Como Fazer uma Boa Redação

Algumas dicas e a prática podem ajudar a elaborar uma redação de qualidade

Como fazer uma boa redação é um desafio que aterroriza muitos estudantes. O receio com relação ao tema a ser explorado, em não saber por onde começar, como estruturar, quais argumentos utilizar, muitas vezes causam um bloqueio mental que pode prejudicá-los no momento da escrita.

Porém, essa tarefa pode ser mais simples do que parece. Primeiramente é preciso eliminar a ideia de que escrever é um processo difícil e complexo, e refletir que o mais importante é tentar colocar no papel de maneira organizada o que se pensa a respeito de determinado assunto.

É claro que é necessário seguir algumas regras, mas elas ajudam mais do que dificultam, pois servem como um roteiro que deve ser seguido para evitar que o texto fique desorganizado, de forma a deixá-lo compreensível para o leitor.

Para isso, o Guia Estudo te dá uma “mãozinha” com algumas dicas de como fazer uma boa redação.

Tipos de redação

Antes de iniciar a produção do texto, é importante relembrar os principais tipos de redação:

  • Narração: deve-se contar ou narrar uma história ou fato;
  • Descrição: baseia-se no relato de objetos, pessoas, lugares ou acontecimentos de maneira detalhada;
  • Dissertação: é feita uma exposição de ideias por meio de argumentos e do ponto de vista de quem escreve.

De maneira geral, as provas de vestibular, incluindo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cobram o texto dissertativo, que explora a capacidade analítica do estudante a respeito de determinado assunto, por meio da defesa de um ponto de vista.

Deve-se, portanto, propor uma tese inicial e apresentar argumentos que sustentem a sua opinião. Porém, vale destacar que, apesar de expor as ideias do próprio autor sobre um assunto, a redação deve ser escrita em terceira pessoa.

Conheça agora os principais tópicos de como fazer uma boa redação!

Tema

Se você está se perguntando: “como fazer uma boa redação? Por onde devo começar?” Aqui vai a primeira dica. Preste atenção ao tema proposto. Isso vale tanto para aquela redação solicitada pelo professor, como para o vestibular, para o Enem ou para concursos públicos.

O tema pode ser apresentado por meio de apenas uma palavra, mas pode ser também uma frase. Portanto, leia com calma e se pergunte: “qual a minha opinião a respeito desse assunto?”. Analise o impacto dele para a sociedade, os pontos positivos e negativos.

Uma estratégia que pode te ajudar é fazer as seguintes perguntas sobre o tema:

  • O quê?
  • Como?
  • Quando?
  • Onde?
  • Por que?

Essa é uma tática que pode auxiliar a pensar de maneira mais estruturada e focada, sem fugir do que foi proposto. Vale reforçar também a importância do título, que é diferente do tema. O título deve ser atrativo e expressar a ideia principal do texto.

Produção do texto

Agora que você já pensou sobre os principais tópicos a respeito do tema, chegou o momento de “colocar a mão na massa”, ou seja, desenvolver os primeiros rascunhos com base nas respostas dadas (o quê, como, quando, onde e por que?).

Transforme cada uma das respostas em parágrafos, tentando desenvolver cada um desses tópicos lembrando que, de maneira geral, é exigido um máximo de 30 linhas. Dessa maneira, o desafio de como fazer uma boa redação se tornará mais fácil.

Estrutura

Com o rascunho pronto, agora é necessário reler tudo que foi escrito e organizar o texto com base na estrutura de uma redação, que é dividida em: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Entenda um pouco mais sobre cada um desses itens em uma redação dissertativa-argumentativa para saber como fazer uma boa redação.

Introdução

A introdução é a primeira parte do texto. Ela não deve ser muito longa e o leitor deve compreender as principais ideias que serão desenvolvidas no decorrer da redação a respeito do assunto. O tema deve ser apresentado já na primeira frase de maneira clara e objetiva.

