História do Brasil

Do Brasil Colônia ao Brasil República

Durante muito tempo a História do Brasil esteve associada ao que chamamos de Descobrimento do Brasil, ou seja, a chegada oficial da tropa portuguesa, em 22 de abril de 1500, na região denominada de Ilha de Vera Cruz que corresponde ao território sul da Bahia. No entanto, a região não foi descoberta pelos portugueses e quando eles aqui chegaram as terras já eram habitada pelos povos indígenas.

Com a chegada dos portugueses, as novas terras foram colonizadas e passaram a fazer parte do Reino de Portugal. No ano 1530, a Coroa Portuguesa instalou um sistema de colonização no qual as terras foram divididas em capitanias hereditárias.

Essa divisão administrativa foi utilizada para determinar as formas de colonização e exploração de cada área. Só após quase meio século da chegada dos portugueses nas novas terras é que foi criado o Estado do Brasil. Em 1549 foi criada a primeira capital do Brasil, Salvador, onde foi instalado o primeiro Governo-Geral.

Inicialmente, a economia foi baseada no extrativismo do pau-brasil. Principal riqueza do território, a madeira produzia uma tinta de cor carmim que era utilizada na tintura de móveis e tecidos.

Devido ao alto valor comercial, o pau-brasil era muito cobiçado na Europa, o que fez com que fosse explorado até a exaustão. Ainda no período colonial, outras formas de exploração econômica foram utilizadas como a exploração de pedras preciosas e o cultivo da cana de açúcar.

Mapa da História do Brasil
Mapa histórico do Brasil que mostra o território inicialmente explorado pelos portugueses (Foto: Wikipedia)

Embora os livros de história tenham privilegiado a História do Brasil a partir da chegada de Cabral, o Brasil se divide em quatro períodos históricos:

  • Pré-Descobrimento
  • Colonial
  • Imperial
  • Republicano

Divisão Histórica do Brasil

Os períodos históricos do Brasil foram divididos levando em conta alguns fatores como o sistema político utilizado e a organização territorial.

Até 1500 o território era habitado por nativos indígenas dos quais se destacam alguns grupos étnicos como o tupi-guarani, macro-jê e aruaque.

O período colonial se estendeu de 1500, quando os portugueses chegaram ao Brasil, até 1808 quando o Brasil se tornou sede do Império Português. Em 1822, se tornou um império independente. O Brasil permaneceu como Império até 1889, quando foi Proclamada a República, que permanece até os dias atuais.

História do Brasil por Oscar Pereira da Silva
Representação do desembarque de Cabral em Porto Seguro, na tela de Oscar Pereira da Silva, 1904. (Foto: Wikipedia)

O Brasil Colônia

Logo que chegaram ao Brasil os portugueses começaram a explorar o pau-brasil devido ao seu alto valor no mercado europeu. Para isso, eles utilizaram uma espécie de permuta com os nativos, baseado na troca de mercadorias.

Os portugueses davam bugigangas, em troca os índios ofereciam mão-de-obra para cortar e carregar o pau-brasil até as embarcações. Eles exploraram as riquezas das novas terras e a mão-de-obra indígena por 30 anos sem se instalar no país.

Durante esse período, o Brasil foi atacado por países como Holanda, Inglaterra e França. Em 1530, o rei de Portugal designou uma expedição que tinha como objetivo povoar o território e iniciar cultivo de cana-de-açúcar no Brasil.

A partir daí foi dado início ao período de colonização do Brasil. Com o início da produção da cana-de-açúcar, a base da economia deixou de ser a exploração do pau-brasil. Nesse período, os portugueses passaram a explorar a mão-de-obra escrava africana.

Capitanias Hereditárias

Com o sistema de colonização, o território foi dividido em Capitanias Hereditárias que tinha como objetivo organizar a colônia. O sistema funcionava com a doação de terras para os chamados donatários.

Os donatários tinham a missão de proteger as terras, cultivar a cana-de-açúcar e povoar o território. O sistema de capitanias fracassou pouco tempo depois, o que levou a Coroa Portuguesa a implantar o Governo-Geral.

Governo-Geral 

A implantação do Governo-Geral ocorreu em 1548 quando o sistema de Capitanias Hereditárias fracassou. Com o Governo-Geral, a corte portuguesa encontrou uma forma de ter mais controle sobre a colônia.

Foi nesse período que foi criado o Brasil Estado e Tomé de Souza se tornou o primeiro governador-geral. Ele tinha a incumbência de aumentar a produção agrícola, encontrar as reservas de pedras preciosas (ouro e prata).

Nessa fase da História do Brasil, Salvador se tornou a capital do país, período em que a Região Nordeste ostentava o título de região mais rica do Brasil.

O regime de governo-geral ainda contou os governadores Duarte da Costa (1553 – 1557) e Mem de Sá (1557 – 1572).

