Estado de Roraima

Um estado da região Norte do Brasil

O estado de Roraima está situado na região norte do Brasil e é uma das 27 unidades federativas. Possui uma área aproximada de 224.299 km² e sua capital, Boa Vista, é a única do Brasil completamente no hemisfério norte.

 Bandeira do Estado de Roraima
A bandeira do estado de Roraima foi regulamentada em 14 de junho de 1996. (Foto: Wikipédia)

O estado de Roraima é o mais setentrional (qualificação que abrange tudo que é referente a norte ou boreal) da nação brasileira e faz fonteira com:  Venezuela ao norte e noroeste; Guiana, ao leste; sudeste com o estado do Pará e ao sul; e oeste com o estado do Amazonas.

Sua sigla é RR, possui apenas 15 municípios e quem nasce por lá é roraimense. O estado de Roraima é o menos populoso do Brasil e também apresenta a menor densidade demográfica do país.

O local já pertenceu ao estado do Amazonas e foi desmembrado por um decreto de 1943, quando foi criado o Território Federal do Rio Branco. Em 1962, foi nominado Território Federal de Roraima, passando a ser considerado um Estado pela Constituição Brasileira de 1988.

A economia do estado de Roraima tem base na agricultura, na pecuária, no extrativismo e principalmente no setor terciário, que registra alta taxa de desenvolvimento apesar do Produto Interno Bruto (PIB) também ser o menor do país. O fato do PIB ser baixo se deve, em partes, pelo fato da grande parcela da região ser território indígena ou de preservação ambiental.

A palavra Roraima tem origem em línguas indígenas e possui três significados: “Monte Verde”, “Mãe dos Ventos” e “Serra do Caju”. É a união de “roro” – papagaio, e “imã” – pai / formador. “Roro” ou “rora” – significa “verde” e “imã” significa “serra” / “monte” que forma “Serra Verde” que representa a paisagem natural e específica da região.

Os outros significados de Roraima são: Mãe dos Ventos, por causa do clima da região, os índios acreditavam que os ventos que atingiam o sul da Venezuela seriam originário do lugar; Serra do Caju, por conta do grande número de serras e colinas que existem naquela região.

A história do estado de Roraima está relacionada ao Rio Branco, pois foi através desse rio que chegaram os primeiros colonizadores portugueses. Ingleses e neerlandeses entravam no Brasil pelo Planalto das Guianas em busca de índios para escravizar e cobiçavam o Vale do Rio Branco.

Espanhóis invadiram a parte norte do rio Branco e o rio Uraricoera, através do território venezuelano. Os portugueses derrotaram e expulsaram todos os invasores, estabelecendo assim, a soberania de Portugal sobre o estado de Roraima e parte do estado do Amazonas.

Rio Branco

O rio branco é um curso de água do estado de Roraima. Ele é formado pela confluência dos rios Tacutu e Uraricoera, trinta quilômetros ao norte da capital Bela Vista que fica situada no vale do rio. Sua foz é no Rio Negro – Estado do Amazonas.

Estado de Roraima Monumento
Monumento aos garimpeiros em Boa Vista, estado de Roraima. (Foto: Wikipédia)

Cidades do Estado de Roraima

  • Boa Vista: município brasileiro e capital do estado de Roraima. Concentra cerca de dois terços dos habitantes do estado e está localizado na margem direita do rio Branco. É a capital estadual mais setentrional do Brasil, é a única situada totalmente ao norte da Linha do Equador e a mais distante de Brasília – capital federal. É ainda uma cidade moderna e de forte influência europeia, inspirada em Paris – França, e Belo Horizonte – Brasil.
  • Rorainópolis: cidade criada com a instalação de uma sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) nas margens da BR-174 (mais importante do estado).
  • Caracaraí: terceiro município mais populoso do estado de Roraima. Conhecida como Cidade-Porto por ter o maior movimento fluvial do estado.
  • Alto Alegre: surgiu em 1953 com a Colônia Agrícola Coronel Mota. Seus primeiros habitantes foram japoneses que plantavam pimenta do reino, tomate e outros vegetais.
  • Mucajaí: localizada na margem direita do rio Mucajaí. A cidade é originada da antiga colônia agrícola do Mucajaí, fundada em 1951 e denominada de Colônia Agrícola Fernando Costa. Foi criada pela Lei Federal Nº 7.009, de julho de 1982 com terras desmembradas da capital do estado.
  • Cantá: toda a região da Serra do Cantá era habitada por índios e no início da década de 1950, foi criada através da Divisão de Produção Terras e Colonização (DPTC). Município criado a partir da Lei Nº 009, de 17 de outubro de 1995.
  • Bonfim: nasceu de um sítio religioso estadunidense e é o oitavo maior município em população de Roraima. Sua sede faz fronteira com a cidade de Lethem – capital da região 9 na Guiana.
  • Pacaraima: localizado no norte do estado de Roraima, na fronteira com a Venezuela. Conhecido como “Polo Norte de Roraima”, por causa de suas temperaturas que são mais baixas do que o restante do estado, por conta da altitude.
  • Amajari: o município teve a sua formação com a união de várias vilas, sendo a Vila Brasil, a sede municipal. Em 1975 chegou o primeiro morador, Senhor Brasil, que deu nome ao lugar. Em 17 de outubro de 1995, o município foi criado, através da Lei Nº 097.
  • Normandia: o nome da cidade é uma homenagem à região da Normandia na França. Foi criada pela Lei Federal Nº 7.009, de julho de 1982, com terras desmembradas da capital do estado.
  • Iracema: foi criada pela Lei Estadual Nº 83, de 04 de novembro de 1994. O nome da cidade faz homenagem para a esposa do primeiro morador, Militão Pereira da Costa.
  • Uiramutã: é um município do nordeste do estado de Roraima e é o mais setentrional do Brasil. Comporta grandes reservas indígenas e um Parque Nacional. É sujeitado à condição de fronteira tríplice com a Guiana e a Venezuela.
  • Caroebe: o município foi criado pela Lei Nº 082, de 04 de novembro de 1994. A instalação da cidade aconteceu em 1997.
  • São João da Baliza: o nome da cidade está relacionado à construção da BR-210 (Perimetral Norte). João Pereira (um dos pioneiros na construção da estradas) perdeu uma baliza do serviço de topografia em um igarapé perto de onde hoje é a sede.
  • São Luís: situado no sudeste roraimense e é o município menos extenso do estado, criado pela Lei nº 7.009, de julho de 1982. O nome da cidade está relacionado ao rio Anauá e à capital do Maranhão – São Luís, terra natal da maioria dos pioneiros da colonização, constituindo “São Luís do Anauá”, apesar de ter sido registrada apenas como “São Luís”.
Estado de Roraima Pico
Parque Nacional do Monte Roraima. (Foto: Wikipédia)

Monte Roraima

O Monte Roraima é uma montanha situado na Serra de Pacaraima, na tríplice fronteira entre Brasil (Roraima), Venezuela e Guiana, na América do Sul. Ele possui 2.810 metros de altitude e é o sétimo maior pico do Brasil.

O monte Roraima compõe um Tepui – um tipo de relevo em formato de mesa bem específico do Planalto das Guianas. A porção brasileira (5%) integra o Parque Nacional do Monte Roraima, a porção venezuelana (85%) pertence ao Parque Nacional Canaima. Os 10% restante fica na Guiana.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Estado de Roraima; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/estado-de-roraima >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 19:26.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]