Concordância nominal

Relação morfológica de conformidade de número e gênero entre os nomes

Concordância nominal é a relação morfológica que faz com que os substantivos (pronomes ou numeral substantivo) concordem em gênero (masculino ou feminino) e número (plural ou singular) com outras classes de palavras (artigos, adjetivos, pronomes adjetivos, particípios e numerais adjetivos) que os ligam.

Basicamente, concordância nominal é a relação estabelecida entre os “nomes”. Lembre-se que os substantivos são como o núcleo de uma oração, e os adjetivos funcionam como adjunto adnominal.

Exemplos de concordância nominal:

  • O menino estudioso fez o vestibular. (Gênero masculino);
  • A menina estudiosa passou na prova. (Gênero feminino);
  • Os meninos estudiosos fizeram o vestibular. (Plural);
  • As meninas estudiosas passaram na prova. (Plural).

 

Concordância Nominal
Artigos, substantivos e adjetivos são os que mais mudam na concordância nominal. (Foto: Pexels)

Quando ocorre a concordância nominal?

Veja alguns exemplos de como a concordância pode e deve ser feita.

  • Adjetivo e único substantivo;
  • Verbo “ser” e adjetivo;
  • Pronome indefinido neutro;
  • Com a palavra “só”;
  • Com expressões;
  • Com a palavra “meio”;
  • Números ordinais.

Adjetivo e único substantivo

O adjetivo deve concordar em gênero e número quando está relacionado a um único substantivo.

Exemplo: As pernas bambas denunciavam o nervosismo.

Adjetivo e mais de um substantivo (anteposto e posposto)

Quando o adjetivo vier antes dos substantivos, ele concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo.

Exemplo (anteposto):

  • Antigas pastas e arquivos enchiam as prateleiras.

Se acontecer dos substantivos serem nomes próprios ou de parentesco, a concordância nominal deve sempre ser no plural.

Exemplos:

  • As divertidas Juliana e Márcia viajaram ontem.
  • Encontraram os adoráveis primos e primas no aniversário.

Quando o adjetivo vier após o substantivo, ele concorda com o substantivo mais próximo, ou com todo eles prevalecendo o plural masculino, mesmo tendo substantivo feminino na oração.

Exemplo (posposto):

  • Esta televisão está com a imagem e o som distorcidos.

Caso os substantivos sejam do mesmo gênero, o adjetivo pode ficar no singular ou no plural.

Exemplo:

  • A inteligência e a moda feminina (s);
  • O imóvel e o carro seminovo (s).

Concordância nominal com verbo “ser” e adjetivo

Quando o verbo “ser” vier seguido de um adjetivo, este último deve estar sempre no gênero masculino.

Exemplo:

  • Intolerância é necessário.

Mas, no caso do substantivo estar acompanhado de outro determinante, o adjetivo deve concordar com o substantivo.

Exemplo:

  • A intolerância é necessária.

Concordância nominal com pronome indefinido neutro

Quando há pronomes indefinidos neutros como nada, algo, muito, tanto, mais a preposição “de”, o adjetivo geralmente ficará no singular masculino.

  • Ele não tem nada de misterioso.
  • Ela não tem nada de misterioso.
  • Eles têm algo de encantador.
  • Elas têm algo de encantador.

Concordância nominal com a palavra “só”

Com o significado de sozinho, solitário, quando “só” corresponde a adjetivo, ele concorda em número (plural ou singular) com o substantivo que se refere.

Exemplo:

  • Carla e Daniela estão sós;
  • Daniela está .

Quando “só” (advérbio) corresponde a unicamente, somente, ele não se flexiona.

Exemplos:

  1. Ela falou besteiras;
  2. Aluga-se casa para um noite .

Concordância nominal com expressões (I)

Com as expressões: é proibido, é bom, é preciso, é permitido, é necessário ou outras equivalentes e sem elementos determinantes, os adjetivos ficam invariáveis.

Exemplos:

  • É necessário proteção para trabalhar em lugares altos;
  • É proibido entrada de pessoas estranhas;
  • Água é bom para o corpo.

Mas quando há elementos determinantes, como artigos, o adjetivo varia em gênero e número.

Exemplos:

  • É proibida a entrada sem camisa;
  • São necessários muitos exercícios para manter a saúde em dia;
  • A água é boa para o corpo.

