Deus Ares

Deus da guerra

O Deus Ares é a temida e impetuosa divindade da guerra na Mitologia Grega. Sendo as suas características amenizadas quando surge como Marte, deus romano da guerra e guardião da agricultura.

Ares é fruto do incesto entre os deuses supremos do Olimpo Zeus (deus dos deuses) e Hera (deusa do nascimento e do casamento). Nascido em Trácia, país dos guerreiros, o Deus Ares no combate é anunciado com um grito feroz capaz de matar um mortal.

Ares é um dos principais deuses olímpicos junto com Zeus, Hera, Posídon, Atena, Ares, Deméter, Apolo, Ártemis, Hefesto, Afrodite, Hermes e Dioniso.

Devido a sua reputação de truculento e sanguinário, o Deus Ares era pouco cultuado na Grécia Antiga, sendo reverenciado apenas em alguns lugares como é o exemplo de Esparta.

Conta a história que, nos dias em que antecediam as guerras, animais eram sacrificados e oferecidos ao deus da guerra como forma de pedir sucesso nas batalhas. Para homenageá-lo os Espartanos fizeram uma estátua de Ares acorrentado para simbolizar que a vitória não deixaria a cidade.

Os seus símbolos são: a lança, o elmo e o círculo com uma seta em diagonal para cima; tendo um cão como animal. Já o símbolo de Marte é uma seta representado uma espada e um círculo representado o escudo.

Conhecido pela selvageria e por sua sede de sangue, Ares era temido pelos mortais e repudiado pelos outros deuses. Por isso, o deus era desprezado pelo seu pai Zeus, que decidiu criar um outra divindade para representar a guerra. A eleita foi Atena, sua irmã, conhecida como mentora da guerra estratégica.

O Deus Ares é personificado com um porte atlético e uma beleza exuberante. Ele possui uma armadura de latão e empunha uma lança. Além disso, o deus é conduzido por uma carroça com quatro cavalos imortais que soltam fogo pelo nariz. Possui como animais sagrados pássaros com a coruja de celeiro, o pica-pau, o bubo e, no sul, o abutre.

Mitologia

Embora o Deus Ares fosse repudiado por ser violento e sanguinário, segundo a mitologia grega, o deus da guerra nutria forte sentimento por sua cunhada Afrodite (a deusa do amor, da beleza e do sexo) com quem mantinha um relacionamento amoroso.

Segundo o mito, o feio deus Hefesto recebeu de Zeus a mão de Afrodite em casamento, no entanto, a deusa não ficou satisfeita com a escolha do deus dos deuses e se encantou com o forte e bonito Ares com quem começou um relacionamento secreto. No entanto, esta relação foi descoberta por Hélio (deus do sol) que rapidamente contou para o marido enganado.

Ao saber da traição, Hefesto quis se vingar armando um plano para humilhá-los, então quando os dois estavam juntos na cama, ele os envolveu em uma rede transparente indestrutível edepois levou-os ao monte Olimpo para envergonhá-los diante dos outros deuses.

A partir do romance entre o Deus Ares e Afrodite surgiram os símbolos: uma seta diagonal para cima representando Ares como exemplo de masculinidade, e um círculo com uma cruz para baixo retratando Afrodite como modelo de feminilidade.

Símbolo de Ares que representa sua lança e o seus escudo.
Símbolo de Ares que representa sua lança e o seus escudo. (Foto: Wikipedia)

Outros Mitos

  • “Ilíada” – De acordo com um dos principais livros épicos da Grécia antiga, “Ilíada”, o Deus Ares teve duas batalhas com a sua irmã Atena. Na primeira vez, Atena flagrou Ares lutando ao lado dos Troianos a pedido de Afrodite, mesmo ele tendo prometido a Atena e a Hera que lutaria em favor dos Aqueus. Esta luta foi encerrada com a derrota de Ares para Atena, que saiu ferido com a lança da sua irmã. A segunda batalha foi retomada quando Zeus consentiu que os deuses lutassem na guerra novamente. No entanto, a tentativa de vingar-se de Atena falhou e Ares foi novamente machucado tendo que voltar para o Olimpo.
  • Hércules – Ares entrou em confronto com Hércules, um notável semideus, filho de Zeus. Ao ver um dos seus filhos, Cygnus, ser derrotado por Hércules, Ares decidiu intervir na luta, mas acabou vendo o seu filho ser exterminado. Depois disso, Ares teve que fugir ferido para o Olimpo.
  • Oto e Efialtes – Outro mito diz que os gigantes Aloídas, irmãos gêmeos e filhos de Poseidon com Ifimedia, teriam aprisionado Ares em uma urna de bronze, onde ele permaneceu gritando por 13 meses, sendo resgatado por Hermes, filho de Zeus.

Herdeiros

Embora fosse conhecido pelo temperamento agressivo e implacável, o Deus Ares era protetor dos seus filhos, sendo eles os seus companheiros nas batalhas.

Entre eles estão os inseparáveis Deimos, o Terror ; e Fobos, o medo, ambos filhos do deus com Afrodite. Além deles, Ares também teve outros filhos com mortais, sendo considerados tão monstruosos quanto o pai.

Confira abaixo os filhos de Ares e entre parênteses as respectivas mães:

  • Alcipe (Aglauros) 
  • Anteros (Afrodite) 
  • Deimos (Afrodite)
  • Eros (Afrodite)
  • Harmonia (Afrodite)
  • Fobos (Afrodite)
  • Diómedes (Cirene)
  • Oenomaus (Harpina)
  • Cicno (Pyrene)
  • Biston (Pyrene)
  • Ascalaphus (Astyoche)
  • Ialmenus (Astyoche)
  • Tereus (Bistonis)
  • Pentesiléia (Otrera – Rainha das Amazonas)
  • Hipólita (Otrera – Rainha das Amazonas)
  • Antíopa (Otrera – Rainha das Amazonas)
  • Melanipe (Otrera – Rainha das Amazonas)
  • Eurytion (Eritreia)
  • Thrax (mãe desconhecida)

Filhos na mitologia romana:

  • Remo (Reia Sílvia)
  • Rômulo (Reia Sílvia)

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

RIBEIRO, Lohana. Deus Ares; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/deus-ares >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 18:38.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]