Fenol

Hidroxilas ligadas a anéis aromáticos

O fenol é uma função orgânica que tem como característica uma ou mais hidroxilas na sua composição. Nessa substância as hidroxilas estão ligadas a um anel aromático, também chamado de núcleo aromático.

Seus estudos fazem parte da química orgânica, área da química responsável por entender os materiais compostos por carbono. Outros nomes pelos quais pode ser conhecido são ácido carbólico, benzenol, ácido fênico, hidroxibenzeno, ácido fenílico e mono-hidroxibenzeno.

A forma molecular do fenol é C6h5OH. De acordo com o número de hidroxilas, podemos classificar os fenóis em três grupos. O primeiro deles, que são compostos por apenas uma hidroxila, são chamados de monofenóis.

Já os fenóis que possuem duas hidroxilas são chamados de difenóis. Por sua vez, os fenóis que possuem três hidroxilas recebem o nome de trifenois. De forma simplificada, os fenóis podem ser chamados de AR - OH. O prefixo “AR”significa aromático, enquanto o “OH” representa a hidroxila.

Quais as características do fenol?

Forma química do fenol
Fenol possui uma ou mais ligações. (Foto: Wikipédia)

O fenol está, geralmente, em estado sólido, levando em conta a temperatura do ambiente em que se encontra. Ele ainda possui cor cristalina. O material é altamente tóxico, tanto para humanos quanto para animais, e possui cheiro forte. Pode causar várias reações negativas no corpo, podendo levar à morte.

Esse composto é utilizado no tratamento de pele chamado de peeling, por ser corrosivo a pele humana. Já foi utilizado inclusive como antisséptico, sendo o primeiro composto a ser vendido com essa finalidade. Porém, seu uso foi suspenso por conta do alto teor corrosivo.

Atualmente, o fenol é utilizado como matéria-prima na produção de alguns tipos de fenóis, como os que são usados em antissépticos, desinfetantes, fungicidas e outros.

Outro exemplo conhecido de material que tem o fenol na composição é a creolina. A solução é um desinfetante extremamente forte. Esse material é utilizado, principalmente, na área de agropecuária.

O fenol pode ser encontrado na produção de materiais como corantes, resinas, explosivos, perfumes, tintas, cosméticos, adesivos, vernizes, plásticos, desodorantes, e vários outros.

Produção

Existem duas formas mais comuns de produção do fenol. Na primeira, o benzeno, um hidrocarboneto aromático, passa, parcialmente, por um processo de oxidação ou potencial redox, que é a tendência que o composto tem de adquirir elétron e, com isso, ser reduzido.

A outra forma é chamada de Processo Rasching-Hooker. Nesse processo o clorobenzeno ou cloreto fenila, um composto orgânico aromático, passa por um processo de hidrólise – quebra das ligações químicas da molécula adicionando água.

Isso acontece através da reação dos gases do benzeno, do cloreto de hidrogênio e do oxigênio. Tudo isso a 230°C.

Além dessas, existe outra maneira de se obter o fenol através da extração de óleos do alcatrão, uma mistura de substâncias betuminosas, de um carvão conhecido como hulha ou carvão betuminoso.

Álcool, enol e fenol

O álcool, o enol e o fenol são funções orgânicas e, por conta disso, podem ser confundidas. Apesar de possuírem algumas propriedades e características semelhantes, esses compostos mantêm estruturas diferentes.

Álcool

O álcool é caracterizado pelos compostos orgânicos com um ou mais grupos de hidroxila que se ligam a carbonos saturados. Vale ressaltar que esse tipo de carbono somente faz ligação simples.

Dependendo do número de hidroxilas, os álcoois podem ser chamados de monoálcool, diálcool e poliálcool. São, respectivamente, os que possuem uma, duas ou mais de duas hidroxilas na sua composição.

Enol

O enol é caracterizado por ser o grupo cujo a hidroxila está ligada a um carbono que faz uma ligação dupla. Como exemplo de enol, temos o etenol.

Fenol

Já o fenol, como foi dito, é caracterizado pela hidroxila ligada a um carbono de núcleo aromático.

Contato com o fenol

O fenol é um composto tóxico que oferece riscos à saúde dos seres vivos, caso seja ingerido, absorvido ou inalado, podendo levar, em alguns casos, à morte. Entre os animais os mais vulneráveis são os gatos. 

A longo prazo, o fenol pode provocar o desenvolvimento de neoplasia, ou seja, câncer em vários órgãos do corpo e de diferentes tipos. Existem certos tipos de cuidado para cada contato com o fenol.

Caso seja inalado, pode provocar tosse ou dispneia (falta de ar). Isso pode provocar danos ao sistema nervoso central, ao fígado e aos rins.

Nesses episódios, o indicado é levar o indivíduo para respirar em ar livre. Caso não esteja conseguindo respirar, fazer uso de respiração artificial.

Em caso de ingestão, o paciente deve ingerir óleo de rícino,óleo de mamona ou polietileno glicol. O contato com os olhos pode levar a perda da visão.

Se ocorrer, o paciente deve lavar imediatamente os olhos com água corrente. Isso deve ser feito por, no mínimo, 15 minutos, sendo os olhos abertos ocasionalmente. A procura ao médico deve ser feita em seguida.

Caso entre em contato com a pele, o fenol pode provocar desde vermelhidão até a necrose do tecido. O composto é capaz de penetrar rapidamente, o que oferece maiores riscos à saúde.

Apesar de o fenol não ser muito solúvel em água, deve-se lavar o local com água corrente por, pelo menos, 30 minutos. Ajuda médica é indispensável nessas horas. 

Resumo sobre fenol

Fenol é uma função orgânica que tem como característica uma ou mais hidroxilas na sua composição. As hidroxilas estão ligadas a um anel aromático.

Os estudos do fenol fazem parte da química orgânica, área da química responsável por entender os materiais compostos por carbono, e sua forma molecular é C6h5OH.

É possível classificar o fenol em três grupos: monofenóis, difenóis e trifenois.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Fernandes, Ruan. Fenol; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/fenol >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 21:13.

Copiar referência

Outros Artigos de Química

formula estrutural condensada linear

Fórmula Estrutural

A fórmula estrutural é uma das fórmulas da química orgânica […]

Forças intermoleculares

Forças Intermoleculares

As forças intermoleculares é um dos assuntos que mais caem […]

Filtração

Filtração

Filtração é um dos métodos da química utilizada para fazer […]

Explosão causada por elementos radioativos

Fissão Nuclear

A fissão nuclear é o processo de divisão de núcleos […]