Banana

É a fruta mais consumida no Brasil

O termo banana vem do árabe banana, que significa “dedo”, devido à sua forma. A bananeira é pertencente à família botânica Musaceae e atualmente é cultivada em vários países.

Origem da banana

A banana é originária do sudeste da Ásia, na região de Guiné e Indonésia. Porém, na Índia há registros da fruta em escritos budistas em 600 anos a.C.

Acredita-se que, em passagem pela Índia com seu exército, Alexandre, o Grande, da Macedônia, avistou extensos bananais em produção e provou a fruta pela primeira vez. Por conseguinte, as mudas foram espalhadas por outros países de clima tropical.

Características da fruta

Tipicamente uma frutífera de clima subtropical e tropical, a bananeira se adapta a regiões com temperatura entre 15ºC e 35ºC. O maior produtor de bananas é o estado da Bahia, seguido por São Paulo e Minas Gerais.

Banana
Quando a banana é verde, ela é rica em amido resistente. Quando amadurece, esse amido se transforma em açúcar. (Foto: Pixabay)

Temperatura

Esta planta não tolera temperaturas baixas. Em situações que a temperatura fica abaixo de 15ºC, o crescimento e desenvolvimento paralisa. Portanto, a bananeira é uma planta que exige muito calor e umidade.

A luminosidade tem grande influência na fisiologia da bananeira. Períodos com elevada insolação contribuem para que a maturação do cacho ocorra entre 80 e 90 dias, em períodos de pouca insolação o ciclo é estendido.

Solo

A bananeira se adapta em vários tipos de solos, no entanto, a maior aptidão e capacidade produtiva ocorre nos areno-argilosos, férteis, profundos, ricos em matéria orgânica e em cálcio e magnésio, bem drenados e com boa capacidade de retenção de água.

Banana Rizoma
Depois da maturação e colheita do cacho de bananas, o pseudocaule morre (ou é cortado), dando origem, posteriormente, a um novo. (Foto: Wikipédia)

Vale ressaltar que ela não é uma árvore, e sim, uma erva gigante. O caule, também chamado de rizoma, fica embaixo da terra e a parte externa é constituída, basicamente, por folhas.

Na época de floração aparece uma estrutura de quase dois metros de comprimento para segurar o cacho e cada bananeira dá só um cacho por ano.

Uma vez colhidas as frutas, a parte aérea morre, então a planta é cortada. O caule subterrâneo produz ramificações que dão origem à outras bananeiras. Mas, é importante cortar as mais antigas para que ela não “roube” os nutrientes das mais novas.

Embora a banana possa ser encontrada o ano todo, nos meses de maio e junho são comercializadas as melhores safras. A fruta deve ser colhida ainda verde para que o produto não sofra prejuízos na qualidade e no valor nutritivo.

Principais tipos de bananas

No Brasil, tem banana em todas as estações do ano. Existem mais de mil tipos de banana. Os brasileiros encontram com maior frequência as bananas do tipo: nanica, maçã, prata, ouro e da terra.

  • Banana da terra: a polpa mais consistente, mais alaranjada. Ela precisa ser cozida ou assada porque tem o tanino (restringente que deixa mais amarga);
  • Banana nanica: tem uma polpa mais doce e a casca amarelo esverdeado;
  • Banana prata: menos doce e a casca é um pouco mais grossa;
  • Banana maçã: tem uma casca fina, muito doce e esbranquiçada;
  • Banana ouro: é muito similar a banana maçã.

Benefícios da banana

A banana é muito nutritiva: é fonte de carboidratos, fornece fibras e tem minerais como cálcio, potássio, magnésio e vitaminas do tipo: A, B1, B2 e B6 e C.

A banana dá energia para praticar exercícios físicos, além disso, as fibras ajudam muito no funcionamento do intestino. A fruta tem o triptofano – que é o percussor da serotonina, -, um neurotransmissor de bem-estar. Então ela ajuda a manter o bom humor e controlar a ansiedade, ajuda na depressão e reduz o estresse.

Ao contrário do que muitos pessoas pensam, a fruta não é tão calórica. Em uma unidade média tem aproximadamente 70 calorias. Não é apenas a polpa que pode ser consumida, a casca pode ser utilizada para fazer bolos, tortas, pães e vitaminas.

Câimbras

A banana evita câimbra porque ela tem minerais como cálcio, magnésio e potássio. A fruta contribui para o equilíbrio iônico das células.

Fonte de energia

Pode ser misturada com canela, pasta de amendoim e cacau em pó, pois são alimentos termogênicos, ou seja, ajudam a queimar gordura. Ela é muito utilizada por esportistas, pois é uma fonte rápida de energia e ela repõe o glicogênio muscular e o potássio perdido através do suor.

Pressão arterial

A fruta também contribui para controlar a pressão arterial. Um estudo feito pela Universidade do Alabama, nos Estados Unidos (EUA), mostrou que alimentos com alto teor de potássio, diminuem o estreitamento e endurecimento das artérias, além de impedir os bloqueios graves.

Diabéticos

Os diabéticos podem consumir banana, o que deve ser contabilizado é a quantidade de carboidratos e sempre combinado a uma fibra para não dar picos de glicemia.

Biomassa de banana verde

Esse tipo de biomassa é feita com qualquer tipo de banana verde cozida e processada até virar uma pasta consistente, a casca também pode ser utilizada. Pode ser feito em casa ou pode-se comprar pronta em lojas de produtos naturais.

A fruta é muito nutritiva, ajuda a diminuir o colesterol, previne o diabetes, dá sensação de saciedade e, por isso, contribui para a redução de peso.

A biomassa de banana verde é um alimento funcional, prebiótico e contém um amido resistente, que é uma alimento substrato para bactérias benéficas do intestino e para melhor a absorção de nutrientes.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Mendes, Elaine. Banana; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/banana >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 21:22.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]