Bacia Amazônica

A maior do planeta

A Bacia Amazônica compreende um conjunto de recursos hídricos que afluem para o rio Amazonas. Trata-se de uma bacia que pertence a região hidrográfica do Amazonas, uma das doze situadas no território brasileiro.  É composta por todos os rios, riachos e outros tipos de mananciais que desembocam nas águas do rio Amazonas.

É uma bacia que integra vários lugares. Na região Norte, por exemplo, encontra-se no Acre; Estado de Roraima;  Rondônia; Estado do Pará e Amapá. Atinge também o estado do Mato Grosso, que fica na região Centro Oeste.

Além desses, engloba países da América do Sul: Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa.

A Bacia Amazônica fica no rio Amazonas, que é perfeitamente navegável.
O rio Amazonas é a principal via de transporte (hidrovia) da região Norte brasileira. (Foto: Wikipédia)

A Extensa Bacia Amazônica

A Bacia Amazônica atinge uma extensão territorial de cerca de 7.500.000 de quilômetros quadrados, isso faz dela a maior bacia hidrográfica do mundo, sendo a responsável por um quinto do fluxo fluvial do planeta Terra.

A água que jorra por todos os rios amazônicos consiste em cerca de 20% da água doce e líquida do mundo.É também a maior bacia de regime misto planeta, agindo tanto no regime pluvial, quando as enchentes e vazantes são consequências das chuvas, quanto no regime nival, em virtude do derretimento das geleiras nas montanhas da Cordilheira dos Andes.

A Bacia Amazônica é constituída pelo rio Amazonas e seus afluentes, que ficam localizados tanto no Hemisfério Norte quanto no Hemisfério Sul. Por conta disso, o rio Amazonas possui dois períodos de chuva, porque os dois hemisférios têm épocas diferentes. Da nascente no Peru até a foz no oceano Atlântico, o rio Amazonas atinge quase 7 mil quilômetros.

Está em uma região que comporta a Floresta Amazônica, a maior floresta tropical das Américas. Lá existe uma biodiversidade incomparável, tanto de fauna quanto de flora. A Floresta Amazônica estabelece o maior agrupamento de plantas vivas e de espécies de animais do planeta Terra.

A bacia delimita-se ao norte com o Planalto das Guianas e ao sul com o Planalto Brasileiro. A nascente do rio Amazonas fica situada ao oeste dos Andes, que fica no território peruano e apresenta o nome de Marañon. Quando entra no Brasil é denominado de Solimões. O clima predominante na região é o equatorial.

O rio Amazonas é originado pela afluência do rio Solimões e do rio Negro. Possui mais de  7 mil afluentes e aproximadamente 25 mil quilômetros de vias navegáveis. Cerca de 3,89 milhões de quilômetros quadrados desse rio está situado no Brasil, o que significa uma média de 45% de todo o território.

Ele nasce na Cordilheira dos Andes, Peru, e tem cerca de 6.400 km. Desses, uma média de 3.165 Km encontra-se em território brasileiro e a vazão fica em torno de 209.000 m³/s, cerca de 73%.

É um rio típico de planície, sendo em sua maior parte navegável. Funciona como meio de locomoção e, por isso, tem muita importância para o povo da Amazônia.

O rio é considerado o segundo maior em extensão do mundo, ficando atrás somente do rio Nilo, localizado no nordeste da África. Em se tratando de volume de água, o rio Amazonas é o maior.

Mapa da Bacia Amazônica.
Mapa da maior bacia hidrográfica do Brasil e do mundo. (Foto: Wikimedia Commons)

Bacia Hidrográfica

Bacia hidrográfica, também chamada de bacia de drenagem, é uma extensão ou superfície de escoamento de um rio central e seus afluentes.

As bacias ficam localizadas em regiões de maiores altitudes do relevo por fragmentos de água. As chuvas são drenadas de forma superficial, produzindo rios e riachos, ou então, infiltram no solo para promover a formação das nascentes e do lençol freático.

A Formação da Bacia Amazônica

De acordo com estudos, a Bacia Amazônica foi constituída a partir de um imenso golfo, cujo entrada se dava através do oceano Pacífico. Quando a Cordilheira dos Andes se formou, o golfo acabou se fechando ao oeste, ocasionando um enorme lago na região norte da América do Sul.

Quando aconteceu a separação entre África e América, aconteceu uma abertura do lado leste e isso originou a configuração atual dessa bacia. Por causa da origem lacustre, o rio Amazonas possui inclinação leve no decorrer de seu percurso. 

Acontecem muitos encontros de águas na região da Bacia Amazônica.
Encontro das águas do rio Negro com o rio Solimões, em Manaus – AM. É um fenômeno natural muito comum em rios da Amazônia. (Foto: Wikipédia)

Rios Afluentes

O território hidrográfico da Bacia Amazônica é constituído por igarapés, recifes, riachos, praias, lagos de várzea, matas alagadas, entre outros. São muitos os rios que compõem essa bacia, segue a lista de alguns deles:

  • Rio Branco
  • Rio Içá
  • Rio Iriri
  • Rio Japurá
  • Rio Jari
  • Rio Javari
  • Rio Jurema
  • Rio Juruá
  • Rio Madeira
  • Rio Mamoré
  • Rio Paru
  • Rio Purus
  • Rio Tapajós
  • Rio Tocantins
  • Rio Trombetas
  • Rio Uatumã
  • Rio Xingu

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Bacia Amazônica; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bacia-amazonica >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 17:07.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]