Capitalismo Comercial

Sistema é considerado o começo do capitalismo no mundo

O capitalismo comercial, também conhecido como capitalismo mercantil ou pré-capitalismo, é o resultado da forte industrialização nos países da Europa. O sistema capitalista era baseado em trocas comerciais.

O sistema capitalista

Com início no século XV, o capitalismo passou por várias mudanças, indo desde um modelo de transição durante a crise e fim do feudalismo, até um complexo modelo econômico e social.

Com tantas mudanças, o sistema passou por diversas fases até chegar ao modelo que se conhece nos dias atuais. Segundo especialistas, pode-se dividir em três fases distintas, sendo elas:

  • Capitalismo Comercial ou Mercantil: século XV ao XVIII;
  • Capitalismo Industrial ou Industrialismo: séculos XVIII e XIX;
  • Capitalismo Financeiro ou Monopolista: a partir do século XX até os dias atuais.

Alguns estudiosos, inclusive, afirmam o surgimento de uma quarta fase do capitalismo, o capitalismo informacional.

Pintura sobre troca de mercadorias
Começo do capitalismo foi marcado por comércio com troca de mercadorias. (Foto: Wikimedia Commons)

História do capitalismo comercial

O capitalismo comercial começou no final do século XV, marcando o que seria o fim da Idade Média e o advento da Idade Moderna.

Nessa época houve o fortalecimento do mercantilismo, sistema econômico realizado através da união de diversas práticas não planejadas, além do fortalecimento da burguesia. Por conta disso se chama, também, capitalismo mercantil.

O sistema era apoiado na busca e controle de metais preciososmatérias-primas e da troca comercial internacional intensa.

A primeira fase do capitalismo permaneceu ativo até o século XVIII, quando nasceu a Revolução Industrial e o surgimento do capitalismo industrial.

A fase comercial do capitalismo se iniciou, de fato, com o início da Companhia Britânica das Índias Orientais e da Companhia das Índias Orientais Holandesas. As duas empresas foram marcadas por um forte apelo do colonialismo e expansionismo.

Com isso, diversos comerciantes investiram seu capital nas Companhias das Índias Orientais e de outras colônias, querendo obter um retorno rápido.

Características do capitalismo comercial

O capitalismo comercial é marcado por diversas características específicas, que determinaram não só o modelo econômico da época, como também a estrutura política de cada país. Pode-se citar alguns atributos, como:

  • Controle estatal da economia: o mercado era controlado pelo rei;
  • Metalismo: existia um acúmulo de metais preciosos na época, a exemplo do ouro;
  • Protecionismo: proteção do mercado interno;
  • Balança comercial favorável: privilegiava-se mais as exportações do que as importações.

Naquela época existia uma convicção de que as riquezas existentes no mundo não poderiam mais aumentar, podendo ser apenas redistribuída.

Com isso os países buscavam mais pelo acúmulo de riquezas através da proteção da economia local e estoque de metais preciosos obtidos na troca comercial.

 O colonialismo foi muito forte, explorando os recursos naturais de suas colônias, como ocorreu nas Américas e na África.

Contradições

Alguns estudiosos acreditam que o capitalismo comercial não surgiu durante o mercantilismo. Eles afirmam que o nascimento do capitalismo se deu muito tempo depois.

O filósofo Karl Polanyi, por exemplo, argumenta em sua obra The Great Transformation que “o mercantilismo, com toda a sua tendência para a comercialização, nunca atacou as salvaguardas que protegeram dois elementos básicos do trabalho de produção e da terra de se tornar os elementos do comércio”.

Para Polanyi, o mercantilismo se aproxima mais do sistema financeiro do feudalismo do que do capitalismo. Segundo o filósofo, "eles discordavam apenas sobre os métodos de regulação".

Karl Polanyi também considerou que um dos destaques do capitalismo é a criação de mercados generalizados para o que ele chamava de “mercadorias fictícias”, como dinheiro, trabalho e terras. Com isso: “não foi até 1834 um mercado de trabalho competitivo, com sede na Inglaterra, portanto, não pode-se dizer que o capitalismo industrial, como um sistema social, não existiu antes desta data.”

Indicações de filmes

Alguns filmes explicam o surgimento e ascensão do sistema capitalista até os dias de hoje, ajudando nos estudos para vestibulares e prova do Enem. Podemos listar:

  • “Capitalismo, uma História de Amor” (Capitalism, a Love Story)
  • “As Vinhas da Ira” (The Grapes of Wrath)
  • “Sambizanga”
  • “Clube de Combate” (Fight Club)
  • “Doutor Estranhoamor” (Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb)
  • “Inside Job – A Verdade da Crise” (Inside Job)
  • “A Batalha do Chile” (La Batalla de Chile)
  • “A Batalha de Argel” (La battaglia di Algeri)
  • “O Sal da Terra” (The Salt of the Earth)

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Luiz, Victor. Capitalismo Comercial; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/capitalismo-comercial >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 17:16.

Copiar referência

Outros Artigos de Matemática

O sistema da Blockchain possibilita o uso de Bitcoins no mundo todo.

Bitcoin

Bitcoin é uma criptomoeda utilizada em transações financeiras virtuais sem […]

Engenho de açúcar

Sistema Plantation

Sistema plantation é um sistema descendente do período colonial europeu […]

Colheita de plantação

Sistemas agrícolas

Os sistemas agrícolas formam o conjunto de atividades técnicas, econômicas […]

Setores da economia

Os setores da economia existem para medir o desenvolvimento econômico […]