Educação Ambiental

A conservação do meio ambiente se dá por meio de ações individuais e coletivas

Educação Ambiental, segundo a Política Nacional de Educação Ambiental (ProNEA), são ações individuais e coletivas que visam a construção de valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do Meio Ambiente.

Uma vez que o homem é beneficiário dos recursos extraídos da natureza, cabe a ele a minimização dos impactos negativos e preservação do meio ambiente. Dito isso, a Educação Ambiental envolve esferas da sociedade como o governo, as empresas e o cidadão. Cada um com a sua responsabilidade. 

Coleta seletiva e Educação Ambiental
A coleta seletiva ajuda na preservação do meio ambiente. (Foto: Wikipédia)

Contexto

O homem e o Meio Ambiente possuem uma relação de interdependência. Desde os primórdios, os recursos naturais satisfaziam necessidades básicas de alimentação, moradia e vestimenta. Na medida do tempo que o homem evoluiu, ele descobriu que tais recursos também podiam lhe proporcionar conforto.

Do fogo à eletricidade, com o avanço da tecnologia o homem esqueceu que ele não só depende da natureza, mas faz parte dela. Como consequência disso surgiram problemas ligados à industrialização, às mudanças climáticas (como o Efeito Estufa), ao crescimento populacional, entre outros.

Em 1972, aconteceu na Suécia a Conferência de Estocolmo, organizada pela Organização das Nações Unidas (ONU). O evento discutiu as consequências da degradação do Meio Ambiente e propôs a criação de políticas para preservação dos recursos naturais.

Como resultado dos debates foi elaborada a Declaração sobre o Meio Ambiente Humano, com 26 princípios a serem observados pelas nações. O princípio 19 refere-se à Educação Ambiental:

“É indispensável um esforço para a educação em questões ambientais, dirigida tanto às gerações jovens como aos adultos e que preste a devida atenção ao setor da população menos privilegiado, para fundamentar as bases de uma opinião pública bem informada, e de uma conduta dos indivíduos, das empresas e das coletividades inspirada no sentido de sua responsabilidade”.

Política Nacional de Educação Ambiental

Em atenção às questões ambientais no Brasil, a Política Nacional de Educação Ambiental foi criada a partir da Lei n.º 9 795 de 27 de abril de 1999 com propósito de promover a Educação Ambiental de forma interdisciplinar. São alguns objetivos do ProNEA:

  • Estimular e apoiar processos de educação ambiental voltados para valores humanistas;
  • Estimular entidades de classe, instituições públicas e privadas a desenvolverem programas destinados à capacitação de trabalhadores;
  • Ampliar a participação da população nos processos decisórios sobre a gestão dos recursos ambientais nos territórios;
  • Estimular a cultura de redes de educação ambiental, valorizando essa forma de organização;
  • Incentivar, valorizar e qualificar a participação individual e coletiva em conselhos escolares, diretórios acadêmicos, grêmios estudantis, entre outros;
  • Dinamizar o acesso a informações sobre a temática socioambiental.

Escolas

Assim como a família, a escola é responsável pela formação da criança. Então quanto mais cedo o jovem tem contato com temas como respeito, Meio Ambiente e sustentabilidade, maior a chance de ser formado um cidadão consciente dos seus direitos e deveres.

A Educação Ambiental pode ser abordada de diferentes maneiras na sala de aula. São exemplos: debates, palestras, apresentações, exibição de filmes, criação de espaços verdes, oficinas de reciclagem, coletas seletivas, etc.

Horta e Educação Ambiental
Projeto de horta escolar. (Foto: Flickr)

Nos Parâmetros Curriculares Nacionais (1997), elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), indica que temática meio ambiente deve ser tratada de forma transversal:

“É fundamental, na sua abordagem, considerar os aspectos físicos e biológicos e, principalmente, os modo de interação do ser humano com a natureza, por meio de suas relações sociais, do trabalho, da ciência, da arte e da tecnologia”.

Empresas

As empresas são as maiores responsáveis pela degradação ambiental. Deste modo, cabe a elas reconhecerem seu impacto ambiental, bem como promover a responsabilidade socioambiental para a preservação, recuperação e manutenção das condições ambientais adequadas.

Ao inserir a Educação Ambiental no seu ambiente interno, a empresa pode ser beneficiada com:

  • Redução das chances de acidentes ambientais;
  • Boa imagem perante clientes, fornecedores e sociedade em geral;
  • Vantagem competitiva em relação aos concorrentes;

5 R’s

Um dos grandes problemas encontrados dos centros urbano é o lixo sólido, resultado de uma sociedade que a cada vez mais consumista. Estima-se que no Brasil cerca de 240 mil toneladas de lixo são produzidas diariamente, contudo apenas 2% desse lixo é reciclado.

Os 5 R’s, no âmbito da Educação Ambiental, visa justamente a mudança de hábitos no cotidiano dos cidadãos por meio da redução do consumo e o reaproveitamento dos materiais utilizados. Mas você sabe o que significa cada R?

  • Repensar: antes de comprar algo é muito importante refletir sobre a real necessidade do produto;
  • Reduzir: busca diminuir o consumo de bens e serviço, sempre utilizando o necessário e tentar evitar o desperdício;
  • Recusar: consiste em deixar de consumir produtos que gerem impactos significados no meio ambiente; 
  • Reciclar: nada mais é que a transformação produtos já utilizados como matéria-prima para fins industriais ou artesanais;
  • Reutilizar: é a forma de evitar o descarte de produtos em bom estado de conservação. Com o uso da criatividade é possível conferir diferentes usos ao mesmo produto;

Consequentemente, com a adoção dos 5 R’s acontece:

  • Redução na extração de recursos naturais;
  • Redução dos resíduos nos aterros e o aumento da sua vida útil;
  • Redução dos gastos do poder público com o tratamento do lixo;
  • Redução do uso de energia nas indústrias e intensificação da economia local.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Educação Ambiental; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/educacao-ambiental >. Acesso em 06 de dezembro de 2019 às 19:24.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

O carvão mineral é uma fonte de energia não renovável.

Carvão Mineral

O Carvão Mineral é um tipo de combustível fóssil e […]

O corpo humano possui muitos pontos com cartilagem.

Cartilagem

A Cartilagem também chamada de tecido cartilaginoso, é um tecido […]

A carta da Terra tem o objetivo de socorrer e salvar o planeta Terra.

Carta da Terra

A Carta da Terra é um documento de declaração dos […]

Pseudoceros Dimidiatus é um dos platelmintos.

Platelmintos

Os Platelmintos são animais invertebrados, que possuem o corpo achatado […]