Dia de todos os santos

Um dia para lembrar dos santos

O dia de todos os santos é uma festividade cristã católica, comemorada no dia 1º de novembro, mas não é feriado.

Essa data também é comemorada pela igreja ortodoxa e pelos umbandistas.

Dia de Todos os Santos
Ilustração de todos os santos católicos. (Fonte: Pixabay)

O dia de todos os santos reverencia, literalmente, todos os santos. A igreja católica tem incontáveis santos, e muitos deles não tem um dia no calendário, então foi eleito um dia para eles. Assim, cada santo não tão famoso também é lembrado de alguma maneira.

Santos, bruxas e mortos

A data do dia de todos os santos tem relação com o dia do Halloween, a festa dos povos celtas, e o dia dos mortos, comemorado principalmente no México.

Os povos celtas, que povoaram a Europa no período antes da cultura medieval, na Idade Média, mais precisamente os que viviam onde hoje existe a Irlanda, cultuavam mortos e bruxas no dia 31 de outubro, para saber mais sobre o que eles podiam dizer sobre o futuro.

Abóbora do dia das bruxas e o dia de todos os santos
Abóbora é um dos símbolos do atual dia das bruxas. (Foto: Wikipédia)

Já no México, outros países da América Latina e em algumas regiões dos Estados Unidos, o dia dos mortos é comemorado no dia 2 de novembro, mas os festejos começam dia 31 de outubro. É um momento de alegria e festejo, sem a morbidade que o tema pode apresentar.

As pessoas colorem as casas, enfeitam com flores, incensos e caveiras para receber os entes queridos que já partiram, mas que nesses dias acreditam que voltam para visitá-las.

A origem do dia dos mortos é dos povos pré-hispânicos, astecas, maias, purépechas, náuatles e totonacas. Eles comemoravam durante um mês, guardavam crânios de conquistas em brigas e cultuavam os mortos.

Mulher fantasiada no dia dos mortos
Mulher fantasiada para celebra o dia dos mortos. (Foto: Pixabay)

A igreja católica, na Europa, criou o dia de todos os santos justamente para se proteger do paganismo da data, que assombrava as outras pessoas que não cultuavam como os celtas.

Quando surgiu o dia de todos os santos?

Existem justificativas, que os católicos afirmam ser bíblicas, além das explicações culturais e contextuais de quando a data nasceu.

As sagradas escrituras dos cristãos falam sobre o dia de Pentecostes e sobre todos os santos que povoam os céus. Por isso os católicos ortodoxos comemoram o dia de todos os santos, logo após o dia de Pentecostes, fechando o ciclo da Páscoa.

Dentro da igreja luterana, que é a igreja protestante que saiu da reforma da igreja católica com Lutero, o dia de todos os santos serve para celebrar os novos santos, aqueles que foram batizados e as pessoas que faleceram no ano que passou.

Os festejos

No Brasil não existe uma festa no dia de todos os santos, também não é feriado. Entre os católicos, em sua rotina religiosa é feita uma reflexão sobre a santidade humana e sobre aqueles que povoam os céus.

Em Portugal, por outro lado, existem demonstrações culturais na rua. Também conhecido como o dia dos bolinhos, crianças saem nas ruas pedindo o Pão-por-Deus.

As crianças pedem os pães enquanto recitam versos, e ganham além de pães, castanhas, romãs, frutos secos e outros alimentos do tipo.

É um dia de feriado em Portugal, e coincidentemente é um dia de memorial ao terremoto que aconteceu em Lisboa em 1755, no mesmo dia de todos os santos.

Muitas cidades já não festejam mais o dia 1 de novembro, mas nas mais católicas, como Fátima, a tradição ainda é bem viva.

Dia de todos os santos da umbanda

Na umbanda, o período de 31 de outubro a 02 de novembro também é importante. Um período de falar sobre morte, passagem e renascimento.

Cada passo é regido por uma entidade, que cuida do desencarnar até o momento de passagem de vida:

Morrer é Omolu, fazer a passagem é Obaluaê, nascer em uma outra vida é Iemanjá. O lado direito do cruzeiro pertence a Obaluaê e o lado esquerdo pertence a Omolu, não que ele seja o Orixá da esquerda, mas energeticamente Obaluaê está na direita e Omolu na esquerda porque Obaluaê é universal e Omolu é retificador.

Alexandre Cumino, curso Orixás na Umbanda

Os santos

Dentro da religião católica, mais conhecida pelo festejo ao dia de todos os santos, existem muitos santos, uma das justificativas pelo dia. Foram mais de 10 mil canonizações ao longo dos anos.

Alguns santos são famosos como São José, Virgem Maria e São Pedro. Alguns outros têm data fixa no calendário, e a importância varia de acordo a cidade, o país.

Veja no vídeo um pouco mais sobre o dia de todos os santos:

No Brasil a santa padroeira é Aparecida, com feriado no dia 12 de outubro, uma das mais conhecidas.

Conheça alguns outros santos:

  • Santa Maria
  • Santa Helena
  • Santo Antônio
  • São Jorge
  • Nossa Senhora de Fátima
  • Santo Expedito
  • São Francisco de Assis
  • São Judas Tadeu
  • Sã Cosme e Damião
  • São Sebastião
  • São João
  • Santa Rita de Cássia
  • Santa Ana
  • São Benedito
  • Santo André
  • Padre Cícero
  • Santa Inês
  • Madre Tereza
  • Senhor dos passos
  • São Valetim
  • Santo Inácio de Loyola
  • São Geraldo
  • São Franciso Xavier
  • Frei Galvão
  • Santo Evaristo
  • Irmã Dulce

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Ana Cláudia. Dia de todos os santos; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/dia-de-todos-os-santos >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:45.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]