Genghis Khan

1º chefe do Império Mongol

Genghis Khan nasceu nas proximidades do rio Onon, perto do lago Baikal, próximo as Montanhas Khentii, Mongólia, com o nome de Temudjin, no ano de 1162. Foi um imperador mongol que reinou da primavera de 1206 a 18 de agosto de 1227. Foi também o responsável pela unificação dos mongóis. É considerado um dos imperadores que mais conquistou territórios da sua época.

Lembrado como o “Imperador de Todos os Homens”, Genghis Khan era considerado bastante inteligente, um grande estrategista e implacável com seus inimigos. É lembrado também como um dos líderes militares mais bem-sucedidos da história. Em 2008 recebeu uma homenagem em forma de uma estátua equestre, com 40 metros de altura e 250 toneladas de peso.

Pintura retrato de Genghis Khan
Representação em pintura de Genghis Khan. (Foto: Wikipedia)

Genghis Khan: Juventude e Ascensão ao Império

Genghis Khan nasceu com o nome de Temudjin e era filho do chefe da tribo dos kiyata-borjigin, chamado Iasugai. Khan e sua família vivia em uma região nas montanhas sagradas da Mongólia, na Ásia Central. Quando completou 9 anos, ficou noivo de uma das filhas do chefe dos konguirat, chamada Borte. Tal situação fazia parte dos costumes dos mongóis.

Em 1175, seu pai morreu envenenado enquanto participava de um banquete oferecido por uma tribo tártara e com apenas 13 anos se tornou o novo líder da tribo dos kiyata-borjigin, como mandava a lei. O exército, que antes era comandado por Iasugai, não aceitou ser comandado por Genghis Khan e muitos guerreiros se uniram e atacaram um acampamento da tribo.

Por causa do ataque, Genghis Khan saiu fugido do território da tribo dos kiyata-borjigin. Três anos após o ataque, ele se casa com sua noiva. Durante 4 anos, após o seu casamento, Khan lutou com seu exército contra as perseguições dos guerreiros que não o apoiavam e pelas terras das montanhas. Depois disso, voltou para o acampamento para reclamar sua noiva.

Genghis Khan foi recebido com grande festa por todos da tribo dos kiyata-borjigin. Seu clã lhe entrega um valioso manto de zibelina preta, como forma de expressar a felicidade por sua chegada. Borte era proprietária de inúmeros escravos, servos e tendas e passou a dividir tudo com Khan, após a sua chegada.

Em meados do ano de 1189, a tribo dos kiyata-borjigin foi novamente atacada. Desta vez pelos Merkitas, que não só saquearam o acampamento, como também raptaram algumas mulheres, incluindo a esposa de Genghis Khan. Desesperado e furioso, Khan resolveu se vingar e se aliou a outras tribos para lutar contra os Merkitas.

Depois de uma intensa batalha, Genghis Khan e seus aliados saíram vitoriosos da guerra. Genghis Khan conseguiu não só resgatar sua esposa, como também adquiriu o respeito e o prestígio do povo da tribo dos kiyata-borjigin. Logo após voltar da luta, foi nomeado Chefe Oficial do Acampamento, como seu pai havia sido um dia.

Foi nessa época que Khan resolveu mudar seu nome. Como havia nascido com o nome Temudjin, resolveu trocar para Genghis que na língua mongol significa “guerreiro perfeito”. Já como chefe oficial do acampamento, buscou criar estratégias para unificar as tribos existentes na época e se tornar chefe de todas as tribos.

Conquistas enquanto chefe da tribo dos Kiyata-borjigin

Uma das primeiras ações de Genghis Khan enquanto chefe da tribo dos kiyata-borjigin, foi o ataque a tribo dos tártaros. Com o objetivo de unificar as tribos, ele organizou estratégias para a luta e após algumas batalhas, conseguiu vencer os tártaros, que eram temidos por outras tribos da região.

Ao sair vitorioso da luta contra os tártaros, Genghis Khan ganhou a simpatia de Dinastia Chin, que reinava na China Setentrional, que ficava localizada ao sul das terras ocupadas pelos mongóis. A Dinastia Chin era constantemente ameaçada pelos tártaros e foram positivamente afetados com o resultado da luta.

Khan dominou outras tribos após a vitória sobre os tártaros, e em 1206 organizou uma assembleia geral das famílias nobres de várias tribos e na ocasião, legalizou seu poder e se autoproclamou chefe supremo de todas as tribos. Na língua dos mongóis “chefe supremo” significa “Khan”, ou seja, foi nessa ocasião que Genghis Khan adicionou o seu segundo nome.

Após a kurultai – assembleia geral das famílias nobres – Genghis Khan estabeleceu um código de leis que valia para todas as tribos que ele unificou. Depois, constituiu o Jasak e decidiu que iria expandir ainda mais os territórios dos mongóis. Conquistou uma parte significante o território que pertencia a tribo dos Tangout, entre os anos 1208 e 1209.

Dois anos após a conquista do território da tribo dos Tangout, Genghis Khan ordenou a invasão das cidades pertencentes ao Império Chinês. A luta foi intensa e os chineses resistiram a todo tempo, até que foi assinado um Tratado de Paz entre os chefes. Ainda assim, os mongóis abandonaram os territórios da China levando os tesouros imperiais dos chineses.

Genghis Khan ordenou, novamente, a invasão das cidades pertencentes ao Império Chinês, no ano de 1215, com a desculpa de que os chineses haviam desrespeitado o tratado que havia sido estabelecido. Os mongóis conseguiram invadir e destruir a cidade de Pequim e Khan começou a planejar o ataque a territórios ainda maiores.

No ano de 1218 invadiu os territórios do Turquestão, que era chefiado pelos Kara-Khitai. Nessa época,  Khan fundou a cidade de Karakorum, que mais tarde se tornou capital central dos territórios que conseguiu invadir e anexar. A partir daí Genghis Khan começou a vislumbrar territórios fora da Ásia Ocidental.

Sua primeira ação fora dos territórios asiáticos aconteceu no ano de 1219 e se deu com a invasão de áreas da Ásia Central e Oriental, que ficavam localizadas após as grandes cadeias montanhosas do Himalaia. O exército de Genghis Khan conseguiu invadir grandes centros muçulmanos e territórios pertencentes a Pérsia.

Genghis Khan estava cada vez mais convencido de que conseguiria expandir o território do Império Mongol. Seu exército já havia participado de inúmeras batalhas e até o ano de 1219, havia saído vitoriosos. A intensa habilidade de liderança de Genghis Khan foi um dos fatores mais importantes para as vitórias dos mongóis.

Após a invasão do território da Pérsia, o exército dos mongóis invadiu a Geórgia, as estepes do sul da Rússia, a Criméia, a Bulgária, alguns territórios italianos e polonês, saindo vitoriosos de grande parte dos confrontos. Genghis Khan morreu durante uma batalha entre os mongóis e os remanescentes do Reino dos Hsia, no reino dos Tangout, sul da Ásia. Genghis Khan desejava anexar esse território, mas devido ao seu falecimento, os mongóis tiveram que se retirar da área.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Maria Azevedo, Amanda. Genghis Khan; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/genghis-khan >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:03.

Copiar referência