Causas da Independência do Brasil

Motivos de luta pela soberania de um país

As Causas da Independência do Brasil foram uma série de acontecimentos que antecederam a independência propriamente dita, sendo fatos muito importantes para a História do Brasil. O processo para a Independência do Brasil, em 07 de setembro de 1822, que deu ao Brasil a soberania econômica e política, foi longo e cheio de obstáculos.

Depois de causas da independência do Brasil, D. Pedro I deu o Grito do Ipiranga.
O Grito da Independência do Brasil foi dado às margens do riacho Ipiranga, na atual cidade de São Paulo – SP. (Foto: Wikipédia)

As Causas da Independência do Brasil

As causas da independência do Brasil foram fatos que ocorreram durante todo o processo e antes do grande marco feito pelo rei de Portugal Pedro IV, mais conhecido como o primeiro imperador do Brasil, Dom Pedro I (1798 – 1834), que foi o grito do Ipiranga, no dia 07 de setembro de 1822.

Depois que a independência do país foi declarada e com a coroação de D. Pedro I, o Brasil se tornou uma monarquia. A ocorrência da independência está relacionada com acontecimentos que começaram no ano de 1808, quando a família real portuguesa que estava fugindo das tropas francesas que invadiram o país de Portugal, se mudaram para o Brasil.

A chegada da família real em território brasileiro provocou várias transformações que contribuíram com o processo de desenvolvimento tanto comercial quanto econômico do país e ainda viabilizou de fato a independência do Brasil.

Após a chegada da família real, houveram mudanças positivas nos grandes centros e como consequência, gerou desenvolvimento a partir das medidas que o rei de Portugal Dom João VI (1767 – 1826), pai de D. Pedro I, implantou.

A família real se instalou na cidade do Rio de Janeiro e logo o rei de Portugal oportunizou a abertura dos portos brasileiros para os países cordiais, autorizando a livre comercialização entre os brasileiros e os ingleses, ações que se destacaram na esfera econômica.

Todas as medidas tomadas pelo rei de Portugal deram sinal de que havia o interesse de renovar o Brasil, para que ele deixasse de ser somente uma colônia portuguesa e se transformasse em uma parte integrada do Reino de Portugal.

No dia 16 de dezembro de 1815, D. João VI determinou a ascensão do Brasil para se tornar parte do Reino Unido. Com isso, o país deixava de ser uma colônia e passava a ser uma integração do reino de Portugal e começava a se chamar Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.

Esse acontecimento foi muito importante para o país, sendo uma das causas da independência do Brasil. O principal objetivo dessa medida, era impedir que o país entrasse em um processo de fragmentação revolucionária, como ocorreu na vinculação entre a Inglaterra e os Estados Unidos da América.

O fato da família real habitar no Brasil promoveu vários avanços, mas também provocou muitos movimentos de insatisfação através da Revolução Pernambucana de 1817. O fato da família real ter se mudado para o Brasil provocou um grande aumento dos impostos e acabou interferindo na administração da capitania.

Houve uma violenta repressão à Revolução Pernambucana de 1817 e após três anos, D. João VI ainda enfrentou a insatisfação de Portugal na Revolução Liberal do Porto de 1820, que foi uma das principais causas da independência do Brasil, quando de fato, começou o processo de independência.

Nesse período, Portugal estava vivendo uma forte crise econômica e política por causa da invasão francesa. Havia também um forte descontentamento em Portugal por causa das mudanças que estavam ocorrendo no Brasil, principalmente, por conta da liberdade econômica que o Brasil conquistou através das atitudes tomadas por D. João VI.

Os portugueses queriam que fosse restabelecido o monopólio comercial sobre o Brasil, o que causou insatisfação nos brasileiros, porque estava claro que o intuito português era manter os laços coloniais relacionados ao Brasil.

Por causa da pressão, D. João VI decidiu voltar para Portugal no dia 26 de abril de 1821. Por causa de seu regresso, D. Pedro I foi transformado em príncipe regente do Brasil.

Muitas guerras ocorreram, como causas da Independência do Brasil.
A guerra pela Independência do Brasil foi uma série de eventos que aconteceram entre os anos de 1821 e 1824. (Foto: Wikipédia)

Revolução Liberal do Porto

A Revolução Liberal do Porto foi um movimento político burguês de caráter liberal e anti-absolutista, que aconteceu em Portugal no ano de 1820. Um dos objetivos principais era o retorno do rei para Portugal, a burguesia portuguesa acreditava que Portugal deveria ser a sede do Império português.

Esse movimento foi muito importante e provocou consequências em Portugal e no Brasil. A revolução foi organizada por políticos liberais e militares portugueses. O Levante do Porto que aconteceu no dia 24 de agosto de 1820, marcou o início do movimento.  

O evento teve a participação de componentes do clero, da nobreza e da população em geral. O ponto de partida aconteceu na cidade do Porto e ganhou força em Lisboa – capital de Portugal e se proliferou para outras cidades portuguesas.

No dia 28 de setembro de 1820, governos das cidades de Lisboa e de Porto se uniram para criar a Junta Provisória e começar a organização das eleições, com objetivo de formar as Cortes Constituintes, cuja missão seria elaborar a primeira Constituição de Portugal.

Fatos Importantes

  • No decorrer do Período Joanino, muitas medidas modernas foram inseridas no Brasil.
  • No ano de 1815, o Brasil passou à condição de Reino Unido e com isso, deixou de ser Brasil Colônia.
  • No ano de 1820, aconteceu uma das causas da independência do Brasil, A revolução Liberal do Porto começou em Portugal e pleiteava o regresso do rei português.
  • Quando D. João VI voltou para Portugal, D. Pedro I se tornou o príncipe regente do Brasil.
  • As Cortes Portuguesas requisitaram tanto a revogação das medidas que foram implementadas no Brasil quanto o retorno do príncipe regente.
  • No decorrer do memorável “Dia do Fico”, D. Pedro decretou que iria continuar no Brasil.
  • No “Cumpra-se” ficou determinado que as ordens portuguesas só se tornariam realidade no Brasil, com o consentimento de D. Pedro I.
  • De acordo com historiadores, depois de todas as causas da independência do Brasil terem sido superadas, o grito da independência teria acontecido nas margens do Rio Ipiranga, em 07 de setembro de 1822.
  • No dia 12 de outubro de 1822, D. Pedro I foi aclamado Imperador e em 1º de dezembro de 1822, ele foi enfim coroado.
  • Após os fatos que se tornaram causas para da independência do Brasil, houveram vários conflitos depois da declaração de independência, no estado do Pará, do Maranhão, da Bahia e na Cisplatina.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Causas da Independência do Brasil; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/causas-da-independencia-do-brasil >. Acesso em 05 de dezembro de 2019 às 13:37.

Copiar referência

Outros Artigos de História

Causas da Segunda Guerra Mundial

As Causas da Segunda Guerra Mundial formaram um conjunto de […]

Todas as causas da Revolução Industrial foram importantes para o desenvolvimento tecnológico.

Causas da Revolução Industrial

As Causas da Revolução Industrial foram eventos que promoveram muitas […]

Monumento em homenagem aos mortos pelas causas da Primeira Guerra Mundial.

Causas da Primeira Guerra Mundial

Uma das Causas da Primeira Guerra Mundial, a razão que […]

As cavernas eram muito utilizadas antes do período de transição.

Características do período mesolítico

Para entender as características do período mesolítico é necessário compreender, […]