Beisebol

É um esporte coletivo praticado por duas equipes de nove jogadores

Em uma partida de beisebol o objetivo  é pontuar batendo com o taco na bola que é arremessada e depois correr por quatro bases existentes no campo. O jogador que atua como atacante pode parar em uma das quatro bases do campo e, depois, avançar com a ajuda da rebatida de um colega.

É feita a troca de posição assim que três rebatedores da mesma equipe são eliminados. Uma entrada é composta por um turno de defesa e ataque de cada time, e nove entradas compõem um jogo profissional. O time que tiver mais corridas ganha.

O Beisebol é muito popular na América do Norte, em alguns países da América Central e Caribe. Nos Estados Unidos o beisebol sempre atrai muitos espectadores aos estádios. O esporte, apresentado como modalidade de demonstração em várias edições de Jogos Olímpicos, foi oficialmente incluído no quadro de modalidades olímpicas dos jogos de Barcelona em 1992 e foi removido a partir dos jogos de Londres em 2012.

Em 2016, o Comité Olímpico Internacional incluiu o beisebol como modalidade olímpica nos Jogos Olímpicos de Verão que acontecerá em 2020.

Na América do Norte, a liga profissional do esporte é chamada de Major League Baseball (MLB). Por lá os times são separados entre as ligas Americana (AL) e Nacional (NL), cada uma conta com três divisões: Oeste, Leste e Central. O vencedor da liga profissional – Major League – é determinado pelos playoffs, culminando no World Series.

Assim como nos Estados Unidos, o Beisebol é muito popular na Cuba e no Japão, o nível profissional nesses países também é muito equilibrado. Em Cuba o campeonato nacional chama-se: Série Nacional de Beisebol e a liga Japonesa se chama Professional Baseball.

Major League Baseball Beisebol
Liga profissional Major League Baseball. (Foto: Wikimedia Commons)

História do Beisebol

Não se sabe ao certo sobre o surgimento do beisebol. Mas, estudiosos presumem que a criação do esporte esteja baseada a outro esporte, também jogado com taco e bola na Inglaterra. A primeira referência de algo ligado a esse esporte, que se tem registro, aconteceu em 1744 em uma publicação britânica chamada “A Little Pretty Pocket-Book”, que, com rimas, acaba descrevendo um campo com características que lembram o beisebol, tendo até um “infield” com formato triangular e postes onde ficam as bases.

Em 1755 William Bray escreveu relatos que descreviam um jogo com bases, criado na Inglaterra e chamado de “rounders”.

Já em 1796 um livro alemão citava que um jogo continha dois times, onde o rebatedor tinha três chances para rebater a bola e só era preciso uma eliminação para que as equipes trocassem de posição em campo.

Na década de 1830, artigos foram feitos sobre jogos pela América do Norte, conhecidos como “town ball”, “round-ball” ou “base-ball”, que continham informações detalhadas que se assemelhavam muito ao beisebol. Após um encontro com historiadores em 1907 nos Estados Unidos, chegou-se a conclusão que o beisebol foi inventado por Abner Doubleday, em 1839, em Nova York.

Em 1845, um bombeiro que fazia parte do clube “Knickerbockers” sediado em Nova York liderou a criação de códigos para o jogo, que acabou alterando várias regras (algumas delas presentes no esporte até hoje) e adotou uma bola menor e mais dura que as utilizadas antes. O primeiro jogo oficial do esporte aconteceu em 19 de Junho de 1846, disputado entre os Knickerbockers e o New York Nine. O placar da partida foi de 1-23. A partir daí, o código dos Knickbockers serviu de base para fazer as regras do beisebol moderno.

Beisebol no Brasil

Mesmo conhecido como esporte japonês, o basebol chegou ao Brasil em 1850 através de funcionários norte-americanos que trabalhavam em empresas como Light, Companhia Telefónica, Frigorífico Armou, além dos funcionários do consulado dos Estados Unidos.

Segundo relatos, as partidas organizadas pelo Mackenzie College, em 1910, atraiam mais expectadores que uma partida de futebol. Várias equipes de beisebol surgiram entre 1910 e 1920, a maioria delas ligadas a agremiações de trabalhadores de empresas norte-americanas. Em 1920 ocorreu uma liga amadora liderada por um funcionário da empresa Telefônica.

A influência japonesa no país começou com a chegada dos imigrantes japoneses em 1908, os estados que mais receberam imigrantes foi o São Paulo e Paraná por causa das grandes colônias japonesas. Atualmente a maior parte dos que praticam o esporte é descendente de japoneses.

A primeira competição brasileira de beisebol aconteceu em 1936, e a partir de 1946 até 2002 foram organizadas pela Federação Paulista de Beisebol e Softbol. Em 2003 o campeonato passou a ser organizado pela Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol.

O primeiro estádio do esporte no país foi o Estádio Municipal de Beisebol Mie Nishi, em São Paulo, ele foi construído para acomodar 2.500 pessoas. Sua construção ocorreu em 1958 para os Jogos Pan-Americanos de 1963.

Estádio de Beisebol Mie Nishi
Estádio Municipal de Beisebol Mie Nishi. (Foto: Wikipédia)

Copa do mundo

A copa do mundo de Beisebol teve início em 1938 com apenas duas equipes, acontecia com intervalos de dois, três ou quatro anos, e contava com a participação de muitos países. Entretanto, depois da edição de 2011, a competição foi cancelada, devido a expansão do World Baseball Classic. Assim como as Olimpíadas, Cuba foi o país que mais teve destaque na competição: Das trinta e sete vezes que participou do torneio os cubanos ganharam vinte e cinco.

World Baseball Classic

Criado em 2006, o Clássico Mundial de Beisebol teve como objetivo divulgar o esporte pelo mundo, além de ser ótima oportunidade de marketing. A competição ganhou destaque na mídia, porque, ao contrário de outros torneios, os jogadores da MLB e de outras ligas de beisebol no mundo participam dos jogos. O Japão venceu duas edições do World Baseball Classic (2006 e 2009), enquanto a República Dominicana ganhou o troféu na última disputa (2013).

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Filipe. Beisebol; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/beisebol >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 21:07.

Copiar referência

Outros Artigos de Educação Física

Importância da atividade física para saúde

A importância da atividade física para a saúde

A importância da atividade física para a saúde está diretamente […]

esportes-paralimpicos-atletismo-pista

Esportes Paralímpicos

Os Esportes Paralímpicos melhoram a condição cardiovascular dos praticantes, aprimora […]

ginástica laboral

Ginástica laboral

A ginástica laboral é o alongamento de várias partes do […]

Badminton

Badminton

Badminton é um esporte semelhante ao tênis e ao vôlei […]