Ditongo

Uma classificação da separação das sílabas

O ditongo é uma das definições da palavra na Língua Portuguesa, que facilitam a compreensão escrita e oral. Entre essas definições, existem as classificações das letras, que são divididas em: consoantes (b, c, d, f, g, h, j, …) e vogais (a, e, i, o, u). Quando se trata das vogais, existem os encontros vocálicos, que, além do ditongo, podem ser divididos em: tritongo e hiato.

Resumidamente, os encontros vocálicos, como o nome já diz, são os encontros das vogais. Essa junção pode definir as letras em vogais e semivogais, de acordo com a forma que ela for pronunciada.

Para compreender os encontros vocálicos é preciso estar ciente que essa classificação é feita através da separação silábica, que é divisão das partes que formam as palavras.

Neste artigo, será apresentado detalhes sobre a classificação DITONGO.

Ditongo
O ditongo pode ser caracterizado como crescente e decrescente ou oral e nasal. (Foto: Guia Estudo)

Mas o que é ditongo? 

O ditongo é definido quando há o encontro vocálico de duas vogais, que permanecem juntas durante a separação das sílabas. Importante destacar que esse encontro ainda pode ser classificado como hiato ou tritongo.

Exemplos:

  • Dói (dói);
  • Lei (lei);
  • Leite (lei-te);
  • Limão (li-mão);
  • Mau (mau);
  • Noite (noi-te);
  • Quadrado (qua-dra-do);
  • Saudade (sau-da-de);
  • Sou (sou);
  • Quadrado (qua-dra-do);
  • Sabão (sa-bão);
  • Coração (co-ra-ção);
  • Frouxo (frou-xo);
  • Caixa (cai-xa).

Para que serve o ditongo?

O ditongo serve justamente para identificar quando na mesma sílaba existirem duas vogais ou uma vogal e semivogal.

Observação: a vogal é identificada quando na pronúncia ela aparece com mais força e a semivogal aparece na pronúncia de forma secundária, sem tanta evidência.

Um exemplo é a palavra “caixa”. Quando se separa as sílabas, perceba como ela fica:“cai” e “xa”, em que o “ai” é o ditongo (vogal + semivogal). Nota-se que duas vogais permaneceram juntas na mesma sílaba. Pois então, isso é ditongo. Simples não é?!

Além disso, os ditongos possuem classificações que variam de acordo com a localização da vogal e da semivogal, e da pronúncia.

Ditongo e língua portuguesa
Ditongo é uma das regras da língua portuguesa. (Foto: Pixabay)

Classificação dos ditongos

O ditongo pode ser classificado diversas formas diferentes, levando-se em consideração a localização da vogal e da semivogal na sílaba ou de acordo com a pronúncia. Além disso, os ditongos podem ser denominados como crescentes e decrescentes. Confira:

Crescente

Um ditongo é classificado como crescente quando a semivogal (palavra com entonação mais fraca) surge antes da vogal (palavra com entonação mais forte). Como nos exemplos abaixo:

  • quase: qua-se
  • quatro: qua-tro
  • aquário: a-quá-rio
  • glória: gló-ria

Percebe-se que nos três primeiros exemplos a letra “u” possui uma entonação mais fraca, portanto ela é a semivogal e a letra “a” a vogal. Já no último exemplo, a letra “i” é a semivogal e a letra “a” a vogal.

Decrescente

Sendo o oposto do ditongo crescente, esse tipo de ditongo acontece quando a vogal antecede a semivogal. Portanto, a letra com entonação mais forma vem antes da letra com entonação mais fraca. Veja os exemplos abaixo:

  • céu
  • pai
  • mau
  • sou

Nota-se que as letras “e” “a” e “o” possuem entonação mais forte durante a pronúncia, por isso todas elas são vogais.

Conforme a Pronúncia 

Além das características citadas acima, os ditongos também podem ser definidos através da forma que é pronunciada, se de forma oral ou nasal.

Como é possível fazer essa identificação? É fácil. Algumas vogais são faladas apenas pela boca, como as vogais: “a” “é” e “o”. Já outras que são pronunciadas pelo nariz, como é o caso das vogais: “ã” e “õ”.

Ditongo oral

Como foi dito anteriormente, o ditongo oral é classificado quando a sílaba é formada por duas vogais pronunciadas apenas pela boca. Confira os exemplos:

  • caixa
  • pau
  • chapéu

Ditongo nasal

Diferente do ditongo oral, o ditongo nasal é formado por duas vogais pronunciadas pelo nariz ou nos casos em que há uma vogal oral e outra nasal, como nos exemplos abaixo:

  • são
  • mãe
  • põe

Diferença entre Hiato e Ditongo

Na hora de realizar a separação de sílabas, há uma grande dúvida para diferenciar as sílabas ditongos e hiatos. Porém, isso pode acontecer com mais facilidade quando se tem um domínio na hora de separar as palavras silabicamente.

Como foi explicado ao longo do artigo, o ditongo é quando possui duas vogais juntas na mesma sílaba, sendo que pode ser uma vogal e uma semivogal ou vice-versa.

Porém, existem casos em que duas vogais consecutivas não são caracterizadas como ditongo. E isso acontece quando na separação de sílabas elas são pronunciadas separadamente. Nesse caso, elas serão denominadas como hiato. Vejam os exemplos a seguir:

  • Ainda (a-in-da);
  • Heroína (he-ro-í-na);
  • Hiato (hi-a-to);
  • Moinho (mo-i-nho);
  • Rainha (ra-i-nha);
  • Saída (sa-í-da).

Além dessas duas definição, há os casos em que o encontro vocálico é denominado como tritongo, que é quando a sílaba é formada por três vogais, como no caso da palavra “Paraguai”.

Dica

Para facilitar a compreensão na hora de identificar os encontros vocálicos, análise as seguintes questões:

  • Se possui mais de duas vogais em uma mesma sílaba é tritongo;
  • Se há o encontro de duas ou mais vogais em sílabas diferentes é hiato;
  • O restante que não se enquadrar nessas condições é ditongo.

Resumo sobre ditongo

É chamado de ditongo o encontro entre vogais ou semivogais na mesma sílaba. Na pronuncia, esse encontro tem um único som, sendo chamado de encontro vocálico.

Existem ditongos crescentes e decrescentes. Os ditongos crescentes acontecem quando as a vogal que vem após a semivogal tem mais força. Por exemplo, a palavra “quase”, que possui o ditongo crescente “ua”.

Já o ditongo decrescente é formado quando a vogal que vem após a semivogal tem o som mais fraco. Por exemplo, a palavra “leite”, cujo encontro acontece pelas vogais “ei”, ou ainda a palavra mau, onde o encontro é formado pelas vogais “au”.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

BARBOSA, Elson. Ditongo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/ditongo >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 22:24.

Copiar referência

Outros Artigos de Língua Portuguesa

Trovadores apresentando em forma de cantiga o que foi escrito em seus textos com seus instrumentos.

Características do Trovadorismo

As características do Trovadorismo estão relacionadas com todas as particularidades […]

Chegada dos portugueses.

Características do Quinhentismo

As características do Quinhentismo, primeira manifestação literária do Brasil, estão […]

Características do Classicismo

As características do Classicismo eram baseadas na representação de elementos […]

Características do Arcadismo

As características do Arcadismo surgiram em meio ao período que […]