Veja esse exemplo de introdução de redação que tirou a nota máxima no Enem em 2013, escrita por Paulo Henrique Matta. O tema foi “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”:

“Historicamente causadores de inúmeras vítimas, os acidentes de trânsito vêm ocorrendo com frequência cada vez menor, no Brasil. Essa redução se deve, principalmente, à implantação da Lei Seca ao longo de todo o território nacional, diminuindo a quantidade de motoristas que dirigem após terem ingerido bebida alcoólica. A maior fiscalização, aliada à imposição de rígidos limites e à conscientização da população, permitiu que tal alteração fosse possível.”

Como fazer uma boa redação
A introdução é a parte inicial do texto, onde deve-se apresentar de maneira objetiva as principais ideias sobre o tema. (Foto: Pixabay)

Desenvolvimento

O desenvolvimento é a parte mais longa do texto, pois nesta etapa deve-se expor os argumentos para defender a ideia apresentada na introdução. Ele deve ter, no máximo, três ou quatro parágrafos com cinco ou seis linhas cada. O mais importante é ter fluidez e seguir o contexto do tema.

Uma dica de como fazer uma boa redação é estabelecer uma cronologia, hierarquia e articular os parágrafos do desenvolvimento de maneira coerente, sem fugir do tema. Analise um trecho do desenvolvimento da redação de Paulo Henrique Matta:

“As estatísticas explicitam a queda brusca na ocorrência de óbitos decorrentes de acidentes de trânsito depois da entrada da Lei Seca em vigor. A proibição absoluta do consumo de álcool antes de se dirigir e a existência de diversos pontos de fiscalização espalhados pelo país tornaram menores as tentativas de burlar o sistema. Dessa forma, em vez de fugirem dos bafômetros e dos policiais, os motoristas deixam de beber e, com isso, mantêm-se aptos a dirigir sem que transgridam a lei.”

Observe que ele defende o ponto de vista apresentado na introdução de maneira clara, objetiva, direta e com argumentos relevantes. É possível perceber que o autor desse texto compreendeu como fazer uma boa redação e conseguiu colocar em prática.

Conclusão

A conclusão é o encerramento do texto. Nesse momento deve-se reunir todas as principais ideias apresentadas na redação de maneira resumida em um parágrafo e propor uma solução. Então, seja breve, conciso e apresente uma proposta de valor com possíveis melhorias para o tema abordado.

Veja a conclusão da redação de Paulo Henrique Matta:

“É inegável a eficiência da Lei Seca em todas as suas propostas, formando uma geração mais consciente e protegendo os cidadãos brasileiros. Para torná-la ainda mais eficaz, uma ação válida seria o incremento da frota de transportes coletivos em todo o país, especialmente à noite, para que cada um consuma o que deseja e volte para casa em segurança. Além disso, durante um breve período, a fiscalização poderia ser fortalecida, buscando convencer motoristas que ainda tentam burlar o Estado. O panorama atual já é extremamente animador e as projeções, ainda melhores, porém apenas com a ação conjunta de povo e governo será alcançada a perfeição.”

Como fazer uma boa redação

Agora que você já sabe como fazer uma boa redação, a última e não menos importante dica é praticar. A célebre frase “a prática leva à perfeição” deve ser levada em consideração pois, quanto mais você escrever e reescrever redações, mais fácil esse processo se tornará e deixará de ser aquele “bicho de sete cabeças”.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

LOPES, Adriana. Como Fazer uma Boa Redação; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/como-fazer-uma-boa-redacao >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:41.

Copiar referência

Outros Artigos de Língua Portuguesa

Trovadores apresentando em forma de cantiga o que foi escrito em seus textos com seus instrumentos.

Características do Trovadorismo

As características do Trovadorismo estão relacionadas com todas as particularidades […]

Chegada dos portugueses.

Características do Quinhentismo

As características do Quinhentismo, primeira manifestação literária do Brasil, estão […]

Características do Classicismo

As características do Classicismo eram baseadas na representação de elementos […]

Características do Arcadismo

As características do Arcadismo surgiram em meio ao período que […]