Bile

Um importante fluído produzido pelo nosso organismo

A bile é uma secreção formada por vários elementos, entre os principais estão a água, sais biliares, bilirrubina, criada quando os glóbulos vermelhos se rompem, e o colesterol.

Dentre as funções realizadas pela bile, as mais importantes são a emulsificação de gorduras, ou seja, digestão, absorção de vitaminas e o descarte de algumas substâncias do sangue.

Assim que fazemos a ingestão de alimentos gordurosos, a vesícula, órgão que armazena a bile, se contrai. Em seguida, ela joga esse fluido no intestino para que o suco biliar promova a digestão da gordura.

Quando a bile não é expelida de forma adequada, a bilirrubina se acumula no sangue e leva o organismo a produzir icterícia, coloração amarelada na pele e nos olhos.

Características da Bile

A bile é alcalina e amarga, sua composição é dividida dessa forma:

 

A bile atua na absorção de substâncias que passam pelo aparelho digestivo.
Mais de 90% dos sais biliares são reabsorvidos e reutilizados. (Foto: Wikipedia)

85% água

10% bicarbonato de sódio e ácidos ou sais biliares

3% de pigmentos

1% gordura

0,7 % sais inorgânicos

0,3% colesterol

Os sais ou ácidos da bile promovem a absorção dos lipídios (gorduras) através da emulsificação.

Para realizar suas funções, precisa realizar uma trajetória. Primeiro é produzida pelo fígado, o segundo maior órgão do corpo humano. Ele funciona como uma glândula que libera secreções pelos canais corporais.

Quando produzida, a bile percorre os ductos biliares e fica armazenada na vesícula. Ao ser excretada por esse órgão, o suco biliar vai para o duodeno, um tubo do intestino delgado.

Lá a bile inicia o processo de emulsão.  As partículas de gordura ficam sob a ação da lipase pancreática, enzima produzida pelo pâncreas para quebrar os lipídios.

A obstrução da passagem da bile pode acarretar em vários problemas. Ao ingerir um alimento gorduroso, a vesícula atua de forma rápida para lançar o suco biliar. Se o ducto estiver obstruído por algum fator como um cisto, cálculo (pedra) ou até mesmo um tumor, a bile fica presa no fígado.

Quando esse problema fica sem tratamento adequado, pode acontecer uma saída retroativa. Isso quer dizer que a bile que deveria ser excretada anteriormente se acumula e vaza de uma só vez, causando a icterícia. É justamente esse excesso que causa a tonalidade amarelada da pele, até a cor das fezes ficam mais claras.

Com suas funcionalidades alteradas, o suco biliar também pode causar danos à pessoas que sofrem com insuficiência renal ou pedra na vesícula. Sem realizar suas atividades, o corpo encontra mais dificuldades para digerir as gorduras.

Trato biliar

O trato biliar equivale a dutos responsáveis pelo transporte do suco biliar do fígado para a vesícula. A vesícula biliar é uma parte do corpo que tem o formato de uma pera e fica embaixo do fígado.

Todas as vezes que o organismo precisa da bile, a vesícula se retrai e dispara o líquido pelos dutos em direção ao intestino delgado. Lá ocorre a eliminação de produtos em excesso como o colesterol e a bilirrubina.  

Se os dutos forem bloqueados, a vesícula pode apresentar colecistite, que é uma inflamação. 

Geralmente o duto é bloqueando quando:

  • As pedras na vesícula ficam presas ao duto;
  • Tumores na região do pâncreas, na vesícula ou nos dutos biliares;
  • O pâncreas apresenta alterações.
  • Afunilamento dos dutos biliares, geralmente causado por inflamações relativas à doenças crônicas do fígado, como a Colangite Esclerosante Primária (CEP) ou a AIDS.

Icterícia

A bilirrubina, um pigmento da bile, pode ser transferida para a corrente sanguínea e ficar concentrada na pele, urina e mucosas. Quando a concentração de bilirrubina excede de 2-3 mg / 100 mL no sangue, ocasiona a icterícia.

A icterícia também é muito comum em recém-nascidos, aproximadamente 60% deles apresentam essa condição nos primeiros dias de vida. Nesses casos, a causa pode ser apenas uma forma que o organismo encontrou para se adaptar ou uma patologia de fato.

Independentemente da situação, a avaliação de um especialista é indispensável, pois a icterícia pode causar danos severos a saúde, como lesões cerebrais, e até levar a óbito.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Santana, Esther. Bile; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/bile >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 21:16.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]