Células Diploides e Haploides

Conjunto cromossômico de cada célula

Células diploides e haploides são dois tipos de células encontradas no corpo humano em condições normais. A grande diferença entre elas é quanto ao número de cromossomos que cada célula é composta, ou seja, as células diploides apresentam dois cromossomos (2n), e as células haploides possuem um cromossomo (1n).

Para conhecer mais detalhes a respeito das células diploides e haploides, confira o que o Guia Estudo separou:

Você sabe o que são células diploides e haploides?

Para o funcionamento das células no corpo dos animais é necessário que elas tenham todos os cromossomos, ou seja, dois cromossomos de cada tipo que são as chamadas células diploides. Com ressalva das células reprodutivas (os gametas), as demais células do corpo são diploides.

As células haploides, portanto, apresentam em seu núcleo somente um cromossomo de cada tipo. Um exemplo desse tipo de célula no corpo humano são os gametas (espermatozoides e ovócitos). Os gametas são células que não realizam função até acharem o gameta do sexo oposto e completarem a chamada carga genética.

Assim como os espermatozoides, os óvulos também possuem 23 tipos diferentes de cromossomos, ou seja, apenas um cromossomo para cada tipo. Por isso, nos humanos os gametas são 23n. N significa o número de cromossomos diferentes. As outras células humanas apresentam dois cromossomos de cada tipo. Essas células possuem no total 46 cromossomos, isto é, 23 pares no núcleo e são representadas por 2n = 46.

Em células diploides do organismo humano, como o próprio nome induz, os cromossomos podem ser agrupados dois a dois. Normalmente, os dois cromossomos de cada par apresentam as mesmas características, ou seja, são do mesmo tipo, pois possuem a mesma forma, o mesmo tamanho e o mesmo número de genes. Os pares significam que um é de origem materna e outro de origem paterna, respectivamente.

Ainda com relação as células diploides, em alguns organismos a fase diploide é somente a do zigoto, como é o exemplo de algumas algas e leveduras.

Células poliploides

As células poliploides apresentam mais de dois conjuntos de cromossomos (3n, 4n, 5n, etc). Ela é muito comum nas plantas, também encontrada em alguns insetos, peixes, anfíbios e répteis. Já na célula animal, a poliploidia é rara. Nos seres humanos, a poliploidia leva a profundas anormalidades e à morte.

Essas células costumam ser maiores do que as células diploides uma vez que a quantidade de ADN (ácido desoxirribonucleico) no núcleo celular é maior.

Divisão celular e reprodução: células diploides e haploides

As células se originam por meio de outras células que se dividem. Quem comanda essa divisão é o núcleo celular. No corpo humano ocorrem dois tipos de divisão celular: a mitose e a meiose.

Divisão por mitose

Antes do processo de divisão celular, que constitui duas novas células, os cromossomos se duplicam ainda no núcleo. Nessa sequência, dois novos núcleos são formados, cada um com 46 cromossomos. O citoplasma celular é dividido em dois, e cada parte contendo um núcleo com 46 cromossomos.

Esse processo de divisão celular, no qual uma célula dá origem a duas células-filhas com o mesmo número de cromossomos que apresenta na célula mãe, é chamado de mitose.

A mitose assegura, portanto, que cada uma das células iniciais receba um conjunto complementar de informações do material genético. Ela permite o crescimento do indivíduo, a substituição de células que morrem por outras novas e a regeneração de partes lesadas do organismo.

Divisão por meiose

Sabe-se que as células animais contém um número fixo de cromossomos celulares e, além disso, existem em pares idênticos (2n). Como dito acima, esses pares de cromossomos são constituídos por um cromossomo da mãe e o segundo do pai.

No processo da meiose, as células diploides (2n) são divididas para a produção de células haploides, sendo que cada uma apresenta apenas um conjunto de cromossomos (n).  Contudo, o número de cromossomos passa a ser novamente 2n no período da fertilização, pois nesse momento os gametas masculinos e femininos se fundem gerando o zigoto.

No caso das bactérias, por exemplo, esse processo não ocorre em organismos que se reproduzem de forma assexuada

Meiose
Células haploides ocorrem como resultado do processo da meiose. (Foto: Shutterstock)

Resumo e principais diferenças das células diploides e haploides

  • A célula haploide apresenta um conjunto de cromossomos (n), já as células diploides possui dois conjuntos de cromossomos (2n).
  • No organismo humano, as células somáticas (responsáveis pela formação de tecidos do corpo humano, além de órgãos do corpo humano) são diploides, já os gametas são haploides.
  • As células diploides ocorrem por meio da divisão celular mitótica, e as células haploides acontecem como resultado da divisão celular chamada de meiose.
  • A mitose gera 2 células-filhas iguais, na qual tanto as células-mãe quanto as células-filha são diploides. No processo da meiose, uma célula diploide divide-se duas vezes para formar 4 células-filhas haploides.
  • É comprovado que os seres humanos, assim como a maioria dos animais, são considerados organismos diploides, já as algas e os fungos são exemplos de organismos que são haploides em boa parte de suas vidas. Abelhas machos, vespas e formigas também são haploides.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

MENDES, Maria. Células Diploides e Haploides; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/celulas-diploides-e-haploides >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 19:59.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]