Bicho-papão

Figura folclórica que coloca medo nas crianças

Bolsas de Estudo

O bicho-papão é um dos personagens das lendas do folclore brasileiro. É uma figura fictícia, usada pelos pais para colocar medo nas crianças desobedientes.

O bicho-papão também é chamado em algumas regiões de papa-gente e, além de estar presente na mitologia infantil do Brasil e de Portugal, também é vista na Península Ibérica, na Galiza, Catalunha e Astúrias. No Brasil o personagem é conhecido em todas as regiões.

bicho-papão
O bicho-papão foi criado para colocar medo nas crianças. (Foto: Pixabay)

A lenda do bicho-papão

Segundo a lenda, o bicho-papão é um monstro feio, grande e peludo, com olhos vermelhos. Ele fica nos telhados das casas, embaixo da cama ou no armário, pronto para atacar as crianças que desobedecem aos seus pais.

A lenda faz parte da infância dos brasileiros, que desde cedo escuta falar do monstro que vai aparecer para pegar quem for malcriado. O nome bicho-papão surge da ideia de que ele come (papa) as criancinhas.

A imagem do bicho-papão pode variar de acordo com a região. Em alguns lugares ele recebe a forma de um monstro, em outros ele é comparado com a Cuca, com características parecidas, e em outras versões ele possui o poder de mutação, que permite que ele se transforme em diversas formas animais.

Enquanto o bicho-papão é o monstro que maltrata as criancinhas, os pais se tornam os heróis, sabendo como livrar os seus filhos das garras do monstro.

Por conta do poder de assustar as crianças, foram feitas algumas cantigas de ninar com o nome do monstro. Em Portugal, a mais conhecida é:

Vai-te papão, vai-te embora
de cima desse telhado,
deixa dormir o menino
um soninho descansado.

No Brasil, existe a seguinte variação da mesma música para o bicho-papão:

Bicho papão,
sai de cima do telhado
deixe esse menino (fala o nome da criança)
dormir sossegado.
Vai-te papão
Vai-te embora do telhado
Deixa o meu menino
Dormir sossegado.

Outra característica do bicho-papão é que ele é um bicho muito guloso, que antes de assustar as crianças ataca a geladeira da casa, comendo tudo o que encontra nela.

Veja o vídeo:

Folclore brasileiro

O folclore é o conjunto de manifestações da cultura popular de um local. Ele dá destaque à tradição e aos costumes dos povos.

O folclore brasileiro pode ser definido como o conjunto de lendas que as pessoas vão passando de geração em geração. Apesar de muitas histórias terem nascido da imaginação dos povos, algumas foram inventadas com a intenção de transmitir alguma mensagem importante. Outras foram criadas apenas para colocar medo, principalmente nas crianças.

As lendas do folclore costumam misturar fatos reais e da história do lugar com a fantasia. Os mitos, por sua vez, são simbólicos, já que os povos da antiguidade não conseguiam explicar determinados fenômenos da natureza através de conhecimentos científicos, eles criavam os mitos.

O folclore pode se manifestar de diversas formas. Assim como a cultura erudita, representada pela literatura, música clássica, poesia, etc., a cultura popular possui muita importância na construção da identidade de um povo.

Outras lendas

O Brasil é um país muito rico culturalmente. O seu folclore é formado por diversas lendas que, assim como a do bicho-papão, fazem parte da cultura do país. Conheça outras lendas do folclore brasileiro:

  • Saci Pererê

É uma lenda de origem tupi-guarani. O Saci Pererê é um dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro. Segundo a lenda, ele é um menino negro, sem camisa, descalço, que veste um short vermelho e tem uma perna só. Ele fuma um cachimbo e usa uma carapuça vermelha na cabeça que lhe concede poderes.

O Saci aparece de dentro de um redemoinho e apronta travessuras, como: desligar o fogo das panelas, trançar o rabo dos cavalos, trocar objetos de lugar.

  • Iara ou mãe d’Água

A lenda da Iara é de origem tupi. A personagem é uma sereia extremamente bonita, com cabelos longos e com uma voz que hipnotiza os homens.

Segundo a lenda, Iara era uma índia, que foi levada para a floresta por seus irmãos para ser morta, pois eles sentiam muita inveja dela. Mas aconteceu o contrário. Iara que matou os seus irmãos e depois permaneceu no rio. Ela atrai os pescadores com o seu canto e se eles entrarem na água a sua procura, não voltam mais.

  • Boitatá

O Boitatá é uma lenda de origem indígena. Ele é representado por uma cobra de fogo ou de luz, que tem olhos grandes.

Ele protege as florestas, defendendo as matas e os animais. Para confundir e incendiar os agressores da natureza, ele se transforma em um tronco com labaredas de fogo. Segundo a lenda, quem olhar para o Boitatá corre o risco de ficar cego e louco para sempre.

  • Mula sem cabeça

Segundo a lenda, a mula sem cabeça é uma mula que no lugar da cabeça possui uma tocha de fogo. Em algumas regiões ela é chamada de “Mulher de Padre”, “Mula de Padre”, ou “Mula Preta”.

Uma das estórias contadas é de origem religiosa e diz que as mulheres deveriam olhar para os padres com um olhar puro, pois eles eram homens santos. A mulher que se apaixonasse ou cometesse pecado com um padre, viraria uma mula sem cabeça.

  • Curupira

O Curupira é um dos mais famosos personagens do folclore no Brasil. É um menino de cabelos vermelhos que vive nas florestas. Ele ficou conhecido como o protetor da fauna e da flora.

Ele coloca medo nos caçadores, pois tem os pés virados para trás e o calcanhar para a frente. Ele faz magias e se transforma em outros seres, o que o deixa ainda mais ágil.

A lenda também é de origem tupi. O termo “curu” é uma abreviação de “curumim”, que significa “menino”, e o termo “pira” significa “corpo”. Sendo assim, a denominação para Curupira é “corpo de menino”.

Apesar da fama de “endemoniado”, o Curupira também ajuda quem precisava da mata para sobreviver e não maltrata os animais, como era com os pescadores.

Outra característica marcante é que, segundo a lenda, o curupira gosta de bebida e cigarro, então os caçadores deixavam esses presentes na mata, para distraí-lo enquanto caçavam.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Pina, Cíntia. Bicho-papão; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bicho-papao >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 16:16.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]