Coesão e coerência

Elementos importantes para a construção do texto

Coesão e coerência são elementos importantes para a construção de um texto. A primeira está relacionada com os elementos que garantem a junção entre palavras em uma frase, ou seja, ligando as diferentes partes do texto.

Já a coerência é responsável por fazer a ligação lógica entre ideias, para que, unidas, elas assegurem que o texto tenha sentido. Ambas são fundamentais para a produção de textos.

Esses dois recursos são importantes para compreender como fazer uma boa redação e assegurar que o leitor compreenda a mensagem de forma clara e harmoniosa.

Diferença entre coesão e coerência
Obedecer os requisitos de coesão e coerência facilita o entendimento do texto. (Foto: AdobeStock)

Coesão textual

Coesão textual é um mecanismo linguístico do texto que faz conexão, ligação e cria harmonia entre os elementos de um texto.

Dessa forma, a coesão estabelece a relação entre trechos do texto, guiando o leitor em uma sequência de fatos.

Um texto coeso deve ter ligações harmoniosas entres seus parágrafos.

Elementos para coesão do texto

Para que um texto seja coeso, deve conter vários elementos. Veja abaixo os principais:

Substituições

Asseguram a coesão lexical. Acontece quando uma palavra é substituída por outra ou por uma locução de igual sentido e significado, a fim de evitar repetições no texto.

  • Coesão correta: As verduras são importantes para manter uma alimentação saudável. Os legumes também.
  • Erro de coesão: As verduras são importantes para manter uma alimentação saudável. Os legumes também são importantes para manter uma alimentação saudável.

Explicação: o termo "também" é usado para substituir "são importantes para manter uma alimentação saudável".

Conectores

Os conectores são responsáveis pela coesão interfrásica do texto. Eles estabelecem relação de dependência entre os termos e, na maioria das vezes, são representados por preposição, conjunção, advérbio, etc.

  • Coesão correta: Maria e Joseane gostam de nadar e de fazer ioga.
  • Erro de coesão: Maria e Joseane gostam de nadar. Maria e Joseane gostam de fazer ioga.

Explicação: sem o conectivo "e", existiria uma sequência repetitiva.

Referências e reiterações

É quando um termo é utilizado para fazer referência a outro, reafirmando o que foi falado anteriormente ou quando uma palavra é trocada por outra com ligação de significados.

  • Coesão correta: Hoje é aniversário da minha tia. Ela está fazendo 42 anos.
  • Erro de coesão: Hoje é aniversário da minha tia. Minha tia está fazendo 42 anos.

Explicação: o pronome "ela" faz referência à palavra vizinha.

Correlação verbal

A correlação verbal é a aplicação dos verbos nos tempos verbais corretos. Através da coesão verbal, o texto apresenta uma sequência lógica de fatos.

  • Coesão correta: Se José soubesse ele te avisaria.
  • Erro de coesão: Se José soubesse ele te avisarei.

Explicação: veja que a palavra “soubesse” é uma flexão do verbo “saber” no pretérito imperfeito do subjuntivo, isso significa uma situação condicional que poderia originar uma nova ação.

Para que a mensagem tenha sentido, o verbo "avisar" deve ser conjugado no futuro do pretérito para demonstrar um fato que poderia ter acontecido se uma ação no passado tivesse se confirmado.

Coerência textual

A coerência textual está relacionada à lógica das ideias de um texto. Assim como a coesão, esse elemento é muito importante para uma boa redação.

Um texto é coerente quando as ideias são iniciadas e concluídas e a mensagem é passada de maneira harmoniosa. Em um texto com coerência as ideias apresentam relações lógicas entre elas, onde uma completa a outra.

Para garantir a coerência de um texto é necessário obedecer a alguns requisitos.

Requisitos para coerência do texto

Princípio da não contradição

Não podem existir diferenças entre as ideias apresentadas ao longo do texto

  • Coerência correta: Mariele só consome leite de soja, pois é intolerante à lactose.
  • Erro de coerência: Mariele só consome leite de vaca, pois é intolerante à lactose.

