Baleia

Mamífero marinho da ordem dos cetáceos

A baleia é um mamífero marinho pertencente à classe dos cetáceos. Os cetáceos podem ser de duas formas: misticetos, que são os que possuem barbatanas, ou odontocetos, que são os que possuem dentes, além dos golfinhos.

É o maior animal existente no planeta. Estudos apontam que a baleia é a evolução de animais onívoros que viviam na terra, e as suas nadadeiras são adaptações que surgiram a partir das suas patas. O estudo é sustentado no fato de que, apesar de serem animais aquáticos, as baleias conseguem respirar fora da água.

Apesar de precisarem subir à superfície da água para respirarem, elas conseguem ficar bastante tempo imersas, pois possuem sistema circulatório e sistema respiratório muito eficientes. Elas se comunicam entre si, a partir da emissão de sons.

As baleias possuem um esqueleto parecido com o de mamíferos terrestres de grande porte, como o elefante, por exemplo. A grossa camada de gordura que elas acumulam no corpo serve para manter a sua temperatura, além de armazenar energia.

baleia
A cauda da baleia, segundo estudos, é uma evolução das suas antigas patas. (Foto: Pixabay)

Classificação da baleia

Quanto à sua classificação, a baleia é um cetáceo. Esse termo é usado para denominar as 78 espécies que existem. Dentre essas espécies, as que possuem mais de 4 metros de comprimento, são chamadas de baleia, e as menores fazem parte do grupo dos delfins e das toninhas.

Das cerca de 40 espécies desse mamífero que existem atualmente, pelo menos metade delas é considerada rara ou ameaçada de extinção. Por conta do seu valor comercial, a caça faz com que o número de captura desses animais seja maior do que o número de nascimentos.

A ordem cetácea pode ser dividida em duas subordens, que são os odontocetos e os misticetos. Veja a diferença entre eles:

  • Odontocetos: são os cetáceos que possuem dentes. Essa dentição aparece após a lactação e, na maioria dos casos, os dentes são todos iguais. Esses dentes não são usados na mastigação, apenas na captura das suas presas, que são engolidas inteiras.

Elas comem peixes, lulas e crustáceos. Algumas baleias podem comer outros animais, como tartarugas, aves e outros mamíferos. Uma característica dos odontocetos é que eles possuem um sistema de ecolocalização, que facilita a busca das suas presas, e até mostra a sua forma, tamanho, distância e textura.

  • Misticetos: também podem ser chamados de Mistacocetos. Esse grupo é geralmente composto pelas grandes baleias. Essas não possuem dentes, e sim, as barbatanas, que são cerdas compridas que vão do céu da boca até a sua lateral, e tem a função de reter os alimentos.

Esse tipo de baleia se alimenta de cardumes de peixes pequenos, de pequenos crustáceos e de organismos planctônicos.

De acordo com a história, os ancestrais das baleias eram terrestres e possuíam patas posteriores e nadadeiras parecidas com remos na parte dianteira, que dificultavam a sua locomoção na terra.

Veja no vídeo as cinco maiores baleias existentes:

Espécies

Veja as características de algumas baleias:

  • Azul: faz parte da subordem dos misticetos. Ela é considerada atualmente o maior animal existente, pois chega a medir 30 metros de comprimento, e pesar mais de 140 toneladas. Por dia, ela chega a comer duas toneladas de crustáceos.

A baleia azul é cinza-azulada. Ela consegue nadar uma distância de até 30 km por hora. O seu tempo de gestação é de 11 meses, e os filhotes nascem com sete metros de comprimento e pesando duas toneladas e meia, precisando ser alimentados por cerca de sete meses. As fêmeas são maiores do que os machos.

  • Jubarte: também faz parte do grupo dos misticetos. A Jubarte pode ser encontrada em todos os oceanos. Ela chega a medir entre 12 e 16 metros, e pesam mais de 40 toneladas.

A gestação da Jubarte dura cerca de um ano, e nasce apenas um filhote, com 5 metros de comprimento e 1,5 tonelada. Elas passam entre 6 e 10 meses amamentando, e podem viver até 40 anos.

Se alimentam de krill, que é semelhante ao camarão, e de pequenos peixes. No Brasil, as Jubartes são vistas constantemente. Abrolhos, na Bahia, por exemplo, é um famoso ponto de reprodução desses mamíferos.

Jubarte
A baleia Jubarte é muito encontrada em ilhas brasileiras (Foto: Pixabay)
  • Orca: faz parte dos odontocetos. Ela pertence à família dos golfinhos, podendo chegar a oito metros de comprimento e pesar sete toneladas.  Ela frequenta os oceanos e mares de água fria.

A Orca ficou mundialmente conhecida por conta da sua facilidade na adestração, que a fez virar atração em parques ao redor do mundo.

Ela ficou conhecida também como a “baleia assassina”, o que é injusto. Os ataques a humanos foram feitos somente com ela em cativeiro.

Baleia Orca
A baleia orca ficou famosa nos parques e nos filmes. (Foto: Pixabay)

Curiosidades

– Uma baleia pode viver em média 30 anos;

– O sentido mais importante das baleias é a audição, e elas produzem dois tipos de sons;

– O principal órgão de deslocamento da baleia é a sua cauda;

– As suas narinas ficam no alto da cabeça fazendo com que, quando vão à superfície, o ar quente do pulmão saia por elas;

– As baleias ainda são alvo de caça e, por conta disso, várias espécies estão em extinção;

– Em 1986 a Comissão Baleeira Internacional tornou proibida a caça de baleias, o que não é respeitado em países como o Japão, a Noruega e a Islândia.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Pina, Cíntia. Baleia; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/baleia >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:10.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]