Coração

Órgão central do corpo humano

O coração é um dos órgão mais importantes para os humanos e os animais. Ele representa a parte central do sistema circulatório ou cardiovascular, sendo responsável por bombear o sangue por todo o corpo através dos vasos sanguíneos.

Coração localização
Localização do órgão no corpo humano. (Foto: Wikipédia)

Esse processo de transporte é contínuo, pois ajuda na execução de funções essenciais para a sobrevivência dos seres vivos como nutrição, oxigenação e defesa do organismo.

Por minuto, o coração lança 5 litros de sangue no corpo, o que corresponde a 400 litros em uma hora.

A estrutura do coração dos seres que pertencem ao Reino Animal varia. Por exemplo, nos humanos e demais vertebrados o órgão está localizado na parte central do corpo.

Já os artrópodes (filo dos invertebrados) o coração é uma espécie de tubo muscular que começa na cabeça e se estende pelo corpo.

Estrutura do coração humano

O coração humano ocupa a parte central da caixa torácica (levemente inclinado para a esquerda) e localizado entre os pulmões. Em um adulto, esse órgão mede aproximadamente 12 cm de comprimento, 9 cm de largura e pesa de 250 a 350 g.

Tal órgão é uma câmera oca, formada por quatro cavidades: dois átrios (parte superior) e dois ventrículos (parte inferior). Os átrios são as cavidades por onde o sangue chega e os ventrículos por onde o sangue sai.

Além das cavidades, existem quatro válvulas (valvas) que regularam o sangue e garantem que ele flua em um único sentido:

  • Válvula tricúspide: localizada entre o átrio direito e o ventrículo direito;
  • Válvula pulmonar: localizada entre o ventrículo direito e a artéria pulmonar;
  • Válvula mitral: localizada entre o átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo;
  • Válvula aórtica: localizada entre o ventrículo esquerdo e a aorta.

As cavidades e válvulas realizam um trabalho de cooperação. O átrio e o ventrículo direito se comunicam por meio da válvula tricúspide, transportando o sangue arterial. Do mesmo modo que o átrio e o ventrículo esquerdo estão interligados pela válvula mitral, transportando o sangue venoso.

Mas qual a diferença entre o sangue arterial e o sangue venoso? O primeiro é rico em oxigênio e sai do coração em direção aos demais órgãos do corpo humano. Enquanto o segundo faz o caminho inverso, sendo composto por elevadas taxas de gás carbônico, mas pobre em oxigênio.

Partes do coração
Partes do coração humano. (Foto: Wikipédia)

O coração ainda é revestido por uma parede, constituída por três camadas:

  • Pericárdio: membrana que envolve o coração, cuja função é proteger e auxiliar o órgão a manter-se na posição correta;
  • Miocárdio: camada média, formada por um tecido muscular e responsável pelas contrações do coração;
  • Endocárdio: revestimento interno das cavidades do coração.

Vasos sanguíneos: artérias, veias e capilares

Além do coração, os vasos sanguíneos fazem parte do sistema circulatório. Essas estruturas, também consideradas órgãos, compõem uma rede de tubos que transportam o sangue por toda extensão do corpo. Os principais vasos são:

Artérias: responsáveis por transportar o sangue arterial, com ponto de partida no coração. Diferenciam-se dos demais vasos por terem uma parede mais elástica e forte, uma vez que o sangue é conduzido sob uma forte pressão.

A principal função das artérias é garantir que as células alimentem-se com nutrientes e oxigênio. Especificamente, a artéria pulmonar faz o transporte do sangue venoso e isso garante que o sangue com gás carbônico seja levado aos pulmões para oxigenação.  

Veias: garantem que sangue rico em gás carbônico seja levado ao coração para realizar a oxigenação; depois o sangue oxigenado retornará para o órgão e será bombeado pelo corpo. Se comparadas com as artérias, as paredes das veias são mais finas.

Capilares: são os vasos sanguíneos mais finos, tal característica facilita a troca de gases entre o tecido e o sangue.

O percurso do sangue

A circulação do sangue pelo corpo consiste no ato de transporte das substâncias essenciais para o funcionamento do organismo. Existem dois circuitos especializados, com diferentes funções:

Circulação pulmonar: também conhecida como pequena circulação, corresponde ao processo de descolamento do sangue na ordem coração-pulmão-coração. Inicialmente, o sangue venoso entra no ventrículo direito e é bombeado para as artérias pulmonares, seguindo para os pulmões.

Ao chegar nos pulmões, o sangue pobre em oxigênio percorre as arteríolas e capilares pulmonares, onde ocorre o processo de troca gasosa que elimina o gás carbônico do sangue e o tornam rico em oxigênio. Em seguida, o sangue arterial passa pelas vênulas pulmonares e veias pulmonares e retorna para o coração através no átrio esquerdo.

Circulação sistêmica: denominada também de grande circulação, refere-se ao processo circulatório coração-sistemas-coração. Primeiro o sangue sai do ventrículo esquerdo através artéria aorta,e dela partem os ramos que se espalham por todo corpo todo.

Nos capilares, o sangue realiza as trocas gasosas com as células do tecido e enriquece-se com gás carbônico.  Após as trocas o sangue é retirado pelas vênulas, que o leva para as veias das cavas superior e inferior. Por fim, as veias cavas levam o sangue até o coração, vazando no átrio direito.

Durante o processo de circulação do sangue, de forma ritmada, o coração realiza dois movimentos:

  • Sístole: movimento de contração, no qual ocorre o esvaziamento dos ventrículos e o sangue é bombeado para o corpo;
  • Diástole: movimento relaxamento, no qual os ventrículos recebem sangue dos átrios e o coração se enche.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Coração; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/coracao >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 17:51.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]