Explicação: uma pessoa intolerante à lactose não pode beber leite. Sendo assim, o segundo exemplo apresenta erro de coerência, portanto, não faz sentido!

Princípio da não tautologia

Mesmo sendo expressas por meio de diferentes palavras, as ideias não devem se repetir. A repetição prejudica o entendimento da mensagem e pode se tornar redundante.

  • Coerência correta: Visitei Mônaco há dois anos.
  • Erro de coerência: Visitei Mônaco há dois anos atrás.

Explicação: o termo "há" indica que determinada ação ocorreu no passado. Sendo assim, não é necessário o emprego da palavra "atrás", pois não acrescenta uma nova informação e torna a frase redundante.

Princípio da relevância

As ideias devem apresentar relação entre si e serem necessárias para o sentido da mensagem, elas não podem ser incompletas.

A ordem das ideias deve aparecer de forma lógica, caso contrário elas podem apresentar sentidos distintos quando observadas separadamente. Com isso, o entendimento do texto pode ficar comprometido.

  • Coerência correta: A mulher estava com muita fome, mas não tinha dinheiro na bolsa. Por isso, foi ao banco e sacou uma determinada quantia para utilizar. Em seguida, foi a uma lanchonete e comeu.
  • Erro de coerência: A mulher estava com muita fome, mas não tinha dinheiro na bolsa. A mulher foi a um restaurante comer e, em seguida, foi ao banco e sacou uma determinada quantia para pagar.

Explicação: veja que, mesmo as frases fazendo sentido separadamente, a ordem dos fatos torna a mensagem confusa. Se a mulher não tinha dinheiro, não faz sentido ela ir ao restaurante e depois ir ao banco sacar dinheiro.

Progressão semântica

A progressão semântica garante a colocação de novas informações no texto. Quando isso acontece, o leitor não fica com a impressão que o texto é grande e redundante.

  • Coerência correta: Os adolescentes andavam e quando se depararam com o suspeito adiantaram o passo. Ao perceberem que estavam sendo perseguidos, começaram a correr.
  • Erro de coerência: Os adolescentes andavam e quando se depararam com o suspeito continuaram andando mais um pouco. Passaram por várias ruas e becos e seguiram sempre em frente. Ao perceberem que estavam sendo perseguidos, continuaram caminhando em direção ao seu destino, percorreram um longo caminho…

Explicação: o primeiro exemplo apresenta uma sequência de novas informações que levam o leitor ao desfecho da história. Já no segundo exemplo, a frase ficou muito extensa e o leitor não consegue identificar o final.

Resumo coesão e coerência

Veja as principais informações sobre coesão e coerência:

  • Coesão e coerência são elementos importantes do texto;
  • Existem diferenças importantes entre coesão e coerência;
  • O uso correto da coesão e coerência ajuda no entendimento do texto;
  • A ausência da coesão e coerência deixa o texto confuso;
  • Uma redação com coesão e coerência chama atenção do leitor;
  • Existem elementos básicos de coesão e coerência para facilitar a escrita;
  • A falta de coesão e coerência é um dos principais problemas nas redações do Enem.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Filipe. Coesão e coerência; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/coesao-e-coerencia >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:40.

Copiar referência

Outros Artigos de Língua Portuguesa

Trovadores apresentando em forma de cantiga o que foi escrito em seus textos com seus instrumentos.

Características do Trovadorismo

As características do Trovadorismo estão relacionadas com todas as particularidades […]

Chegada dos portugueses.

Características do Quinhentismo

As características do Quinhentismo, primeira manifestação literária do Brasil, estão […]

Características do Classicismo

As características do Classicismo eram baseadas na representação de elementos […]

Características do Arcadismo

As características do Arcadismo surgiram em meio ao período que […]