Bases nitrogenadas

Componentes do DNA e RNA

As bases nitrogenadas são compostos químicos formados por anéis, levemente alcalinos, que contêm nitrogênio. Juntamente com açúcar e um ácido fosfórico, elas compõem o ácido ribonucleico (RNA) e o ácido desoxirribonucleico (DNA).

Existem cinco tipos de bases, que são classificadas em dois grupos:

  • Bases nitrogenadas púricas ou purinas: adenina (A) e guanina (G);
  • Bases nitrogenadas pirimídicas ou pirimidinas: citosina (C), timina (T) e uracila (U).

As bases pirimídicas derivam da pirimidina e são formadas por um anel (hexagonal) de carbono e nitrogênio. Já as bases púricas derivam da purina, são maiores e possuem dois anéis (um hexagonal e um pentagonal) de carbono e nitrogênio.

Tipos bases nitrogenadas
Tipos de bases nitrogenadas. (Foto: Wikipédia)

Ácidos nucleicos

DNA

O DNA ou ADN é uma molécula muito importante para os seres vivos. Nela estão armazenas todas as informações genéticas do organismo, que podem ser transmitidas para os seus descendentes.

Essa molécula possui um formato de espiral (dupla hélice). Cada um dos filamentos é constituído por nucleotídeos, que estão ligados uns aos outros por meio de pontes de hidrogênio.

Os nucleotídeos, por sua vez, são compostos por uma molécula de açúcar com cinco carbonos, chamada de pentose (desoxirribose); um ácido fosfórico e as bases nitrogenadas, formadas por adenina (A), guanina (G), citosina (C) e timina (T).

As bases nitrogenadas se emparelham de forma igual:  o A é ligado ao T (A-T) e o C ligado ao G (C-G) ou vice-versa (T-A e G-C). A adenina e a timina se unem por duas ligações de hidrogênio, já a guanina e a citosina são unidas por três.

A partir dessas ligações, uma fita possui a sequência AATGCTCC e a outra TTACGAGG. As diferentes combinações entre essas letras podem superar 3 bilhões de possibilidades em cada célula. Isso oportuniza a variabilidade genética dos organismos.

RNA

O RNA ou ARN é a molécula que possui várias funções biológicas, sendo a principal delas  a produção de proteínas das células do organismo. É através do DNA que o RNA é produzido no núcleo celular, sendo também encontrado no citoplasma.

Diferente do DNA, a molécula de RNA possui apenas uma fita composta por uma pentose (ribose), um ácido fosfórico e as bases nitrogenadas, formadas por adenina (A), guanina (G), citosina (C) e uracila (U).

Apesar de não formar uma dupla-hélice, o RNA pode originar outras três estruturas complexas: um filamento simples (RNA mensageiro); uma fita com dobras, em forma de trevo (RNA transportador) e associado a ribossomos (RNA ribossômico).

Características das bases nitrogenadas

Adenina

A adenina, também denominada de 9H-purin-6-amine (nomenclatura IUPAC) ou 6-aminopurine, é um tipo de purina com fórmula molecular C5H5N5. Essa base nitrogenada está presente no DNA (adenina + tinina) e RNA (adenina + uracila).

Entre as suas funções, a adenina atua no processo de respiração celular nas formas de adenosina trifosfato (ATP), dinucleotídeo nicotinamida-adenina (NAD) e dinucleotídeo flavina-adenina (FAD).

A molécula de ATP é constituída por uma molécula de adenosina (adenina + ribose) e três de fosfato. Já as moléculas de NAD e FAD resultam, respectivamente, da união entre adenina + niacina e adenina + riboflavina.

Guanina

A guanina, também conhecida como 2-amino-1H-purin-6(9H)-one (nomenclatura IUPAC), 2-amino-6-hydroxypurine e ainda 2-aminohypoxanthine, possui fórmula molecular C5H5N5O e também está presente tanto no DNA quanto no RNA, sempre ligada à citosina.

Citosina

A citosina, também denominada de 4-aminopyrimidin-2(1H)-one (nomenclatura IUPAC) e 4-amino-1H-pyrimidine-2-one, é uma base nitrogenada cristalina com fórmula molecular C4H5N3O. Ela se combina com a guanina no DNA e no RNA.  

Pareamento bases nitrogenadas
Pareamento DNA e RNA. (Foto: Wikipédia)

Timina

A timina, também conhecida como 5-methylpyrimidine-2,4(1H,3H)-dione (nomenclatura IUPAC) e 5-metil-uracil, é uma base nitrogenada composta por substâncias que formam uma molécula em único anel, cuja fórmula molecular é C5H6N2O2.

A timina está presente apenas no DNA e forma par com a adenina, sendo substituída no RNA pela uracila. Essa combinação diferente previne mutações gênicas potencialmente letais.

Uracila

A uracila, também conhecida pelos nomes uracilo, pirimidino-2,4(1H,3H)-diona (nomenclatura IUPAC) e 2,4-diidroxipirimidina, é uma base nitrogenada de anel simples, com fórmula molecular C4H4N2O2 e que forma par com a adenina no RNA.

A estrutura do uracila pouco difere da timina. A primeira não possui um grupo metila - um átomo de carbono com três átomos de hidrogênio em anexo - enquanto a segunda possui.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Bases nitrogenadas; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bases-nitrogenadas >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 18:02.

Copiar referência

Outros Artigos de Química

formula estrutural condensada linear

Fórmula Estrutural

A fórmula estrutural é uma das fórmulas da química orgânica […]

Forças intermoleculares

Forças Intermoleculares

As forças intermoleculares é um dos assuntos que mais caem […]

Filtração

Filtração

Filtração é um dos métodos da química utilizada para fazer […]

Explosão causada por elementos radioativos

Fissão Nuclear

A fissão nuclear é o processo de divisão de núcleos […]