Ecossistema

É o conjunto de seres vivos e não vivos que interagem formando um sistema autossustentável

Ecossistema é formado por um conjunto de comunidades de seres vivos (bióticos) e não vivos (abióticos), onde a interação que eles estabelecem entre si proporciona uma relação harmoniosa e autossuficiente no meio em que habitam. Vários ecossistemas parecidos formam um bioma.

O termo ecossistema foi utilizado pela primeira vez em 1935 pelo ecólogo Artur George Tansley. Para uma melhor compreensão dos fatores responsáveis pela formação do ecossistema é preciso entender a composição dos seus elementos.

Um organismo é a forma individual de vida, mas quando temos vários organismos de uma mesma espécies temos uma população. Já a comunidade ou biocenose, é o resultado de duas os mais espécies.

No entanto, as comunidades contemplam apenas os organismos vivos, enquanto o ecossistema engloba todos os organismos, os vivos e não vivos, como vegetais, animais, água e radiação solar. Sendo o último fundamental para a vida.

Ecossistema
Um pequeno aquário pode ser considerado um ecossistema. (Foto: Pixabay)

Componentes

Fatores bióticos – Está relacionado aos seres vivos das comunidades como plantas, animais e bactérias, que por sua vez desempenham papeis diferentes no ecossistema. Os fatores bióticos podem ser:

  • Produtores – São seres que produzem o próprio alimento, ou seja, todos os autotróficos que realizam fotossíntese. Ex.: plantas.
  • Macroconsumidores – São seres heterotróficos (que não são capazes de produzir o próprio alimento e precisam de outros seres vivos para se alimentar). Ex.: Animais. 
  • Microconsumidores – São seres chamados de decompositores (transformam a matéria orgânica em inorgânica, devolvendo ao meio minerais para que os produtores possam renovar a cadeia alimentar). Ex.: Fungos e bactérias.

Fatores abióticos – São fatores externos fundamentais como água, sol, solo, gelo, vento etc.

Aplicação

Para entender melhor o que é um ecossistema, verifique o exemplo de um lago. Nele, podemos encontrar as algas, que são os organismos com capacidade de produzir o próprio alimento através da fotossíntese.

Neste lago também vivem outros seres vivos como os peixes (herbívoros), que alimentam-se de vegetais; além dos peixes (carnívoros), que alimentam-se de outros seres vivos. Neste ecossistema os peixes herbívoros servem de alimento para os peixes carnívoros.

Já nas margens deste lago podemos encontrar aves, que por sua vez, alimentam-se dos peixe carnívoros e de outros seres vivos, que assim como as rãs também vivem nas proximidades.

Esta forma, podemos concluir que todos os organismos dependem uns dos outros para sobreviver. Esta interação alimentar feita entre eles é chamada de cadeia alimentar.

Diagrama da cadeia alimentar
A cadeia alimentar representa a interação entre os diferentes organismos vivos. (Foto: Wikipedia.org)

Tipos de ecossistemas

Ecossistemas terrestres

  • Florestas – É considerado o maior ecossistema devido a sua grande biodiversidade. Geralmente, são caracterizadas pela grande quantidade de árvores de médio e grande porte e por ter chuva em abundância. As florestas são divididas em quatro grupos:

Tropicais – Possuem um clima quente e com muita chuva. Ex.: Floresta Amazônia.
Temperadas – Estão localizadas entre os círculos polares e as zonas tropicais. Tem como principal característica possuir estações do ano bem definidas, onde no outono, as folhas das plantas caducifólios ganham uma coloração dourada ou amarronzada, e depois caem.
Coníferas – Também conhecida como Taiga ou Floresta Boreal, é um lugar frio, onde no inverno as precipitações ocorrem em forma de neve. A temperatura pode variar entre 0°C e 5°C. São locais com pouca interferência humana.
Savanas – Estão localizadas em áreas tropicas, que alternam entre períodos de chuva e seco. São locais habitados por grande animais como girafa e leão. Ex.: Serengueti, localizada entre o norte da Tanzânia e o sudoeste do Quênia.

  • Pradarias – Também chamadas de estepes, possui uma vegetação herbácea e não possui árvores em locais de clima temperado. Costuma passar por longos períodos de seca, facilitando as ocorrências de queimadas.
  • Desertos – São áreas sem vegetação e com pouca frequência de chuva. Lá é possível encontrar cactos, que é uma planta com capacidade de armazenar água. Entre os desertos mais conhecidos está o Saara, considerado o maior deserto do planeta, que está localizado na África.
  • Tundas – Possui uma planície pantanosa com pouca diversidade de espécie. E tem a característica de possuir plantas anãs.

Ecossistemas aquáticos

Compreende o ecossistema aquático as comunidades de água doce como rios, lagos, lagoas e geleiras; assim como os subterrâneos como lençóis freáticos e reservatórios subterrâneos; além dos ecossistemas marítimos e costeiros como manguezais e restingas.

Ecossistema brasileiro

Entre os ecossistemas que podem ser encontrados no Brasil podemos destacar:

  • Amazônia: é considerado o maior ecossistema brasileiro, mas também é reconhecida como a maior floresta do planeta. Este ecossistema está localizado na região Norte do Brasil.
  • Caatinga: está localizada na Região Nordeste do Brasil. Possui uma vegetação que adapta-se às secas. 
  • Cerrado: é considerado o segundo maior bioma brasileiro em extensão. Abrange os estados do Amapá, Maranhão, Piauí, Rondônia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Tocantins, Bahia
  • Mata Atlântica: é o ecossistema mais ameaçado do Brasil, que correspondendo a 15% do território brasileiro.
  • Mata dos Cocais: é representada por uma vegetação de transição entre a Floresta Amazônica e a Caatinga. Compreende parte da Região Nordeste.
  • Pantanal: é conhecido por ter a maior planície inundável do mundo. Está localizado na Região Centro-Oeste do Brasil.
  • Mata de Araucárias: é também conhecida como Mata dos Pinhais. É uma vegetação brasileira que se desenvolve especialmente nos estados da Região Sul do país e em partes mais altas.
  • Mangue: é um ecossistema costeiro de transição entre os ambientes terrestre e marinho, zona úmida característica de regiões tropicais e subtropicais.
  • Pampa: tem como característica a presença de gramíneas, plantas rasteiras, arbustos e árvores de pequeno porte. Está localizada no estado do Rio Grande do Sul.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

RIBEIRO, Lohana. Ecossistema; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/ecossistema >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 18:06.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

O corpo humano possui muitos pontos com cartilagem.

Cartilagem

A Cartilagem também chamada de tecido cartilaginoso, é um tecido […]

A carta da Terra tem o objetivo de socorrer e salvar o planeta Terra.

Carta da Terra

A Carta da Terra é um documento de declaração dos […]

Pseudoceros Dimidiatus é um dos platelmintos.

Platelmintos

Os Platelmintos são animais invertebrados, que possuem o corpo achatado […]

O canibalismo acontecia com mais frequência na antiguidade.

Canibalismo

O Canibalismo é um tipo de relação ecológica que são […]