Arte Inca

Considerada detalhista e sofisticada

A arte inca é considerada uma das artes mais bem organizadas e ricas da história da humanidade. Esse modelo de arte constituiu o maior período da América do Sul e a América Pré-Colombiana. Destacou-se pelo uso de prata, joias, tecidos e ouro. A qualidade dos objetos desse período também chama atenção.

Foi produzida pela civilização inca, que habitou uma determinada região da Cordilheira dos Andes (hoje conhecida como Peru), entre os anos 3000 a.C. e 1500 d.C. Os incas eram considerados mais desenvolvidos que os povos maias e astecas. Os artistas eram extremamente detalhistas, sofisticados e precisos, e geralmente produziam representações de animais, deuses e elementos da natureza.

Painel modelo da arte inca
A arte inca é considerada uma das mais criativas. (Foto: Pxhere)

Artesanato inca

O artesanato foi um dos elementos mais importantes para a cultura inca. O artesanato em tecido era o que mais se destacava, pois eles desenvolveram uma técnica muito precisa e detalhada para produção de estampas ricas em detalhes, cores vivas e em variedade. Os artesãos utilizavam bastante o ouro em suas peças.

Os incas contavam com o fácil acesso a matéria-prima, a exemplo do algodão e da que era retirada das lhamas e alpacas. Era comum notar a presença de aplicação de plumas em chapeis e mantos. As tintas vegetais e naturais, o metal, a madeira e as fibra eram outros materiais comumente usados pelos artesãos incas.

É importante destacar que grande parte dos objetos artesanais produzidos pelos incas eram utilizados em rituais e cerimônias espirituais. Existiu também a produção de esculturas que representavam seus deuses.

Arquitetura inca

A arquitetura inca se destacava pela sua sobriedade e por ter alcançado um grau elevado de técnica para a época. Os incas usavam a pedra como principal base para as construções e produziam as plantas em formato retangular e com menos frequência, em modelos arredondados. Antes dessa técnica, era comum que as construções fossem feitas com adobe.

As ruínas de Machu Picchu são um dos exemplos mais conhecidos da arquitetura inca. Pesquisadores estimam que o monumento foi criado em meados de 1450. Fica localizado em uma cidade construída nos Andes e foi descoberto só no início do século XX. Foi construído para servir de proteção para os incas no período das guerras de conquista, como também para servir de local especial para cerimônias religiosas.

Os incas também construíam aquedutos, templos, casas, palácios, túneis e estradas com pedras que faziam uma espécie de trilha para que pudessem chegar nos monumentos.

A cerâmica

Assim como o artesanato, a cerâmica foi um dos elementos mais importantes da cultura inca. As obras envolvendo esse material eram criativas com técnicas avançadas, refinadas e detalhistas. A partir da observação dos elementos cerâmicos produzidos pelos incas é possível estudar não só a sua cultura, costumes, crenças, como o também como ocorreu a sucessão de culturas.

Existiam duas principais técnicas de formação de cerâmicas incas. A primeira era produzida para ser utilizada em artefatos cotidianos e domésticos e tinha uma forma mais rústica e simples.

A segunda técnica era produzida para ser utilizada por deuses e sacerdotes e por essa razão era mais refinada e sofisticada.

A presença das cores era o grande destaque da cerâmica inca. Os artesãos possuíam domínio sobre a produção de cerca de 13 tipos de cores diferentes. Os modelos de peça recebiam polimentos específicos para que a tinta fixasse melhor sobre a superfície. Além disso, variavam de formato, tamanho e detalhes dependendo do território no qual eram produzidos.

Em Nazca, os objetos cerâmicos eram criados com uma estrutura superfina e polidas com a presença de enfeites representando frutos e flores, era comum também o uso de representação de cabeças humanas reduzidas e mumificadas.

Em Parcas e Chavín, os objetos cerâmicos eram criados a partir de representação de felinos que poderiam ser pintados ou empalhados. Já em Tihuanaco, os objetos cerâmicos apresentavam a forma de uma taça sem pé nas cores laranja ou vermelho.

Curiosidades sobre o povo inca

Conheça algumas curiosidades sobre o povo inca:

  • Os incas também ficaram bastante conhecidos pela criação de instrumentos, a exemplo da flauta. Eles usavam os instrumentos, principalmente, para homenagear os elementos da natureza e seus deuses;
  • A culinária do povo inca era rica em cereais, carnes, pães e vegetais;
  • Os incas consideravam a quinoa o cereal mais sagrado e valoroso;
  • Os incas eram politeístas e acreditavam que todos os deuses tinham ligação com os elementos da natureza como a chuva, a lua, o vento, a tempestade, o sol, entre outros.

Outras artes pré-colombianas

As artes pré-colombiana são todas as manifestações artísticas dos povos nativos mesoamericanos que foram produzidas antes dos espanhóis e portugueses conquistarem a América Latina.

Nesta época, os objetos artísticos tinham uma função espiritual e religiosa e por isso, eram considerados, acima de tudo, sagrados. Os objetos mais comuns eram: amuletos, tecidos, pinturas, relevos esculturas, monumento e utensílios domésticos.

As artes produzidas nesse período se estendem das montanhas do Peru às planícies do oeste dos Estados Unidos. A arte asteca, maia e inca se destacam como as principais e mais estudadas. Confira abaixo a definição:

Arte asteca

O povo asteca viveu em uma região – hoje conhecida como México – entre os anos de 1300 e 1521. Eles eram divididos em pequenos grupos étnicos e sua cultura é considera bastante rica e diversa. A arte asteca tinha como principal característica a representação dos deuses e das crenças do seu povo.

Na arte asteca era possível encontrar a representação de máscara, pinturas, cerâmicas, utensílios religiosos, pinturas em templos, fardamento de reis, cores fortes, construção de palácios e templos, esculturas, entre outros.

Arte maia

O povo maia viveu em uma região na América Central entre 1000 a.C. até o século XVIII. Atualmente, na região, se encontram os países El Salvador, Guatemala, México, Honduras e Belize. A arte maia usava materiais como a madeira, a terracota, o gesso, o cimento, a pedra, a terra, o papel, entre outros.

Assim como a inca e a asteca, a arte maia tinha uma forte ligação com a religião e os deuses. Reproduziam painéis de forma naturalista, assim como pinturas e artesanatos carregados de simbolismo e significados.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Maria Azevedo, Amanda. Arte Inca; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/arte-inca >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 18:48.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]