Etanol

Álcool proveniente da fermentação de cereais e vegetais

O etanol é um composto orgânico, também conhecido como álcool etílico ou, simplesmente, álcool.

Derivado a partir da fermentação de açúcares de vegetais e cereais, essa substância é utilizada na fabricação de cervejas, aguardente, vinho, dentre outras bebidas fermentadas, além do uso na fabricação de produtos de limpeza e combustíveis para automóveis.

Sendo o mais comum dos álcoois, é também utilizado com frequência em ambientes hospitalares, com a finalidade de exterminar organismos microbacterianos nocivos aos seres humanos.

Em unidades hospitalares, é comum que essas bactérias causem infecções significativas que agravem o estado de saúde de pacientes.

Em relação a esses microrganismos, o etanol age desnaturando suas proteínas, o que resulta na dissolução dos lipídios, sendo eficiente contra boa parte das bactérias e fungos, podendo também ser eficaz contra alguns tipos de vírus.

Outra finalidade deste tipo de álcool etílico, além de todas as funcionalidades, é a produção do biodiesel. O óleo da mamona reage com o etanol, produzindo o éster etílico e glicerina.

uso de etanol em veículos
O etanol é também utilizado na produção de combustíveis. (Foto: Wikipédia)

Também pode ser utilizado para produtos de perfumaria e ramo farmacêutico.

Tipos de etanol

Além das múltiplas funcionalidades, essa substância é classificada em dois tipos: anidro e hidratado. A seguir, os usos mais adequados para cada tipo de etanol.

  • Anidro:o álcool anidro possui um teor alcoólico máximo de 99,3°, constituído somente por etanol e álcool etílico.

Utilizado nos postos para abastecer veículos automotores e matéria-prima em fábricas para produção de tintas, solventes e vernizes.

  • Hidratado:é uma mistura entre álcool e água, também chamada de hidroalcoólica, com parcela de álcool mínima de 92,6°, constituído por álcool etílico.

Usa-se, geralmente, o álcool hidratado na indústria de cosméticos e farmacêutica, bebidas e produtos para limpeza. Esta variação de etanol é também matéria-prima para produção de vinagre e ácido acético.

Fórmula estrutural

estrutura do etanol
Fórmula estrutural do etanol. (Foto: Wikipédia)

Estruturalmente, o etanol é formado dois átomos de carbonos ligados a cinco átomos livres de hidrogênio, sendo representado pela fórmula C2H6O ou de forma mais detalhada, CH3CH2OH .

Uma outra molécula de hidrogênio, em forma de hidroxila também constitui a fórmula, estando ligada a um oxigênio.

O carbono, com configuração saturada, realiza apenas quatro ligações simples.

A presença da hidroxila, grupo OH, faz com que esta molécula se torne polar, o que significa dizer que possui polos eletrônicos diferentes em suas cadeias, por causa da presença do oxigênio, possibilitando que o álcool se misture facilmente com água e outros elementos também polares.

Considerado um composto orgânico, elementos formados por cadeias de carbono, o etanol é encontrado no meio ambiente com mais abundância nos estados líquido e gasoso, característica inversa aos compostos inorgânicos, que se apresentam com mais facilidade em estado sólido.

Propriedades

  • O etanol possui um potencial hidrogeniônico, pH, que varia entre 6 e 8, o que significa que a solução é neutra. Não há basicidade nem acidez em excesso.
  • É um composto orgânico altamente inflamável
  • Por possuir hidroxila, é uma substância polar, solúvel em água
  • É uma molécula polar, ou seja, possui afinidade e facilidade de interação com a água
  • O ponto de ebulição é por volta de 78°
  • O ponto de fusão é -114°

Vantagens e desvantagens

Por não possuir dióxido de enxofre, assim como a gasolina, esse composto orgânico tem o benefício de não poluir o meio ambiente, não emitindo gases tóxicos.

Outro fator positivo é o preço. Sendo seu valor de mercado menor que o da gasolina, os motoristas avaliam sempre a melhor possibilidade para abastecer os veículos.

Apesar das conhecidas vantagens, a produção do etanol pode ser agressiva por exigir grandes extensões de terras para plantio da matéria-prima. Isso resulta em áreas que sofrem com desmatamento.

a cana de açúcar é matéria prima do etanol
Plantação de cana de açúcar para produção etanol. (Foto: Wikipédia)

Outro efeito drástico é associado a fome. Muitas áreas que poderiam ser aproveitadas para plantação de produtos para saciar a fome das pessoas são requisitadas para plantação de cana de açúcar, por exemplo, um dos tipos de matéria prima para produção de etanol.

No território brasileiro, parte considerável da produção é voltada para combustíveis, mas também é aproveitado em fabricação de tintas e solventes.

O etanol hidratado, que possui um percentual de 5% de álcool, é mais comum para produção de medicamentos, bebidas, perfumes e fabricação de alimentos.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Neves, Juliete. Etanol; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/etanol >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:12.

Copiar referência

Outros Artigos de Química

formula estrutural condensada linear

Fórmula Estrutural

A fórmula estrutural é uma das fórmulas da química orgânica […]

Forças intermoleculares

Forças Intermoleculares

As forças intermoleculares é um dos assuntos que mais caem […]

Filtração

Filtração

Filtração é um dos métodos da química utilizada para fazer […]

Explosão causada por elementos radioativos

Fissão Nuclear

A fissão nuclear é o processo de divisão de núcleos […]