Cores Primárias

Vermelho, amarelo e azul

Cores primárias são cores sem a adição de outras, e por isso chamadas de puras.

Depois dos experimentos do físico Isaac Newton com feixes de luz e prismas, no século XVIII, os cientistas conceberam as cores vermelho, amarelo e azul como cores primárias canônicas.

Elas não são resultado de misturas de outras cores. Pelo contrário, são responsáveis pela formação de outros pigmentos coloridos (cores secundárias).

As cores primárias são classificadas em: primárias aditivas e primárias subtrativas. Continue lendo este artigo e saiba mais.

Cores Primárias
As cores primárias são o vermelho, azul e amarelo. (Foto: Pixabay)

Cores primárias aditivas

Diferente das cores primárias, as cores primárias aditivas são representadas pelo vermelho, verde e azul. Esse conjunto de cores fazem parte do sistema RGB, que na língua inglesa significa red, green e blue.

O RGB é um sistema de cores de luz ou cores luminosas e é muito utilizado nos aparelhos eletroeletrônicos como televisão, câmeras digitais e monitores de desktop, notebook e ultrabook.

Essas mídias usam uma combinação luminosa para criar a sensação de cores. Todas as imagens são formadas a partir de pontos de luz.

A mistura do vermelho, verde e azul, como falamos acima, forma outras cores. Essas combinações são formadas por enquadramentos, ou seja, variações numéricas entre 0 a 255.

No sistema RGB, quando a mistura de cores está no mínimo, formam-se cores e tons escuros. Quando a mistura está próxima do máximo, formam-se cores e tons claros.

Cores primárias subtrativas

As cores primárias subtrativas são as seguintes: ciano, magenta, amarelo e o preto. Essas cores fazem partem do sistema CMYK, que no idioma inglês significam cyan, magenta, yellow e black. Elas são utilizadas na impressão de diversos materiais.

Anteriormente, os nomes das cores ciano e magenta eram azul-esverdeado e púrpura, respectivamente.

A cor preta, nas impressões, é uma espécie de “cor chave” porque faz a impressão de detalhes e de imagens artísticas. A cor representa a falta de luminosidade ou ausência de luz.

No modelo de cores CMYK os feixes de luz são reduzidos no papel branco. Por isso são chamadas de subtrativas, pois ofuscam o branco do papel.

A obtenção das variadas composições de cores a partir da tríade de cores subtrativas ocorre da seguinte forma:

  • A mistura do amarelo com o ciano resulta na cor verde;
  • A mistura do amarelo com magenta resulta na cor vermelho;
  • A mistura de magenta com ciano resulta na cor azul;
  • A quantidade igual de três cores resulta na cor cinza;
  • A composição de três cores na mesma densidade resulta no marrom.
Cores Primárias Subtrativas
As cores primárias subtrativas são utilizadas no sistema CMYK. (Foto: Pixabay)

Classificação das cores

Além de cores primárias, as cores podem ser classificadas em:

  • Cores secundárias: são cores formadas a partir da união das cores primárias;
  • Cores terciárias: são combinações e tonalidades variadas de cores a partir da mistura de uma cor primária e de uma cor secundária;
  • Cores nutras: são cores da reflexão da luz como o tom cinza e o marrom;
  • Cores quentes: são cores que provocam a sensação de alta temperatura como o vermelho e o amarelo;
  • Cores frias: são cores que provocam a sensação de baixa temperatura como o azul e o violeta.

Cores e pinturas

A pintura é um tipo de artes visuais que explora muitas expressões através da magia das cores. Ela estimula a criatividade e pode ser uma atividade profissional ou de pura fruição.

O artista, por meio de pincéis, rica imaginação e mãos habilidosas busca representar o real ou a ficção em uma superfície qualquer. Ele utiliza isso ao pintar vários pigmentos com misturas de cores diversas.

Portanto, para um rico trabalho, muitos deles utilizam não só as cores primárias, mas também todas as variações e tonalidades resultantes das misturas de cores (mix de cores secundárias e terciárias).

Em uma das pinturas da artista brasileira Tarsila do Amaral chamada de “Morro de Favela”, por exemplo, podemos ver a utilização desse mix de cores. A pintora retratou uma comunidade e para isso explorou todas as tonalidades.

Esta fase de Tarsila é chamada de “Pau Brasil”, e compreende os anos de 1924 a 1928. 

Na pintura, Tarsila do Amaral representou a realidade das pessoas das classes empobrecidas da cidade carioca. Elas foram retiradas dos centros e colocadas nos morros. Esse fenômeno originou favelas e um grande aglomerado de casas simples.

Com uma fantástica combinação de cores, a pintora retratou um ambiente harmônico, tranquilo e belo da favela do Rio de Janeiro.

Ela abusou de muitas tonalidades na obra, como no verde da vegetação; e no rosa, branco, amarelo e vermelho das casas. Também é possível analisar o azul do céu, e as nuances de tons de pele das pessoas que convivem no local.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

ARAÚJO, Andréa. Cores Primárias; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/cores-primarias >. Acesso em 19 de novembro de 2019 às 04:13.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]