Bacia Hidrográfica

Rede de drenagem da água

A Bacia Hidrográfica também conhecida como bacia de drenagem é uma extensão ou uma superfície sobre a terra, onde ocorre o escoamento superficial de um determinado rio central e de seus afluentes e subafluentes.

As águas correm pela rede de drenagem ou rede hidrográfica e convergem para um ponto definido, chamado de exutório. Já as sub-bacias são as regiões de drenagem dos tributários do principal curso de água. A hidrografia e o relevo são aspectos primordiais para que uma bacia hidrográfica seja desenvolvida.

A bacia hidrográfica Amazônica é a bacia do rio Amazonas.
A bacia Amazônica é a maior rede hidrográfica de regime misto do mundo. (Foto: Flickr)

Bacia Hidrográfica

De acordo com a história da humanidade, o ser humano e as bacias hidrográficas estão diretamente conectados. O berço da civilização egípcia foi a bacia do rio Nilo, o refúgio da civilização mesopotâmica foi o vale dos rios Eufrates e Tigre, os hebreus se refugiaram na bacia do rio Jordão, os chineses evoluíram nas margens dos rios Yangtzé e Huang Ho e os hindus evoluíram na planície dos rios Indo e Ganges.

A bacia hidrográfica fica localizada em uma região de maior altitude do relevo por fragmentos de água. As águas das chuvas podem ser drenadas de forma superficial, produzindo assim os rios, riachos, ribeirões e córregos, ou então, essas águas penetram no solo para a composição das nascentes e do lençol freático.

Sendo assim, a descrição se desenvolve com uma amplitude (medida escalar) que excede os aspectos hidrológicos e envolve também o estudo da biofísica estrutural, as modificações nos padrões de uso da terra e também as consequências ecológicas. Em se tratando de um estudo hidrológico, existem ainda, muitas variações.

Uma bacia hidrográfica pode ser subdividida em duas seções interdependentes, que são estabelecidas pela geomorfologia, por uma região de terra sólida e uma região de planície. Com isso, é possível encontrar tanto o rio central quanto as áreas inundadas.

Em uma bacia de drenagem, as regiões planas desenvolvem uma atividade ecológica que é fundamental no controle dos alagamentos, isso regula as enchentes (enxurrada) e as jusantes (ponto referencial) do rio central.

As áreas inundadas possuem um filtro biológico eficiente, isso possibilita que se mantenha a qualidade do recurso hídrico. Dessa forma, o controle da abundância e da qualidade da água se torna muito importante, tanto para o filtro biológico quanto para toda a bacia hidrográfica, sendo assim ocorre uma estratégia sustentável de ações econômicas e sociais em situações regionais.

A Chuva

A chuva tem fundamental responsabilidade na entrada de água no ciclo hidrológico e quando a chuva cai do céu, uma porção escoa pelos rios, outra porção infiltra e o que sobra passa pela evaporação ou ficam nas folhas da vegetação.

Em todo o processo, o uso da água é feito de várias formas e por fim alcança o mar, local onde passa pelo processo de evaporação que depois condensa em nuvens e vai fluindo com o vento, dando início a todo o ciclo novamente.

A bacia hidrográfica possui um limite que divide as águas, separando das bacias adjacentes, possivelmente estabelecido nas cartas topográficas. As águas superficiais vindas de todo e qualquer ponto que o divisor limita, partem da bacia e passam pelo setor estabelecido e a chuva que cai fora da bacia, auxilia no escoamento no setor classificado.

É por isso que a bacia hidrográfica é compreendida a partir de duas concepções, que são: rede hidrográfica e relevo. As terras podem ser fragmentadas em bacias geográficas de muitos rios, de acordo com os mapas geográficos.

A bacia hidrográfica do São Francisco é a bacia do rio São Francisco.
A bacia do rio São Francisco é uma rede hidrográfica totalmente brasileira. (Foto: Pixabay)

Classificação das Bacias

A definição de bacia hidrográfica é a região onde acontece a captação de água, ou seja, é a drenagem da água para o rio principal e os seus afluentes. Isso se dá por causa das características geográficas e topográficas que possui.

De acordo com os especialistas em geografia, conforme o modo como as águas fluem, as bacias hidrográficas são classificadas em:

  • Arreica – acontece quando o rio seca em uma etapa específica do trajeto, ou então, quando as águas são destinadas aos lençóis freáticos.
  • Criptorreica – acontece quando as águas desembocam no interior das rochas calcárias (porosas), produzindo lagos subterrâneos, mais conhecidos como grutas.
  • Endorreica – acontece quando as águas caem em um lago ou no mar fechado.
  • Exorreica – acontece quando as águas drenam de forma direta ou indireta para o mar.

Bacia Hidrográfica no Brasil

O Brasil é pais considerado privilegiado em questão da disponibilidade de água doce que possui. Uma média de 12% das reservas de água doce de todo o planeta Terra, estão em território brasileiro.

Segundo as entidades: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), o Brasil possui 12 bacias hidrográficas espalhadas por todo o território nacional.

As bacias hidrográficas brasileiras são:

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Bacia Hidrográfica; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bacia-hidrografica >. Acesso em 20 de setembro de 2019 às 15:18.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

Mapa de identificação da bacia hidrográfica Atlântico Nordeste Oriental.

Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Oriental

A Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Oriental faz parte das doze […]

Rio Itapecuru, da bacia hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental.

Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental

A Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental faz parte das doze […]

Bacia do Uruguai

Bacia do Uruguai

A Bacia do Uruguai fica situada na região Sul do […]

Bacia do Rio São Francisco

A Bacia do Rio São Francisco é uma bacia hidrográfica […]