Escherichia Coli

Bactéria que habita o intestino de alguns animais

Escherichia Coli (E.coli) é uma bactéria gram-negativa que habita naturalmente o intestino dos animais homeotérmicos, conhecidos como animais de sangue quente, que inclui aos humanos.

Escherichia coli​
Escherichia coli​ ampliada no microscópio 10 mil vezes. (Foto: Wikipédia)

A Escherichia Coli, juntamente com outras bactérias semelhantes, compõe cerca de 0,1% da flora intestinal. Contudo, uma grande quantidade desse microrganismo no corpo pode causar doenças como gastroenterite e infecção urinária.

A maioria das estirpes ou cepas  (descendentes) da E. coli são inofensivas e podem oferecer benefícios aos seus hospedeiros.

Nos humanos, por exemplo, elas produzem a vitamina K2 e impedem o desenvolvimento de bactérias patogênicas na região.

Características da Escherichia Coli

A E. Coli é uma bactéria aeróbia ou anaeróbia facultativa. Ela possui a forma de um bacilo, ou seja, é um microrganismo unicelular e procarionte, composto por múltiplos flagelos que estão dispostos em volta da célula.

O genoma da E.Coli tem cerca de 5 milhões de pares de bases nitrogenadas e milhares de genes codificando mais de 4 mil proteínas.  Essa quantidade é superior ao dos humanos, cujo o genoma tem 3 bilhões de pares de bases e 27 mil proteínas.

Confira abaixo a taxonomia básica dessa bactéria:

  • Filo: Proteobacteria
  • Classe: Gammaproteobacteria
  • Ordem: Enterobacteriales
  • Família: Enterobacteriaceae
  • Gênero: Escherichia
  • Espécie: Escherichia coli​

Transmissão

A principal via de transmissão utilizada pelas cepas patogénicas é a fecal-oral. Geralmente, as pessoas são contaminadas pelas cepas em situações como:

  • Visitar um zoológico e tocar animais que abriguem a bactéria patogênica em seu trato digestivo;
  • Ao nadar ou banhar-se em rios, lagos ou piscinas contaminados;
  • Consumir alimentos prontos (verduras e frutas) que foram lavados com água contaminada ou se contaminaram com esterco de vaca;
  • Comer carne que não tenha sido cozida adequadamente. Essa é umas das principais formas de contaminação.

Tipos e sintomas

Uma das formas de classificação da Escherichia Coli é de acordo com os sintomas causados. Confira abaixo a descrição de cada tipo:

E.Coli enteropatogênica (EPEC): os primeiros estudos epidemiológicos sobre esse tipo de bactéria surgiu na Alemanha entre os anos de 1920 e 1930, sendo relacionados com a diarreia humana.

Atualmente sabe-se que a EPEC pode causar diarreias não sanguinolentas em crianças, lesão histopatológica, náuseas, vômito e febre.

E.coli enterotoxinogênica (ETEC): é a maior causa da chamada diarreia do turista ou viajante, que é provocada pela ingestão de grandes quantidades de comidas mal cozidas ou água contaminada com detritos fecais.

A infecção geralmente se manifesta no intestino delgado, causando fortes dores abdominais, vômitos, náuseas e febre baixa.

E.coli Enteroinvasiva (EIEC): invade e destrói a mucosa intestinal, causando, principalmente, úlceras e inflamação na região afetada. Além de outros sintomas como diarreia aquosa, seguida de diarreia com sangue e muco.

E.coli Entero-hemorrágica (EHEC): esse tipo de bactéria possui fímbrias aderentes que produzem toxina. Os sintomas se iniciam com diarreia aquosa, mas podem evoluir para anemia, trombocitopenia e insuficiência renal aguda.

E.coli Enteroagregativa (EAEC): possui também fímbrias e produz toxinas semelhantes às da ETEC, que causam diarreia aquosa e/ou hemorrágica em crianças.

Exemplos de doenças causadas pela Escherichia Coli

Gastroenterites – inflamação no trato intestinal que que afeta o estômago e o intestino delgado, causando diarreia, vômitos e dor abdominal, febre, cansaço e desidratação. As causas para essa doença podem ser viral, bacteriana ou parasitária.

A Escherichia coli, a Salmonella, a Shigella e a Campylobacter são os principais agentes bacterianos que afetam as crianças. Já o bacilo Clostridium difficile é mais comum em idosos.

Meningite – além da Escherichia coli, bactérias como a Streptococcus agalactiae e a Listeria monocytogenes são as principais causadoras da meningite bacteriana em bebês e crianças pequenas.

Os principais sintomas que afetam esse grupo são: choro agudo e excessivo, vômitos, temperatura corporal alta ou baixa, lentidão ou indiferença e problemas de alimentação.

Infecção do trato urinário (ITU) –  essa doença é caracterizada como um quadro infecioso que pode acometer qualquer parte do trato urinário, como bexiga, rins, ureteres e uretra.

As mulher têm 50 vezes mais chance de adquirem a doença do que os homens. Os principais sintomas incluem: ardência ao urinar, urina avermelhada, vontade excessiva de fazer xixi, dores abdominais e necessidade de urinar com frequência à noite.

Septicemia ou sepse – quando uma infecção bacteriana, que teve início em qualquer parte do corpo, como pulmões ou sistema digestivo, consegue se espalhar e alcançar a corrente sanguínea é caraterizado um quadro de septicemia.

Essa grave infecção possui sintomas iniciais como febre constante, diminuição da pressão arterial e respiração muito rápida. Também é comum a presença de febre alta, fraqueza, enjoos, vômitos, diarreia, tremores e até coma.

Prevenção  

Confira abaixo algumas dicas para se prevenir da contaminação por Escherichia coli​:

1) Mantenha a higiene pessoal! Sempre lave as mãos com água e sabão antes de comer e manipular alimentos, após usar o banheiro, trocar fraldas e brincar com animais.

2) Durante as compras, mantenha os alimentos crus separados dos demais; ao prepará-los utilize talheres e utensílios devidamente higienizados.

3) Lave e cozinhe adequadamente a carne e outros que têm essa necessidade. Além disso, mantenha a cozinha e o ambiente das refeições sempre limpos e arrumados.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Escherichia Coli; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/escherichia-coli >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 09:03.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]