Bandeira do Paraguai

Símbolo importante do país paraguaio

A Bandeira do Paraguai traz em sua cores, um simbolismo muito grande e rico para o povo paraguaio. Ela foi desenvolvida no decorrer das lutas pela independência, mas o atual estandarte, só foi oficializado no ano de 1842.

A cor vermelha caracteriza o patriotismo, a coragem, a igualdade, a justiça e o heroísmo; a cor branca caracteriza a firmeza, a paz, a pureza e a união; e a cor azul caracteriza a liberdade, a verdade, o conhecimento e o amor. Os emblemas impressos nos dois lados da bandeira do Paraguai são diferentes.

A bandeira do Paraguai é um símbolo importante para o país.
Bandeira oficial do Paraguai (Foto: Public Domain Vectors)

A Bandeira do Paraguai

A bandeira do Paraguai foi adequada no ano de 1842, de acordo com o que foi determinado na Confederación que la Junte gouvernante d’Asunción. Seus emblemas e também as suas proporções foram variando no decorrer do tempo.

A bandeira possui três listras coloridas e de igual tamanho, são elas vermelho, branco e azul. Essas cores foram inspiradas na tricolor francesa, denominação dada para a bandeira da França, que é um símbolo de libertação.

Existem indícios de que a bandeira do Paraguai tenha sido originada nas cores dos uniformes que os soldados paraguaios usaram, quando defenderam Buenos Aires – capital da Argentina, das invasões dos ingleses, no ano de 1807.

A população paraguaia valoriza bastante a representatividade e o simbolismo das cores de sua bandeira, são elas:

  • Vermelho – coragem, heroísmo, igualdade, justiça e patriotismo.
  • Branco – firmeza, paz, pureza e união.
  • Azul – amor, conhecimento, liberdade e verdade.

Os emblemas que ficam no centro da bandeira e impressos dos dois lados, são diferentes. No anverso (frente) há uma estrela de cinco pontas e de cor amarela, ela está produzida no interior de uma grinalda de cor verde elevada pelas palavras Republica del Paraguay. A estrela de Maio simboliza a data da independência do país, 14 de maio de 1811.

No reverso (parte de trás) da bandeira do Paraguai, existe o Selo do Tesouro do Paraguai, trata-se de um leão com capuz vermelho da liberdade na ponta de uma vara, trazendo as palavras Paz y Justicia.

O Selo do Tesouro paraguaio é um símbolo da defesa da liberdade nacional, sendo representada pelo leão que guarda o barrete frígio ou barrete da liberdade. No ano de 2013, a bandeira do Paraguai passou por uma revisão, o brasão de armas foi abreviado e o design voltou a ficar parecido com o modelo original.

Escudo Anverso

O escudo anverso é usado na parte da frente da bandeira paraguaia. Ele é formado por um círculo com dois ramos, sendo um ramo de oliveira e o outro ramo de louro, em torno de uma estrela amarela, que simbolizava a independência do país. Contornando tudo, havia um círculo de cor vermelha, com a descrição: “República do Paraguai”.

Escudo Reverso

O escudo reverso é usado na parte de trás da bandeira paraguaia. Esse emblema era chamado de “Escudo de Hacienda”. É um círculo que traz no centro um leão abraçando uma lança, com um gorro frígio na ponta e em cima estava a escrita: “Paz e Justiça”. O leão simboliza a coragem e o valor; a lança simboliza a luta; e o gorro frígio simboliza a liberdade.

A bandeira do Paraguai é exposta no alto do palácio do governo do país.
O Palácio de López é a sede do governo da República do Paraguai, situado na capital Assunção. (Foto: Wikipédia)

A História da Bandeira

De acordo com a história, a bandeira do Paraguai independente foi um retângulo de cor azul, elaborado em homenagem a Nossa Senhora da Assunção, continha também uma estrela branca.

Posteriormente, houve uma fusão entre a bandeira espanhola e a coloração azul e essa bandeira representava as origens hispânicas da nova nação. No ano de 1812, foram adotadas as três cores, vermelha, branca e azul. A faixa branca, que estava no centro, teria que ser mais larga do que as outras que ficavam nas laterais.

Curiosidades

  • A bandeira paraguaia está diretamente relacionada com a bandeira da Argentina e a bandeira do Uruguai, porque os seus territórios faziam parte do Vice-Reino do Rio da Prata. Esses países também se tornaram independentes em uma época e em condições bem parecidas.
  • As sua proporções e o seu emblema foram variando no decorrer do tempo. O artigo 139 da Constituição Nacional em vigência, sancionada no ano de 1992, ratificou a bandeira determinada pelo Congresso Extraordinário de 25 de novembro de 1842, definitivamente.
  • Atualmente, a bandeira do Paraguai é uma das três únicas bandeiras nacionais do mundo, que os dois lados, frente e verso, não são iguais, ela traz dois escudos diferentes no anverso e no reverso. As outras duas bandeiras são da Arábia Saudita e da Moldávia.
  • No Paraguai pré-colombiano, os indígenas usavam vários elementos para se identificarem entre eles e também, para distinguir uma tribo das outras, a exemplo de: certos rituais, chifres de cervo, dentes de feras, peles de animais selvagens, penachos de plumas, entre outros. Todos esses elementos poderiam ser qualificados como bandeiras, de acordo com os significados que atualmente é dado para elas.
  • O dia da bandeira do Paraguai deveria ser 15 de agosto, mas nessa data já se comemora o dia da fundação da capital do país – Assunção. Por esse motivo, a comemoração foi antecipada para o dia 14 de agosto.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Bandeira do Paraguai; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bandeira-do-paraguai >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 20:11.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As águas do mar de Bering são extremamentes geladas.

Mar de Bering

O Mar de Bering tem um formato triangular e fica […]

Capitalismo Informacional

O Capitalismo Informacional teve o seu conceito apresentado na obra […]

O canal do Panamá liga o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico.

Canal do Panamá

O Canal do Panamá situado no Panamá, país mais meridional […]

O canal de Suez é uma importante hidrovia para a região do Egito.

Canal de Suez

O Canal de Suez é uma via navegável, artificial e […]