Galileu Galilei

Fundador da ciência moderna e “pai da física matemática”

Galileu Galilei foi um importante astrônomo, físico e matemático italiano. Suas descobertas sobre o movimento tiveram significado especial pela abordagem matemática usada para analisá-las.

Considerado o “pai da física matemática“, causou uma revolução científica nas áreas da física e da astronomia.

Biografia

Galileu Galilei nasceu em Pisa, Itália, no dia 15 de fevereiro de 1564. Filho de Vincenzo Galilei, um músico teórico e alaudista, viveu boa parte de sua vida entre sua terra natal e Florença. Teve seis irmãos, sendo ele o mais velho. 

Durante o período escolar, destacou-se por ser um excelente aluno. Por volta de 1582, ingressou na Universidade de Pisa para cursar medicina. Contudo, contrariando a vontade do pai, Galileu Galilei resolveu abandonar os estudos de medicina para se dedicar ao estudo da matemática.

Desde cedo Galileu demonstrou interesse nos fenômenos astronômicos e nos cálculos matemáticos, os quais o tornaram um personalidade fundamental na revolução científica.

Galileu Galilei e filhos

Galileu teve três filhos com Marina Gamba, chamados de Virgínia, Lívia e Vincenzo. Ele não chegou a se casar com Marina, com quem morou por muitos anos em Pádua, mesma cidade onde os seus três filhos nasceram.

As duas filhas de Galileu, Virgínia e Lívia, foram mandadas para um convento, se tornando irmã Maria Celeste e irmã Arcângela, respectivamente. Após a separação do casal, Vincenzo foi morar com o pai, que se mudou para Florença.

Matemática

Sem obter o título da universidade, passou a sobreviver dando aulas em Florença, simultaneamente deu continuidade a seus estudos e pesquisas. No ano de 1585, Galileu foi convidado a lecionar matemática na Universidade de Pisa.

Foi nesse período que desenvolveu um texto sobre movimento, no qual criticava as teorias de Aristóteles a respeito da queda livre e do movimento dos projéteis, Galileu Galilei afirmava que a velocidade de queda não depende do peso.

Físico Galileu Galilei
Galileu Galilei (1564-1642). (Foto: Wikipédia)

Dizem que o físico teria demonstrado sua teoria na famosa Torre de Pisa, onde atirou simultaneamente duas bolsas, uma bola de metal e outra de madeira, que atingiram o solo ao mesmo tempo.

Em 1590, publicou o pequeno tratado “De motu”, sobre o movimento dos corpos. Suas teorias e experiências sobre movimento foram base para as ideias desenvolvidas mais tarde por Isaac Newton, conhecidas como Leis de Newton.

Por influência de Guidobaldo del Monte, matemático e admirador da sua obra, em 1592 Galileu foi nomeado, pelo governo de Veneza, professor da cátedra de matemática na Universidade de Pádua, onde permaneceu por 18 anos.

Galileu Galilei ensinou geometria, mecânica e astronomia. Além disso, ocupou-se de estudar topografia e realizar diversas invenções mecânicas e arquitetura militar.

Foi em Pádua que descobriu as leis do movimento parabólico, caracterizado por dois movimentos simultâneos em direções perpendiculares. As aulas do italiano conquistou reputação internacional, originando uma frequente aglomeração de alunos nas salas.

Astronomia

Em 1609, em uma de suas viagens a Veneza, Galileu tomou conhecimento sobre a “trompa holandesa”, um telescópio que foi oferecido por alto preço ao chefe de Veneza.

Ao saber que o instrumento era composto de duas lentes em um tubo, logo construiu a sua, aperfeiçoando-a gradualmente, de modo que construiu uma luneta capaz de aumentar 30 vezes.

Assim, Galileu Galilei passou a observar o céu e viu o que ninguém jamais havia observado antes. Através da observação direta dos astros com sua luneta, fez diversas descobertas, entre elas:

  • A composição estelar da Via Láctea;
  • As fases de Vênus;
  • As montanhas e crateras da Lua e;
  • Os Satélites de Júpiter.

A observação dos satélites do planeta Júpiter levaram Galileu a defender o Sistema Heliocêntrico de Copérnico, teoria postulada por Nicolau Copérnico de que o Sol, e não a Terra, era o centro de nosso Sistema Solar.

Suas descobertas foram comunicadas no livro “Sidereus Nuncius”, nele afirmou que Júpiter, assim como Marte e o planeta Vênus, era um corpo esférico, contestando mais uma vez a teoria de Aristóteles.

