Esportes

Do futebol ao rugby: conheça a história dos principais esportes

Você sabe o que são esportes?

As definições são várias, entre elas: Atividade física sujeita a determinados regulamentos e que geralmente visa a competição entre praticantes (DELGADO, s.d) ou Forma de praticar atividade física que [..] visa equilibrar a saúde ou melhorar a aptidão física e/ou mental” (PEREIRA, BENINE, 2014).

Os esportes são praticados com um conjunto de regras entre os participantes. As práticas esportivas também exigem esforço físico e/ou habilidade mental do participante ou participantes, já que podem ser realizadas de forma individual ou coletiva.

A história dos esportes teve origem com os Jogos Olímpicos da Antiguidade, atualmente celebrado em todo o mundo. Eles foram considerados as primeiras manifestações esportivas e mais tarde deram origem a outras práticas esportivas. 

Esportes populares
O futebol é um dos esportes mais praticados no mundo e paixão nacional no Brasil. (Foto: Wikipedia)

História antiga dos esportes

Os primeiros esportes surgiram na civilização antiga, com os chineses (200 a.C), gregos (700 a.C) e os índios do Amazonas e da América Central (1500 a.C.). Esse primeiro período é chamado de Esporte Antigo (até a primeira metade do século XIX) e é sucedido pelos períodos do Esporte Moderno (de 1820 a 1980) e Esporte Contemporâneo (de 1980 em diante).

China

As artes marciais, difundidas em todo mundo, tiveram origem na China. Durante as dinastias de Chunqiu (770 – 476 a.C) e de Zhanguo (475 -221 a.C), elas foram utilizadas na Guerra. E outras práticas esportivas como shejian (flechas) e juding (levantamento de metal tripés) já eram realizadas na dinastia Zhou (1066 a.C – 771 d.C).

Grécia e as Olimpíadas

Considerada a grande festa dos esportes, os Jogos Olímpicos têm origem mitológica.

De acordo com o primeiro mito, em comemoração à vitória dos deuses sobre os titãs, Zeus organizou alguns jogos para os deuses. A partir de 776 a.C os homens honraram esse episódio celebrando as Olimpíadas.

A segunda história é sobre príncipe Pélopes, que pediu a mão de Hipodaméia, filha do rei Oinomaos. O rei desafiou o pretendente para uma corrida de carruagem, sob regra que qualquer jovem que ganhasse a corrida poderia ter a mão de Hipodaméia. Pélopes venceu o torneio e casou-se com Hipodaméia. As Olimpíadas foram criadas para celebrar a sua vitória.

Quanto ao terceiro mito, esse diz que o idealizador das Olimpíadas foi Hércules. Baseado em um de seus Doze Trabalhos, o evento reuniu alguns atletas em Olímpia e propôs uma competição. Na ocasião, Hércules venceu as competições e foi decretado que a cada quatro anos tais jogos seriam realizados novamente.

Na Grécia 779 a.C, os Jogos Olímpicos eram realizados na cidade de Olímpia e tinham como objetivo de destacar as qualidades físicas e performances dos atletas, bem como incentivar a socialização entre as cidades Gregas. Luta, arremesso de disco, corrida e boxe eram algumas das modalidades na época.

Por volta 394 d.C, o imperador romano, Teodósio, decretou que tais “festas pagãs” fossem banidas. Os Jogos Olímpicos só voltaram a acontecer em 1896 na cidade de Atenas, com 13 nações, 241 atletas e 43 eventos.

Povos Indígenas

Há quem pense que o futebol, por exemplo, teve início em 1863 na Inglaterra, contudo os ingleses só foram responsáveis pela criação das regras modernas do futebol. Há indícios históricos que já existia algo semelhante há mais de 350 a.C nas América do Sul e Central, com o nome tiatchi.

Algumas tribos indígenas que viveram no território brasileiro herdaram a tradição do tiatchi, mas no Brasil o tiatchi passou a se chamar jawari.  Com a criação dos Jogos dos Povos Indígenas em 1999, o jawari passou a fazer parte da competição e até hoje segue as mesmas regras impostas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) às partidas de futebol.

O esporte na modernidade e contemporaneidade

O esporte moderno tomou forma no século XVIII na Inglaterra, berço do capitalismo, com sistema econômico e ideológico que influenciou diretamente nos esportes. Paralelamente, acontecia na Europa a industrialização, urbanização e desenvolvimento da ciência.  

A primeira mudança diz respeito à nomenclatura. Antes chamados de jogos populares, as práticas esportivas passaram a ser classificadas em Esportes Atótonos (esportes puros) e Esportes ou Jogos Tradicionais (Esportes Autótonos com modificações de outras culturas).

O futebol, um dos esportes mais populares na Europa, era bastante praticado nas escolas inglesas, contudo marcado pela violência. O professor Thomas Arnold, diretor de uma escola inglesa, propôs que os jogos fossem modificados para que tivessem um caráter mais educativo, integrativo e que penalize atitudes violentas.

A ideia de Thomas não foi bem aceita por todos. Então, o futebol primitivo inglês deu origem a dois esportes: o futebol, jogado com os pés e menos violento, e o rugby, jogado com pés e mãos e mais violento. A partir daí, as noções de civilidade se tornaram mais presentes.

Esportes ingleses Rugby
O Rugby foi um dos esportes criados na Inglaterra. (Foto: Jber)

A contemporaneidade trouxe consigo a democratização dos esportes.  “A democratização surge a partir da preocupação em disponibilizar a prática esportiva para o maior número de pessoas possível, seja através de políticas públicas ou de ações privadas” (MARQUES, GUITIERREZ, ALMEIDA, 2008, apud DELGADO).

Além de oferecerem benefícios para a saúde, os esportes promovem a integração ente crianças e jovens. Se historicamente as atividades esportivas estavam ligadas à elite, hoje possibilita que os jovens carentes tenham um atividade produtiva para ocupar o tempo quando não estão na escola, aumentando também as chances de se profissionalizarem por meio do esporte.

Os esportes mais praticados no mundo

Confira também os esportes mais populares no Brasil.

Benefícios dos esportes

A prática de atividades físicas está diretamente a melhoria na qualidade de vida. Os benefícios vão além dos elementos físicos do corpo humano e se estendem para a mente e a socialização. Conheça alguns:

  • Melhora o humor;
  • Melhora a concentração;
  • Mantém um peso ideal;
  • Desenvolve a disciplina;
  • Diminui a ansiedade;
  • Aumenta a oxigenação no cérebro;
  • Aumenta o “colesterol bom” e diminui o “colesterol ruim”;
  • Fortifica os músculos;
  • Melhora o sono.

Uma das consequências da ausência de práticas esportivas é o sedentarismo, que ocasionam problemas de saúde como:

  • Doenças cardiovasculares, como infarto ou AVC;
  • Aumento do colesterol e triglicerídeos;
  • Acúmulo de gordura abdominal e no interior das artérias;
  • Complicações na menopausa;
  • Infertilidade;
  • Envelhecimento precoce.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Esportes; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/esportes >. Acesso em 23 de janeiro de 2020 às 18:48.

Copiar referência

Outros Artigos de Educação Física

Importância da atividade física para saúde

A importância da atividade física para a saúde

A importância da atividade física para a saúde está diretamente […]

esportes-paralimpicos-atletismo-pista

Esportes Paralímpicos

Os Esportes Paralímpicos melhoram a condição cardiovascular dos praticantes, aprimora […]

beisebol

Beisebol

Em uma partida de beisebol o objetivo  é pontuar batendo […]

ginástica laboral

Ginástica laboral

A ginástica laboral é o alongamento de várias partes do […]