trapaceiros”, produzido por Valentin de Bolougne.
  • Pintura religiosa: também participante do gênero figurativo, o seu aparecimento se deu há muito tempo atrás e faz representação de conteúdos religiosos, como a vida de alguns santos, milagres que tenham ocorrido, dentre outros. Uma das representações desse gênero foi “A Última Ceia de Leonardo da Vinci“.
A obra Casa de campo em East Bergholt, de John Constable é uma arte figurativa..
A obra “Casa de campo em East Bergholt”, de John Constable (1776–1837), é um exemplo de figurativa. (Foto: Wikipedia)

Arte abstrata

A arte abstrata é o oposto da arte figurativa, sendo chamado por alguns pelo nome de não figurativismo para retratar verdadeiramente a sua diferença no modo de representar a arte.

É considerada como abstracionismo as expressões artísticas através de esculturas, pinturas, gravuras e outras, onde o autor não faça nenhuma representação de imagens figurativas da realidade.

O artista se concentra e expressa sua arte livremente, utilizando cores, linhas, formas e ritmos que desejar, sem se prender a nenhuma influência de objetos da realidade. Não existe a preocupação de ter uma imagem pré-definida para fazer a arte da mesma.

As obras de artes abstratas podem ser encontradas através do abstracionismo lírico e do abstracionismo geométrico.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Lima, Vinicius. Arte Figurativa; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/arte-figurativa >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:27.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]