Galileu também descobriu as manchas solares, admitindo que os objetos celestiais também são “corruptíveis”. Após comprovar que estas eram contínuas com a superfície do sol, trocou cartas com Christoph Scheiner, astrônomo que presumiu que as manchas eram satélites.

Logo as teorias de Galileu ganharam muita repercussão, a publicação do livro lhe rendeu a nomeação de matemático e filósofo grã-ducal, sem obrigação de ensinar.

Embora o termo “telescópio” tenha sido inventado na Itália em 1611, Galileu não é considerado o inventor do objeto. O pedido de patente foi feito em 1608, por Hans Lippershey, um fabricante de óculos da Holanda.

Florença

Galileu Galilei abandonou Pádua e foi viver em Florença. Seu livro ocasionou reconhecimento mas também diversas polêmicas, após ser acusado de tomar posse de uma descoberta que não lhe pertencia.

Esse fato colocou em dúvida a realidade de suas descobertas. Em 1611, foi convocado para apresentar as suas descobertas ao futuro Papa Urbano VIII e ao cardeal Roberto Bellarmino.

Os matemáticos vaticanos foram encarregados de verificar se existiam relações entre Galileu Galilei e o filósofo Cesare Cremonini, que há tempos era suspeito de heresia pela inquisição de Pádua.

Em 1612, Galileu escreveu o “Discurso sobre as coisas que estão sobre a água, ou que nela se movem”, no qual apoiava-se na teoria de Arquimedes, contra a teoria de Aristóteles, que os corpos flutuavam ou afundavam na água segundo seu peso específico e não segundo sua forma.

Entre 1613 e 1615, escreveu as famosas cartas copérnicas, na qual descreveu as suas ideias inovadoras, gerando escândalo nos meios conservadores. As passagens mais polêmicas, transcrevem alguns passos da Bíblia que deviam ser interpretados à luz do sistema heliocêntrico, contudo Galileu ainda não tinha provas científicas conclusivas.

Condenação e morte

Em 1616, o Tribunal do Santo Ofício pronunciou-se sobre a Teoria Heliocêntrica declarando que as afirmações do filósofo eram herética, assim foi proibido falar do heliocentrismo como realidade física.

Em 1632, desafiando a Igreja Católica, Galileu escreveu “Dialogo di Galileo Galilei sopra i due Massimi Sistemi del Mondo Tolemaico e Copernicano”, abreviado para “Dialogo sopra i due massimi sistemi del mondo” (“Diálogo sobre os dois principais sistemas do mundo”).

A obra voltava a defender o sistema heliocêntrico, tornando-se o ponto decisivo no processo da Inquisição contra Galileu. Acusado e perseguido pela Igreja Católica, foi obrigado a negar publicamente suas teorias e condenado à prisão domiciliar.

Galileu Galilei chegou ao fim da vida cego, por observar as manchas solares sem uma proteção nos olhos, Faleceu no dia 08 de janeiro de 1642, na cidade de Florença.

Em outubro de 1922, trezentos e cinquenta anos mais tarde, a igreja reconheceu o erro cometido e suas teorias foram reconhecidas formalmente pelo papa João Paulo II.

Invenções e descobertas de Galileu Galilei

  • Inventou o compasso geométrico;
  • Inventou o termômetro;
  • Construiu uma luneta telescópica;
Uma das invenções de Galileu Galilei
Compasso militar, invenção de Galileu Galilei. (Foto: Wikipédia)
  • Descobriu os anéis de Saturno;
  • Fundamentou cientificamente a Teoria Heliocêntrica de Nicolau Copérnico;
  • Inventou a balança hidrostática, cujo mecanismo descreveu no breve tratado “La bilancetta”, publicado postumamente em 1644;
  • Descobriu o isocronismo do pêndulo, determinando que o seu período não depende da massa, mas apenas do comprimento do fio. Originando o relógio de pêndulo.

Obras de Galileu Galilei

  • “História das Manchas e Acidentes do Sol” (1513);
  • “O Mensageiro das Estrelas” (1610);
  • “Diálogo Sobre os Dois Máximos Sistemas do Mundo” (1632).

Citações

Duas verdades nunca se podem contradizer.

Não se pode ensinar nada a um homem; só é possível ajudá-lo a encontrar a coisa dentro de si.

A filosofia encontra-se escrita neste grande livro que continuamente se abre perante nossos olhos.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

BRITO, Samara. Galileu Galilei; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/galileu-galilei >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:30.

Copiar referência