Bactérias

Microrganismos pertencentes ao Reino Monera

As bactérias fazem parte do Reino Monera. Integram também parte desse reino as arqueobactérias e cianobactérias. Esses microrganismos têm algumas características em comum, entre elas o fato de serem procariontes (não possuem núcleo celular ou qualquer outro dispositivo que se envolva com a membrana).

Essa característica determina que o material genético dessas células não possui uma membrana nuclear organizadora, ele fica misturado. Todos os indivíduos do Reino Monera são classificados como procariontes e o único reino procarionte encontrado na natureza é o Reino Monera.

Algumas bactérias são indispensáveis nos ecossistemas e também na vida humana, já outras podem causar doenças.

São encontradas por toda parte. Estima-se que a boca é o segundo lugar do corpo humano com maior número de bactérias, aproximadamente 150 milhões desses microrganismos são detectados por centímetros quadrados.

Características gerais das bactérias

As bactérias são estudadas em diversos segmentos. A maior abordagem é feita na saúde pública, nos alimentos, na estética e na microbiota. Podem causar doenças leves e altamente prejudiciais, mas também são grandes aliadas na produção de alimentos ou na digestão dos animais em geral.

Além disso, atuam até mesmo na estética, na aplicação de botox, por exemplo, fertilização da terra e protegendo o organismo contra outros invasores que podem causar maiores complicações.

São microrganismos:

  • Procariontes – formados por uma célula simples. Seu material genético fica solto no citoplasma.
  • Unicelulares – organismos formados apenas por uma célula.
  • Podem viver em colônias – podem ser encontradas em milhões ou não.
  • Autótrofos ou heterótrofos – o primeiro é capaz de produzir seu próprio composto orgânico, ou seja, se auto alimenta. Já o segundo depende de outros organismos para se alimentar.
  • Aeróbios ou anaeróbicos – O primeiro precisa de oxigênio para sobreviver. O segundo não pode absorvê-lo Tem ainda as bactérias que vivem com oxigênio, mas se faltar a estrutura vital não é comprometida. Essas são chamadas de aeróbios facultativos.

Importância

Entre outras funções, são capazes de atuar diretamente na decomposição de materiais orgânicos. Sendo assim,  desempenham um grande papel na natureza, como a reciclagem.

Além dos resíduo de alimentos, são capazes de decompor materiais como urina e fezes, por exemplo.

Ainda dando destaque para o papel no meio ambiente, toda matéria que é decomposta por esses microrganismos influenciam no clico do nitrogênio e oxigênio. O primeiro ciclo é realizado por bactérias do gênero Rhizobium, geralmente encontradas em leguminosas.

A ação dessas bactérias faz com que o nitrogênio da atmosfera seja transformado em nutrientes aproveitados pelas plantas e auxiliam na cadeia alimentar dos animais herbívoros.

No corpo humano, as bactérias também atuam em diferentes papeis. As bactérias Methanobacterium smithii, Escherichia coli, Lactobacillus acidophillus, além das do gênero Pseudomonas, Acinetobacter e Moraxella auxiliam no sistema digestivo, quebrando algumas substâncias prejudiciais, e produzem vitaminas.

Algumas bactérias também auxiliam no sistema imunológico, protegendo o ser humano de ataques de bactérias mais potentes.

Tipos de bactérias

As bactérias diferem em alguns aspectos. Entre eles a forma, cor e como são encontradas.

Formatos

  • Coco: esse tipo tem formato esférico
  • Bacilo: assume formato de bastão
  • Vibrião: se assemelham a um balão
  • Espirilo: são onduladas
  • Espiroqueta: formato de espiral

Como se organizam

Apenas os Bacilos e os cocos formam colônias.

  • Diplococo: tem forma esférica ou subesférica e se organizam em duplas
  • Estreptococos: formam ramificações semelhantes a uma corda com várias bolas presas
  • Estafilococos: parecem cachos de uvas
  • Sarcina: tem formato cúbico com 4 ou 8 cocos. Organizam-SE de forma simétrica
  • Diplobacilos: Bacilos organizados em duplas
  • Estreptobacilos: Bacilos encontrados em ramos

Estrutura

As bactérias possuem estrutura simples. Basicamente são compostas por parede celular, membrana, citoplasma, ribossomos, nucleóide, plasmídeo e algumas possuem flagelos. Seguem as características de cada composição:

Parede celular: formada por peptidoglicano (material composto por açúcares), estrutura rígida que dá formato a célula e protege seu interior.

Membrana celular: é lipoproteica e age diretamente nos processos de absorção de nutrientes e produção de energia.

Citoplasma: substância gelatinosa que contém muitos líquidos. Toda ação metabólica das bactérias ocorre no citoplasma.

Ribossomos: presentes no citoplasma, são responsáveis pela síntese de proteínas bacterianas.

Nucleóide: DNA da bactéria que fica em contato também com o citoplasma da célula.

Plasmídio: são moléculas de DNA com capacidade de reprodução própria.

Flagelos: servem para locomoção.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Luna, Fernanda. Bactérias; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bacterias >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 19:53.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]