Cores do arco-íris

Decomposição da luz branca nas cores do espectro visível

As cores do arco-íris resultam de processos físicos simultâneos que acontecem à medida em que a luz solar branca perpassa as gotículas de água presentes na atmosfera. Assim, o espectro de dispersão da luz branca se decompõe em outras cores.

Do ponto de vista da Física, o fenômeno óptico arco-íris possui uma infinidade de cores sem qualquer delimitação entre elas. Assim, a percepção das cores no arco-íris é variável, uma vez que não existe uma separação real entre elas.

Cores do Arco-íris
Imagem mostra o processo de decomposição da luz solar em cores do espectro visível. (Foto: Wikimedia Commons)

O arco-íris não aparece na mesma posição no céu e sua visualização varia conforme a posição do observador e do sol.

Sob alguns ângulos, a percepção é mais nítida, pois a intensidade refletida da luz é maior e mais favorável para ver a decomposição da luz solar e das cores do arco-íris.

Apesar de todas as gotas de água refletirem a luz solar, nem todas chegarão até os olhos dos humanos. Desse modo, a luz que chega é que constitui a nossa percepção do arco-íris.

Devido à capacidade finita de distinção de cores pela visão humana, o arco-íris é resumido apenas nas cores visíveis. Por serem cores mais intensas, azul, violeta, vermelho, amarelo e verde são as mais fáceis de enxergar em um arco-íris.

Dessa forma, o arco-íris é simplificado em sete cores visíveis à visão humana. Portanto, as cores do arco-íris se resumem às seguintes: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta, sendo que ele é formado com o vermelho no seu exterior e o violeta em seu interior.

A simplificação das cores do arco-íris foi proposta pela primeira vez pelo físico inglês Isaac Newton. Apesar de ter admitido que conseguia observar apenas cinco cores, o físico adicionou mais duas apenas para fazer analogia com as sete notas musicais.

arco-íris em uma cidade
Uma pessoa no solo consegue ver até sete cores, mas a depender da posição nem todas as cores poderão ser vistas. (Foto: Pxhere)

De onde vêm as cores do arco-íris?      

A formação do arco-íris ocorre quando a luz branca do sol é interceptada por uma gotícula de água. Nesse processo, uma parte da luz é refratada para dentro da gota d’água, refletida em seu interior e refratada para fora.

Dessa forma, a luz branca que é formada por uma mistura de cores, ao atravessar a superfície líquida da gotícula de água, sofre a refração que faz aparecer o espectro de cores: violeta, anil, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho.

Portanto, as cores do arco-íris são o resultado de processos físicos simultâneos como refração, dispersão e reflexão da luz, que são completados com o fenômeno óptico da observação.

Esses processos se dão da seguinte forma:

  • Refração –  Quando a luz do sol é interceptação pelas gotas de água na atmosfera, ela passa de um meio (ar) para um meio outro (líquido) e tem a sua velocidade alterada, o que causa a sua refração. Com isso, muda também sua direção e ao voltar para o ar, a luz sofre outra refração.
  • Dispersão – A velocidade da luz se modifica de acordo com cada comprimento de onda e, consequentemente, os desvios são diferentes para cada uma delas. Esse fenômeno causa a decomposição da luz em diversas cores.
  • Reflexão – Quando a luz do sol decomposta entra nas gotículas, elas sofre mudanças de direção e, em seguida, continua a se propagar. Depois, refrata-se novamente.

Observação das cores do arco-íris

As cores do arco-íris que podem ser observadas pelo olho humano correspondem à faixa de radiação por luz visível. Trata-se do espectro visível, ou seja, a porção do espectro eletromagnético que possui radiação formada por fótons capazes de sensibilizar o olho humano.

Cores do Arco-íris
O arco-íris é simplificado em 7 cores: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta. (foto: Pixabay)

Quem dá origem a todas as cores é a luz branca. Ela é composta por luzes com vários comprimentos de onda que vão do violeta, com cerca de 400 nanômetros, ao vermelho, que possui 700 nanômetros.

Todas as luzes refletem e refratam da mesma maneira, mas o arco-íris aparece em sete cores, pois as gotas de água quebram a luz branca nas sete cores do espectro (violeta, anil, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho).

As luzes dispersas dentro de cada gotícula seguem direções diferentes. Nos extremos do arco-íris estão: a luz vermelha que possui ângulo de 42° em relação ao raio de sol do qual foi originada; e a luz violeta tem ângulo de 40° em relação ao raio solar.  

Assim, só é possível enxergar um arco-íris se o Sol estiver atrás do observador e a chuva na frente. Uma pessoa que esteja no chão consegue ver as sete cores, entretanto, é possível que, em outras posições, nem todas as cores do arco-íris sejam vistas.

Resumo sobre arco-íris

As cores do arco-íris resultam de processos físicos que ocorrem a medida em que a luz branca do Sol perpassa as gotículas de água presentes na atmosfera.

Sendo assim, o arco-íris é simplificado em sete cores visíveis à visão humana. São elas: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. Cores do arco-íris; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/cores-do-arco-iris >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 18:40.

Copiar referência

Outros Artigos de Física

Alicate feito com isolantes e condutores de energia.

Condutores e isolantes

Os materiais condutores e isolantes fazem parte do estudo da […]

Panela no fogão

Condução térmica

A condução térmica é o processo de transferência de calor […]

Modelo atômico.

Carga Elétrica

A carga elétrica é uma propriedade das partículas que estabelece […]

Capacitores

Associação de capacitores

A associação de capacitores é a combinação de vários capacitores […]