Economia

A economia nesse período era baseada no cultivo da cana-de-açúcar. A produção de açúcar explorava a mão-de-obra escrava africana e tinha como objetivo a exportação para o mercado europeu. Paralelo ao comércio do açúcar, a produção de tabaco e algodão também se desenvolveram nesse período.

O Brasil Império

Em 1808, a História do Brasil ganha um novo capítulo. Com a chega das tropas de Napoleão Bonaparte em Portugal, a corte portuguesa se instalou no Brasil. Durante esse período o país passou a fazer parte do Reino Unido de Portugal e Algarves.

Primeiro Reinado

O período do Primeiro Reinado foi marcado por divergências entre portugueses recém-chegados e brasileiros. Essa disputa culminou com a Independência do Brasilque ocorreu 14 anos mais tarde quando D. Pedro resolveu permanecer no Brasil e declarou o país livre do julgo de Portugal em 1822. Assim, ele se tornou o primeiro imperador brasileiro.

Em 1830, D. Pedro I abriu mão do trono. Pelo fato de o seu filho ter apena 5 anos de idade e não poder assumir o poder, deu-se início ao Período Regencial. Em 1839, após articulações da regência, a História do Brasil registrou um fato inédito: a emancipação de D. Pedro II, que se tronou imperador aos 14 anos de idade.

Segundo Reinado

Período compreendido entre 1839 e 1889. Foram 50 anos de muitas transformações na História do Brasil. O país passou por uma série de mudanças em todos os aspectos. Disputas políticas, movimentos pelo fim da escravidão, movimentos republicanos, dentre outros, que resultaram na Proclamação da República em 15 de novembro de 1889.

Brasil República

Com a Proclamação da República, a História do Brasil inaugurou uma nova fase que permanece até os dias atuais.

Como o novo regime estabelecido, o Marechal Deodoro da Fonseca assumiu o comando do país até que fosse promulgada uma Constituição. Em 1891 a Constituição foi anunciada e o Congresso Nacional elegeu o primeiro presidente e vice-presidente do Brasil. O período republicano no Brasil se divide nas seguintes fases:

  • República Velha
  • Era Vargas
  • República Populista
  • Nova República

A República Velha dividiu-se em dois períodos: República da Espada (1889 – 1894), que recebeu esse nome pelo fato de os dois presidentes do Brasil dessa época serem militares; e República Oligárquica, também conhecida como República Café com Leite, dominada pelas oligarquias paulista e mineira.

A Era Vargas compreende o período do Governo Provisório (1930-1934), da Junta Militar, o primeiro mandato de Getúlio Vargas, o Governo Constitucionalista e o Estado Novo, com o segundo mandato de Getúlio Vargas e o governo de José Linhares.

A República Populista foi composta pelos governos de Eurico Gaspar Dutra, Getúlio Vargas, Café Filho, Carlos Luz, Nereu Ramos, Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, Ranieri Mazzilli e João Goulart.

Em 1964 foi instalado o Regime Militar que durou quase 20 anos. Nesse período, o país foi governado pelos militares Ranieri Mazzilli, Castelo Branco, Costa e Silva, Junta de 1969, Médici, Geisel e Figueiredo.

Já a Nova República é a fase da História do Brasil que marca o fim do Regime Militar. O marco é a eleição de Tancredo Neves, em 1985. Ele morreu antes de tomar posse e quem assumiu foi seu vice José Sarney. Em 1989, pela primeira vez na História do Brasil, houve eleições diretas para presidente. Fernando Collor venceu as eleições, mas sofreu um impeachment cerca de dois anos depois, sendo sucedido pelo vice-presidente Itamar Franco.

Em 1994 Fernando Henrique Cardoso foi eleito, em 1998 foi reeleito e permaneceu no poder até 2002 quando Lula assumiu a presidência do país. Em 2010 com a eleição de Dilma Rousseff, pela primeira vez na História do Brasil a população elegeu uma mulher para o cargo de presidente da República.

Dilma Rousseff foi reeleita em 2014 e menos de dois anos depois sofreu um impeachment. Após a cassação do mandato de Dilma, o seu vice-presidente Michel Temer assumiu a presidência na qual permanece até o final de 2018.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. História do Brasil; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/historia-do-brasil >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 18:03.

Copiar referência

Outros Artigos de História

Todas as causas da Revolução Industrial foram importantes para o desenvolvimento tecnológico.

Causas da Revolução Industrial

As Causas da Revolução Industrial foram eventos que promoveram muitas […]

Monumento em homenagem aos mortos pelas causas da Primeira Guerra Mundial.

Causas da Primeira Guerra Mundial

Uma das Causas da Primeira Guerra Mundial, a razão que […]

Causas da Independência do Brasil

As Causas da Independência do Brasil foram uma série de […]

As cavernas eram muito utilizadas antes do período de transição.

Características do período mesolítico

Para entender as características do período mesolítico é necessário compreender, […]