Concordância nominal com expressões (II)

Com expressões: um e outro, uma e outra, num e noutro, numa e noutra, o adjetivo ficará no plural, mesmo o substantivo comum ficando no singular.

Exemplos:

  • O diretor achou um e outro funcionários comprometidos;
  • Nem um nem outro problema foi resolvido;
  • Nem um nem outro problemas complicados foram resolvidos.

Observe que o último exemplo o substantivo está acompanhado de um adjetivo, e nesse caso o adjetivo vai para o plural.

Concordância nominal com a palavra “meio”

Quando a palavra “meio” se refere ao numeral (= metade), ele é flexionado.

Exemplos:

  • É meio dia e meia;
  • Ela cozinhou meio bolo sozinha;
  • Ele tem meia garrafa de vinho;
  • Ela ganhou meio litro de vinho;

Quando a palavra assume a função de advérbio de intensidade, ele é invariável.

Exemplos:

  • Existem esposos que são meio cegos;
  • Porta meio aberta;
  • Estou meio distraída.

 Observações:

  1. Normalmente se observa o “meio” como advérbio sendo flexionado. Por exemplo: Ela está meia cansada. Isto é explicado pela influência do adjetivo próximo a ele ou pelo chamado “concordância atrativa”.

Exemplos clássicos:

  • “A cabeça do Rubião meia inclinada”. / Machado de Assis no romance “Quincas Borba”;
  • “A mesma mulher, sempre nua e meia despida”. / Eça de Queiros em seu romance “A cidade e as serras”;
  • “Uns caem meios mortos, e outros vão”. / Luís de Camões em sua obra de poesia “Os Lusíadas”.
  1. Em “meio-dia e meia”, a palavra “meia” concorda com “hora” que não aparece na expressão: “meio-dia e meia hora.
  2. Meio-dia e meio também pode aparecer na fala, e por influência ou atração da forma masculina “meio-dia”, ele fica também no masculino.
  3. A palavra “meio” também pode assumir a função de justaposição.

Exemplos:

  • Meia-idade;
  • Meios-tons;
  • Meios-termos.

Concordância nominal com as palavras: bastante, caro, muito, pouco, etc.

Palavras como longe, pouco, caro, barato, muito, pouco, mesmo sendo invariáveis quando são advérbios, quando são adjetivos devem concordar em gênero e número com o substantivo.

Exemplos:

  • Existem bastantes profissionais interessados no workshop;
  • Vou comprar aqueles sapados baratos;
  • Essas compras estão muito caras.

Concordância nominal com números ordinais

Quando há números ordinais antepostos ao substantivo, a mudança é facultativa. Ou seja, o substantivo pode ser usado no plural ou singular.

Exemplos:

  • A segunda e a quarta casa / A segunda e a quarta casas.

Se o número ordinal for posposto ao substantivo, ele deve vir no plural.

Exemplo:

  • As casas segunda e quarta.

O que é concordância nominal irregular?

É quando ocorre a silepse, ou seja, quando o substantivo não está presente/explícito na oração, mas fica subentendido uma concordância mental ou figurada.

Exemplos:

  • Salvador é encantadora! / A palavra cidade que é feminino está oculto.
  • Rio de Janeiro é lindo! / A palavra estado que é masculino está subentendida.

Qual a diferença entre concordância nominal e verbal?

Na construção de uma oração, além da concordância nominal também ocorre a concordância verbal. Essa última é referente a concordância em número e pessoa entre o sujeito gramatical e o verbo da oração.

Um das diferenças entre eles é que na concordância verbal envolve os verbos que serão flexionados quanto ao número (singular ou plural), quanto a pessoa (1.ª, 2.ª ou 3.ª). Enquanto que a concordância nominal, envolve a flexão na concordância de gênero (feminino ou masculino) e número.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Lima, Cleane. Concordância nominal; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/concordancia-nominal >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 18:38.

Copiar referência

Outros Artigos de Língua Portuguesa

Trovadores apresentando em forma de cantiga o que foi escrito em seus textos com seus instrumentos.

Características do Trovadorismo

As características do Trovadorismo estão relacionadas com todas as particularidades […]

Chegada dos portugueses.

Características do Quinhentismo

As características do Quinhentismo, primeira manifestação literária do Brasil, estão […]

Características do Classicismo

As características do Classicismo eram baseadas na representação de elementos […]

Características do Arcadismo

As características do Arcadismo surgiram em meio ao período que […]