Carta da Terra

Conjunto de princípios éticos para a sociedade

A Carta da Terra é um documento de declaração dos princípios imprescindíveis e necessários para a composição da sociedade global do século XXI mais justa, pacífica e sustentável. O conteúdo da carta é voltado para uma sociedade global justa, pacífica e sustentável.

O documento foi apresentado durante a Rio-92 ou Eco-92, que aconteceu na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD), em 1992, na cidade do Rio de Janeiro. A carta da Terra sugere uma série de alterações nos costumes habituais, com objetivo de alcançar um futuro melhor para os cidadãos do planeta Terra.

A carta da Terra busca defender e proteger todos os recursos naturais.
É importante desenvolver uma sociedade global fundamentada no respeito pela natureza e nos direitos humanos universais, na justiça e em uma cultura de paz. (Foto: Pixabay)

O que é a Carta da Terra?

A carta da Terra é um documento que foi pensado e criado com objetivo de inspirar todos os povos e para chamar a atenção para um novo sentido de reciprocidade global e também para a responsabilidade compartilhada pelo bem-estar do ser humano e do mundo, de uma forma geral.

O título “carta da Terra” é uma expressão de esperança, além de um chamado para contribuir com a criação de uma sociedade global que pense no bem coletivo, em um contexto crítico de toda a história da humanidade.

O documento possui uma visão ética de inclusão e reconhece que a paz, a proteção ambiental, o desenvolvimento humano e os direitos humanos são quesitos mútuos e inseparáveis. A ideia é oferecer um conceito amplo e novo sobre a composição de uma comunidade sustentável, assim como, o próprio desenvolvimento sustentável.

A carta da Terra é importante porque desafia os indivíduos a examinar os verdadeiros valores e assim poder escolher o melhor caminho, pensando no bem comum de todos.

No ano de 1987, a Comissão Mundial das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento fez uma convocação para a elaboração de uma nova carta, onde ficassem estabelecidos os princípios fundamentais para o desenvolvimento sustentável.

A carta da Terra é um resultado de vários debates interculturais sobre os objetivos comuns e os valores compartilhados realizados no mundo todo.

No início de 1997, foi criado um comitê redator internacional, pela Comissão da Carta da Terra e a versão final da carta foi aprovada pela Comissão, em uma reunião celebrada em ParisFrança, na sede da UnescoOrganização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, em março de 2000.

A ciência contemporânea, a sabedoria das grandes religiões e tradições filosóficas do mundo, as declarações e relatórios das sete conferências de cúpula das Nações Unidas realizadas nos anos 90, as leis internacionais, as melhores práticas para criar comunidades sustentáveis, o grande número de declarações não-governamentais e tratados dos povos feitos durante os últimos 30 anos, o movimento ético mundial e os ensinamentos dos povos indígenas foram os pontos mais estudados para redação da carta.

Objetivos da “Iniciativa da Carta da Terra”

  • Buscar o aval à carta da Terra pelas Nações Unidas.
  • Promover a disseminação, o aval e a implementação da carta da pela sociedade civil, pelo setor de negócios e pelos governos.
  • Promover e apoiar o uso educativo da carta da Terra nas escolas.
A carta da Terra busca promover e disseminar a paz, o respeito e a igualdade entre todos os povos e raças.
É preciso proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com foco na diversidade biológica e nos processos naturais de sustentação da Vida. (Foto: Pixabay)

Princípios da Carta da Terra

Respeitar e cuidar da comunidade de vida

  • Respeitar a Terra e a vida em toda sua diversidade.
  • Cuidar da comunidade da vida com compreensão, compaixão e amor.
  • Construir sociedades democráticas que sejam justas, participativas, sustentáveis e pacíficas
  • Assegurar a generosidade e a beleza da Terra para as atuais e às futuras gerações.

Integridade Ecológica

  • Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com especial atenção à diversidade biológica e aos processos naturais que sustentam a vida.
  • Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental e, quando o conhecimento for limitado, assumir uma postura de precaução.
  • Adotar padrões de produção, consumo e reprodução que protejam as capacidades regenerativas da Terra, os direitos humanos e o bem-estar comunitário.
  • Avançar o estudo da sustentabilidade ecológica e promover o intercâmbio aberto e aplicação ampla do conhecimento adquirido.

Justiça Social e Econômica

  • Erradicar a pobreza como um imperativo ético, social e ambiental.
  • Garantir que as atividades e instituições econômicas em todos os níveis promovam o desenvolvimento humano de forma equitativa e sustentável.
  • Afirmar a igualdade e a equidade dos gêneros como pré-requisitos para o desenvolvimento sustentável e assegurar o acesso universal à educação, assistência de saúde e às oportunidades econômicas.
  • Defender, sem discriminação, os direitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espiritual, com especial atenção aos direitos dos povos indígenas e minorias.

Democracia, Não-Violência e Paz

  • Fortalecer as instituições democráticas em todos os níveis e prover transparência e responsabilização no exercício do governo, participação inclusiva na tomada de decisões e acesso à justiça.
  • Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável.
  • Tratar todos os seres vivos com respeito e consideração.
  • Promover uma cultura de tolerância, não-violência e paz.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Carta da Terra; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/carta-da-terra >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 21:28.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

O corpo humano possui muitos pontos com cartilagem.

Cartilagem

A Cartilagem também chamada de tecido cartilaginoso, é um tecido […]

Pseudoceros Dimidiatus é um dos platelmintos.

Platelmintos

Os Platelmintos são animais invertebrados, que possuem o corpo achatado […]

O canibalismo acontecia com mais frequência na antiguidade.

Canibalismo

O Canibalismo é um tipo de relação ecológica que são […]

Brucella ssp.

Brucelose

A brucelose é uma doença que pode ser transmitida para […]